Você está aqui: Home Blogs Fala RH! Como se inserir no mercado de trabalho depois dos 40 anos
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Buscar
Gestão de Carreira, Coaching e Mentoring
 

Como se inserir no mercado de trabalho depois dos 40 anos

E-mail

No mês de Junho escrevi o artigo respondendo a uma sugestão da leitora Márcia Gamba, sobre as dificuldades de emprego para os "acima dos 40 anos".

Terminei o artigo dizendo : Em resumo: não se considere fora do mercado. Vital é manter-se atualizado e focado na superação. Seja dinâmico, estude muito e (re) conquiste seu espaço. O sol nasce pra todos. A sombra dele é para poucos. O BRILHO NOS OLHOS É FUNDAMENTAL !

No próximo mês abordarei algumas informações de como se inserir ou manter no mercado após os 40 anos. Não percam!

Qual não foi a minha surpresa com tantas participações a favor e contra meus argumentos! Felizmente mais a favor do que contra... Vocês chegaram a ler as opiniões?

O mais importante foi a discussão, que enriquece o Blog e faz com que tentemos nos aprimorar mais e mais.

Este mês , como prometi vou tentar dar a minha contribuição de como se inserir ou manter se no mercado após os 40. São apenas frases que indicar reflexão e em muitos casos ações para modificar seus paradigmas.

Vamos começar pelos que estão próximos dos 40 anos: se você é um deles comece pelo básico :

  • Reveja a maneira como você interpreta a realidade (mapas mentais) , pois a realidade mudou. As pessoas com mais de 40 anos estão com energia e dinamismo muito grande e quem ignorar isto estará apenas enganando a si mesmo.
  • Lembre-se que um dia você terá mais do que 40 anos, portanto a questão é pessoal . Não ache que isso não lhe afetará e que está seguro.
  • Se você for contratar alguém, não se preocupe com a idade mas sim com o caráter, experiência e potencial do profissional. Seja justo em suas considerações, pois você será um modelo para colegas que não pensam como você.
  • Não se sinta intimidado por profissionais mais velhos, todos somos no fundo colegas de trabalho e sempre temos algo que aprender um com os outros. A vida é uma troca.
  • Procure aconselhamento ou consultoria para a aprender a lidar com subordinados mais maduros que você, e demonstre a eles que você tem interesse a aprender a se relacionar e resolver eventuais problemas culturais .
  • Estimule nas suas equipes o clima de troca de experiências e a ter relacionamentos de igualdade entre os seus colaboradores, ajude a mostrar que todos sempre ganham com a diversidade.
  • Comece a programar sua carreira hoje, pensando no que vai querer ou poder fazer após os 40 ou 50 anos e eventualmente aproveite a oportunidade para desenvolver uma segunda carreira ou uma nova fase da mesma carreira que exerce hoje. Sempre há oportunidades a serem exploradas.

Se você tem mais de 40 anos: lembre que manter sua auto estima é fundamental !

  • Caso você tenha mais de 40 anos, seja criativo, inove, tente aprender algo com as pessoas mais jovens ao seu redor e também se sinta e faça efetivamente parte do time. Não fique repetindo..."no meu tempo". O seu tempo é HOJE!!
  • Também reveja a maneira como você interpreta a realidade (mapas mentais) , pois a realidade mudou e você terá com certeza mais algum tempo de trabalho pela frente e seria bom sentir-se e preparar se para ser pró-ativo e inovador usando a experiência acumulada para visualizar ou explorar novas oportunidades. Conheço muitos que mudaram radicalmente suas carreiras e estão ainda mais felizes: veja os depoimentos de Marina Amaral e José das Graças de Souza nos Comentários do mês de Junho.
  • Lembre-se que sua vida pessoal é a sua carreira mais longa. Invista nela , passe um tempo com sua família e amigos. Desenvolva bons relacionamentos e seja feliz também fora do trabalho.
  • Veja que este pode ser o momento de rever sua carreira pessoal e profissional e pensar no que quer fazer na segunda metade de sua vida. Evoluir sua carreira para um nível diferente, ou até mesmo desenvolver uma nova carreira. Há profissionais com 70 e poucos anos ainda na ativa!
  • Ajude seus colegas e colaboradores a superar eventuais diferenças culturais e a usufruir um clima de troca de experiência e aprendizado mútuo.
  • Mantenha o "seu produto",VOCÊ, atualizado, preparando-se para enfrentar as novas condições econômicas, revisando a autocapacitação. Fala línguas; domina a informática?
  • Utilize a rede de amigos para recolocar-se no mercado . O Networking é fundamental .
  • Participe de palestras , cursos gratuitos e encontros .Aprende com eles e ainda conhece novas pessoas .
  • Encontre fontes de inovação, estimulando a visão de novas oportunidades.
  • Aceite as novas formas de trabalho, as quais passam por redefinições profundas, como contrato temporário, de tempo parcial, de prestação de serviços, trabalho por projetos, contratação como Pessoa Jurídica, etc. Tente saber mais sobre elas.
  • Mantenha o entusiasmo e a energia, buscando fazer aquilo que lhe dá prazer.
  • Seja mais ousado e se predisponha a assumir riscos, buscando o equilíbrio para não transformar a luta por novas oportunidades em sofrimento.
  • Use o equilíbrio emocional a seu favor .
  • Cuide da aparência e saúde. TODOS dentro de uma organização valorizam esses fatores.
  • Tenha seu objetivo profissional bem definido antes de sair a campo em busca de uma colocação.
  • Elabore um portfólio profissional adequado com foco na área em que pretende atuar.
  • Procure ter flexibilidade para se relacionar com pessoas e para negociar. No setor de serviços, o mais experiente é muito requisitado.
  • Cuide em manter a aptidão para assumir postos que, em outras ocasiões, exigiriam treinamento prévio para pessoas mais jovens.
  • Treine a transmissão de conhecimentos para os mais jovens. Vários setores estão adotando essa prática, devido à dificuldade com qualificação profissional.
  • Venda a oportunidade para os empregadores reduzirem custos com encargos sociais, contratando-o por projetos, como prestador de serviço, entre outras opções.
  • Não se deixe vencer ! Venda-se e pratique o Marketing Pessoal a todo instante.
  • Insira-se e participe em redes de relacionamento. Faça um Blog ou um Twiter. Não há como ficar longe das novidades tecnológicas!
  • Procure emprego pela Internet. A maioria deles está disponível em sites ou portais. O mundo evoluiu e você faz parte dele.
  • Por fim não esqueça : quem não é visto não é lembrado!

Aguardo a contribuição dos colegas para inserir nas reflexões e ações outros aspectos que talvez não tenha elencado acima.

 

Um abraço !
Silvia OSSO

Comentarios (248)

RSS feed Comments
...
li vários comentários,alguns concordei outros não, sei que não é fácil,mas se pensar positivo conseguirá, o poder da mente nos ajuda a conseguir muitas coisas. Tenho 51 anos com cabeça de 25, estou cursando GESTÃO FINANCEIRA, sou formada em pedagogia, mas trabalhei durante 15 anos na área administrativa,parei por 16 anos montei uma empresa e agora retornei a Faculdade. Pretendo trabalhar na Área de RH e continuar a estudar,pois tive um quadro de Depressão, e foi essa motivação om os estudos e o trabalho que me ajudou . Tenham paciência e corram atraz que tudo dará certo. Obrigado.
...
eu li vários comentários, mas não concordei com alguns,tenho certeza que temos que nos valorizar mais, enquanto há vida ; há esperança. Tenho 51 anos com cabeça de 25, sou formada em Pedagogia, mas trabalhei durante 15 anos na área Administrativa, parei por uns 16 anos e agora retornei para a Faculdade, cursando Gestão Financeira estou adorando,me sinto a mais jovem preparada da sala, tenho a missão muitas vezes de aconselhar. e pretendo voltar a trabalhar na área de RH.
curso que fiz online . obrigado e vamos viver o momento .
...
Obrigada Silvia , seu artigo é inspirador .
Abaixo o preconceito!! Tem muita gente boa e com muito a oferecer com a experiência....a palavra do momento é " diversidade" ,grande oportunidade para aprender uns com os outros. Tenho 45 anos, não que isso seja relevante pois, idade não traduz quem você é , mas, quanto tempo você teve pra desenvolver a capacidade de ler as pessaos e perceber suas necessidades . Sou formada em Comunicação com foco em Publidade e Propaganda e espero me recolocar no mercado de trabalho. Dediquei grande parte da minha vida para a família e agora abraço esse desafio e sei que terei sucesso!!!
Aline Rossi , fevereiro 21, 2014
...
Adorei o Artigo, estou em busca de emprego, engravidei e passei a viver para o lar, agora quero voltar ao mercado de trabalha, mas antes quero me recilcar, fazer um curso técnico, quero saber qual área melhor para minha idade.
Obrigada
Luciana , novembro 17, 2013
...
bom estou cursando faculdade de pedagogia mas estou com medo de só jogar dinheiro fora por que estou com 43 anos de idade o que fazer em minha estima e muita baixa
sonia , novembro 14, 2013
... , Lowly rated comment [Show]
...
Olá Pessoal,
Li os comentários de todos.Tenho 44 anos.Bom,o problema não só no Brasil mas também na Europa ou EUA etc.os/as empresarios/as acreditam que os jovens são mais agils ou mais baratos ou seja que for.Mas acredito que todos nos precisamos e temos chances para mostrar que só com os jovens ,nenhuma empresa tenha sucesso!Pois,experiência não se compra ,se acumula!Sei também o que interessa no mercado de trabalho o custo e o medo dos empresários de pagar um salário ´´alto´´ para uma pessoa mais experiênte.Não sei como,mas os empresários precisam começar de compreender que uma pessoa mais experiênte tem mais vantagens(erra menos do que os jovens,pode trabalhar sem supervisão,sabe liderar com as pessoas etc.).Como no Brasil a idade media do trabalhador é de 25 anos ,assim fica mais dificil para nos.Na Europa (Alemanha,Hollanda etc.) a idade é de 35 ou mais,claro que é uma questão demografico.Acredito o que falta são campanhas governamentais e industriais de recolocar os mais experiêntes.Trabalhei 25 anos no ramo de Telecomunicações em vários países,mas em todo lugar é o mesmo pre-conceito.Estou tentando de mudar a carreira,na verdade já mudei duas vezes minha profissão para continuar ficar no mercado de trabalho.Não desanimam,tentaram de mudar de uma forma ou outra.Espero ajudadado em uma coisa.
Thomas , outubro 31, 2013
...
me sentindo um merda aos 4o sem emprego e perspectivas de vida.
edezio , outubro 25, 2013
...
Bom dia Bete.
Eu trabalho em um call center a 8 anos e telemarketing é emprego sim, o preconceito faz com que muitos não consigam uma oportunidade em lugar nenhum, tenho 45 anos e estou satisfeita com meu trabalho. Um call center tem plano de carreira e salarios muito atrativo, mas isto depende de cada um é logico. Cilene
Cilene Silva , outubro 09, 2013
...
estou com 51 estou desempregado e para minha grande decepção, não estou conseguindo trabalho.pois coloquei vários curriculum em agencias.pois faço as entrevistas demonstram interesse pela minha ex periençia. porem não retornam mais o contato. nessa idade agente e descartado essa e a grande realidade.
josesilveiraleite , outubro 03, 2013
...
Bem, com 45 também estou nessa canoa 4 anos desempregado, curso superior e muita experiência. mas estou indo noutra direção, aproveitar o desemprego para estudar mais, colocação pra "velho" é carreira acadêmica ou então emprego público se conseguimos podemos trabalhar até os 70 sem problemas. Sorte a todos e pensem nisso!
Sérgio , outubro 02, 2013
...
Bom dia.
Estou com quase 45 anos e sou supervisora de atendimento em uma empresa que hoje não tem muita opção, gostaria de aperfeiçoar para conseguir uma vaga melhor, sou tecnóloga em gestão de contact center, o que você me aconselha fazer, qual curso para não ter surpresa por conta da minha idade.
Obrigada
Cilene , setembro 25, 2013
...
Gostei do seu artigo. Infelizmente, na prática não seja tão fácil. Tenho 44 anos. Sou consultora em gestão empresarial e estou desempregada desde novembro do ano passado. Participei recentemente de duas entrevistas e quando me deram o retorno, disseram que a empresa preferiu apostar numa pessoa mais jovem, podendo investir mais no profissional que terá um tempo de vida útil maior dentro da organização. Já não sei mais o que fazer, porque já bati em muitas portas e todas se fecharam para mim. Estou sentindo na pele o que é ter vontade de trabalhar, ser capacitada, possuir energia e não ter oportunidade.
Prescila , agosto 01, 2013
... , Lowly rated comment [Show]
... , Lowly rated comment [Show]
...
eu tenho 48 anos e eu já fui casada por 30 anos e eu trabalhei com meu ex marido por 28 anos e agora que estou separada não consigo trabalho ,eu tenho vários curso e o ensino médio completo ,so que quando vou a uma entrevista sempre as pessoas diz agente liga pra vc e nada nunca liga e já fui a entrevista que eles já dizem logo com sua idade não queremos isso e me deixa muito triste mas eu sei vou conseguir um trabalho sei que sou velha mas eu tenho experiência de vida .
elizabeth silva , julho 10, 2013
...
Tenho 34 anos, há muito tempo doente sem direito a um trabalho e ainda discriminado pelos poderosos chefões, trabalho como"autônomo" eventual se assim que eu posso dizer! Estudo Serviço Social estou no 2°semestre, talvez a única forma seja os concursos, ou quem sabe com mais conhecimento criar uma ONG com alguma parceria pessoal pode ser a saída. É muito bom SONHAR, PERSISTIR, SUPERAR e tenho uma bela certeza nós alcançaremos o SUCESSO! Já ouviu o ditado, A VIDA começa aos 40. Vamos que Vamos!
Maércius Sólos , julho 09, 2013
...
Se não nos dão oportunidade de emprego então temos direito a aposentadoria!!!
Luzia , julho 08, 2013
...
Achei muito interessante seu artigo, gostaria de saber se pode me aconselhar, tenho 42 anos e ainda não me encontrei na minha carreira, fiz faculdade de logística me formei em 2008 e ainda não peguei meu diploma, bom mais isso não vem ao caso todos os empregos que arrumo é somente para trabalhar no serviço braçal ainda não tive a experiência administrativa e isso acho que atrapalha minha carreira, não tenho curso excel avançado que eu sei que é essencial na profissão que eu escolhi, mas sempre me vem uma pergunta como adquirir experiência se as empresas não dão oportunidade resumindo as empresas reclamam que não tem pessoas qualificada para diversos cargos mas elas também não dão oportunidades como resolver está questão.
Quando entrego o meu curriculum fico na dúvida será que é bom por ter curso superior ou falta algo, o que fazer para eu melhorar está questão que me deixa desmotivado achando que nunca vou encontrar um bom emprego, para dar um vida digna e confortável a minha família.
Desde já agradeço pela atenção.
Valdeir de Sales Lima Junior.
... , Lowly rated comment [Show]
... , Lowly rated comment [Show]
...
Eu sou Assistente Social , desempregada pois tenho 44 anos não consigo trabalho a não ser que passe em um concurso mais é muito difícil já fiz alguns me sinto mal com isso pois preciso trabalhar e não consigo . Me formei há um ano e não tenho experiencia na área .è dificilando me sentindo um lixo.
Liliane , maio 23, 2013
... , Lowly rated comment [Show]
... , Lowly rated comment [Show]
...
Boa noite, acabei de completar 40 anos e hoje me vejo em uma situação que antes eu não enxergava , trabalhei nos mais variados empregos operacionais, mas em 2003 eu então com 30 anos de idade voltei a estudar e terminei o ensino médio, depois disso passei por duas gestações e diante dessa realidade com filhos pequenos pra criar e a idade avançando, eu tomei a decisão e entrei na faculdade de pedagogia. Confesso que não me arrependo nem um pouco, pois a área da educação está em crescimento e não posso reclamar de falta de oportunidades. Agora ainda com a obrigatoriedade de crianças serem matriculadas nas escolas a partir dos 4 anos de idade, as vagas vão surgir ainda mais. Estou próxima de concluir o curso e brevemente vou fazer um concurso e se Deus quiser vou conseguir meu lugar ao sol.
neide b. bueno , maio 16, 2013
...
estou aposentado hà um ano e meio tenho 56 anos ,e trabalhei em uma grande empresa aerea , ja sentia essa humilhação de colegas de trabalho mais jovens.
aposentado nãodevia estar trabalhando,devia ser proibido ter aposentado na empresa, como isso machuca a gente ao ouvir.
mas so estamos trabalhando porque ao se aposentar,eles tiram da gente 30% da nossa aposentadoria,fazendo a gente voltar ao mercado de trabalho.
O correto era não trabalhar, mais, mas a realidade é outra na pratica, mesmo assim trabalhei em outras empresas e fui perseguido por funcionarios por inveja de ser aposentado e demitido.
não perdi ha esperança e estou indo a luta porque sou versatil e procuro me informar de tudo ha minha volta.....
...
[url=][img=
]
eu tenho 37 anos e não consegui um emprego até hoje!!!
CINTIA GONZAGA , abril 25, 2013
...
ja que nós depois dos 40 anos estamos velhos para arrumar um emprego digno e muito novos pra se aponsentar o inss não aceita nós se aponsentar então o que vamos fazer .ainda temos que passar por humilhações, não entendo estes empresários não poder dar-nos a chance de termos uma vida digna até chegar o dia em possamos nos aponsentar estou muito revoltada pois tenho 46 anos e muita desanimada com esta vida cruél estou indignada não aceito isso acontecer com as pessoas . não tendo novas oportunidade de emprego este é meu ponto de vista
ana carmen , abril 12, 2013
...
boa tarde, Tenho 44 anos ah 7 anos atras trabalhava como instrumentadora cirúrgica,na época estava com 16 anos de casada, então! meu marido é comerciante e vivia reclamando pela hora que chegava 20 21hs, e ficava me colocando contra parede,que deveria trabalhar com ele, senão ia terminar acabando o nosso casamento, eu como ja tenho trauma de separação,por ser filha de pais separados,então resolvir ceder a vontade dele,dexei meu trabalho e comecei a trabalhar com ele, no começo foi horrível! fui muito humilhada por ele, mas DEUS me deu uma oportunidade de eu trabalhar com ele,mas na filial, ai eu fiquei só, e apreendir tudo , e ele viu que eu tinha competência. Mas agora a filial fechou e ele,nao vai precisar de mim. E ai estou sem chão, devido o tempo que estou parada na minha profissão,devido as coisas agora na area de instrumentação mudou tudo!, e tenho problema de depressão, nao posso de jeito nenhum ficar sem ganhar dinheiro e sem fazer nada, me bate logo uma tristeza, fico me sentindo uma porcaria, e nao sei nemo que colocar para trabalhar,meu marido fala que pra mim nao vai faltar nada, mas ja conheço, realmente faltar nada como: refeição,luxo em casa, diverssão com ele, mas as minhas coisas que vc sabe que mulher gosta de comprar cremes,fazer unhas, cabelo pintar e etc... antigamente qd precisava e pediu, perguntava pra que? e ficava reclamando, então não quero passar mas isso, ele não é mal marido. ,as nao posso passar por isso , estou me sentindo fraca.
JOELMA MARIA , março 27, 2013
...
_OLÁ PESSOAL .LI TODOS OS COMENTARIOS E PERCEBI QUE NO BRASIL AINDA HÁ MUITAS PESSOAS DESEMPREGADAS COM GRADUAÇÃO OU NÃO.NO MEU CASO NUMCA TRABALHEI POR TER QUE FICAR EM CASA CUIDANDO DE FILHOS .SEMPRE QUEM TRABALHOU FOI MEU MARIDO E ME SINTO MUITO MAL COM ISSO .PORQUE SOU MULHER E TENHO DESEJOS DE TER OBJETOS,ROUPAS,SAPATOS NOVOS.E SEM TRABALHO NUMCA VOU TER ISSO ,JÁ CANSADA DISSO RESOLVI FAZER UM CURSO DE PRODUÇÃO DE VESTUARIO NO SEBRAE .FOI MEU ALIVIO COM O CURSO APRENDI DE TUDO QUE UM MICRO EMPRESARIO PODE FAZER PARA COMEÇAR UM NEGOCIO.ESPERO QUE ISSO TENHA AJUDADO ALGUEM .
BÁRBARA SOUZA , março 14, 2013
...
Tenho 39 anos e possuo o 2 grau e desempregada.
Preciso saber aonde me encaixo no mundo administrativo.
Trabalhei por 20 anos em um Banco e nunca gostei de estudar..Perdi o emprego no mes de fevereiro/2013, e estou sem chão...ganhei da empresa R$ 1.041,00 e não sei qual curso fazer.Preciso recomeçar.

não entendo por que ser Jovem é até os 35anos depois disso a pessoa é considerada VELHA.
No meu caso apesar de não ter estudado, possuo dinamismo e inspiração.


BRASIL ACORDA!
andrea , março 12, 2013
...
Meu amigos... tenho 38, trabalho a 20 na mesma empresa... e esse ano comecei a estudar engenharia(um sonho antigo) e vamos ver no que da... tenho receio tmb de um dia a empresa que trabalho me demitir ou deixar de existir... obrigado e sorte a todos!!
Jorge , março 11, 2013
...
Tenho 47 anos e pelo que me lembro o mesmo grau de dificuldade que tenho hoje para conseguir um bom emprego eu também tinha aos 20 anos, hoje talvez pela idade e aos 20 pela falta de experiência. Mas o que me preocupa é que aos 20 eu não tinha compromissos e tinha um pai que me sustentava. Hoje eu tenho 2 filhos de 11 e 7 anos e tenho que trabalhar muito ainda para dar estudo e criá-los até poderem se sustentar sozinhos. Sei que aposentadoria pra mim não vai existir pois meu padrão de vida é alto. Essa sera minha luta agora, s grande dificuldade de se manter em bons empregos.
Marcos Antonio , março 10, 2013
...
tenho 46 anos,sete anos sem trabalhar por motivo de saude[cancer de mama]a poucos dias estava tomando remedios psicotropicos,devido um inicio de depressao.Consegui um trabalho provisorio do qual fez com quer me sentisse totalmente curada,foi ai que descobrir que o que estar faltando na minha vida e um trabalho,para me sentir totalmente feliz.estou prescisando de ajuda!!!
socorro oliveira , março 07, 2013
...
Boa Noite galera , a idade está na atitude tem vida dentro de você, seja gentil, educado, prestativo no seu trabalho que jamais lhe faltará oportunidades seja que idade for eu sou torcedor do glorioso e maior clube das américas o santos futebol clube e adoro futebol , hoje trabalho com futebol aqui perto de campinas, abraços.
SÉRGIO SILVESTRES , fevereiro 26, 2013
...
Muito incentivador e positivo. Concordo com essa visão inovada. Pois os profissionais com mais de 40 anos têm uma vivência de mundo mais ampla, mais segura de decisões, com iniciativas sem precipitações.
jaqueline , fevereiro 20, 2013
...
Completei 40 anos em novembro de 2012 e já sinto que estou sendo excluída do mercado de trabalho. Em dezembro saí de um trabalho temporário para a prefeitura de minha cidade e estou a procura de uma nova oportunidade. Atualmente estou terminando a faculdade de gestão industrial, pois já trabalhei por quatro anos como assistente de diretoria industrial e resolvi me qualificar melhor nisso. Também faço inglês. Mesmo assim, estou sentindo dificuldades. Moro numa região em franco crescimento industrial, em Paraíba do Sul/RJ, bem pertinho de Três Rios, onde estão sendo instaladas várias indústrias, como Nestlé e Latapack-Ball, por exemplo, mas no fundo, não quero aceitar isso como verdade absoluta, porém estou quase certa que não sou chamada, depois de deixar vários currículos, em vários lugares, por causa dos meus 40 anos. O que mais precisarei fazer para provar que sou capaz e qualifica para trabalhar, que não sou velha, que me mantenho atualizada com as novas tecnologias e as uso para melhorar profissionalmente (faço faculdade e inglês via web)?
Mônica Martins , fevereiro 18, 2013
...
Gostei de ler os comentários,colocações e pontos de vista escritos.
tenho 46 anos e mais de 20 anos de experiencia na minha área de formação que é manutenção mecânica diesel e industrial; hoje estou desempregado a procura de me recolocar no mercado de trabalho; e o que tenho notado nas entrevistas que participo é que as pessoas que vem nos entrevistar sempre são jovens entre 20 e 30 anos aproximadamente, que vem com uma lista de exigências pre-determinadas por seu superiores dentre elas uma limitação de idade para ocupação do cargo. isso é triste e lamentável. notei esta situação quando participei de algumas entrevista nas quais no inicio de algumas ja perguntaram minha idade, dai a entrevista seguiu de forma aparente com demosntração da entrevistadora visivelmente de está cumprindo apenas uma tarefa sem fins de resultado positivo, em outras entrevistas em que falei muito das experiencia pessoais e profissionais no inicio e que falamos em idada somente no final da entrevista; observei que a entrevista foi excelente a ponto de achar que a entrevistadora ja iria perguntar quando eu poderia começar a trabalhar; no entanto quando passamos a falar em idade, notei claramente o desinteresse chegando ao ponto da entrevistadora da empresa falar que aquele cargo seria selecionado em entrevistas de duas etapas e que entraria em contato caso eu fosse selecionado para a proxima.
Lamentavel tudo isso mas sou perserverante e desistir jamais, pois quem perde mais do que eu são os empresários que deixam de me contratar por cota deste preconceito idiota qué é o da idade.
Abraços
Pereira , fevereiro 17, 2013
...
Estou desanimada, também, e muito. Trabalhei sete anos nos Correios, mas não gostava, então, sempre que tinha concurso para banco, especialmente a Caixa, eu prestava, na esperança de conseguir. Tenho 49 anos e muita disposição, uma garra quase além dos limites. Nos correios exerci a função de encarregado de valores por um ano, e depois de tres tentativas, passei no último concurso da caixa. Mas depois de dois meses me tiraram, foi agora, dia 18 de janeiro. Ainda estou chocada, sem chão, e só consigo ficar lembrando da primeira conversa que a gerente teve comigo na avaliação, onde ela alegava que eu tinha dificuldade de aprendizado (o que não é verdade porque eles sequer tinham tempo de me ensinar, devido ao grande volume de serviço acumulado que tinham) e que com pessoas de idade fica mais difícil-ela repetiu esta frase tres vezes... A coisa é complicada quando se fala em idade no Brasil, estou muito triste, mas tentando, ainda, lá vou eu para novos concursos, porém a visão é de que, sim, a fila anda e a nós mais velhos resta carregar o mundo nas costas!
Jocélia , fevereiro 03, 2013
...
É extremamente complicado essa situação dos 40 anos, eu tenho 42 anos e literalmente estou desmotivado, correndo atras a nenhuma entrevista sequer me chamam.
Trabalho com Ti a mais de 15 anos no mercado com muita seriedade, e acredite, falos com rapazes de idade dos 22 aos 30 e vejo que eles possuem bem menos experiencia do que eu porque me ligam e perguntam sobre coisas básicas na área de informatica, mas todos eles que enviam currículo são chamados para entrevista e me falam sobre o salario baixo que começam e na verdade o plano de carreira para eles fluem ao longo do tempo, então assim acabo me tornando um funcionário caro com essas informações dadas a uma agencia de emprego da qual fui informado, homens como eu de 40 anos tem outro tipo de objetivo, ser e manter fiel ao seu empregador e passar experiencias aos jovens com dignidade e respeito, isso é lamentável, mas enfim tem que ir a luta, tem que imagina que na pior da hipóteses ainda temos mais 20 anos para viver e vegetar em decorrência do lamentável mercado de trabalho com teorias e ideologias retrógrada, o negocio é ir a luta.
A tecnologia esta a nosso favor e temos que explorar o que o mercado nos oferece e não ter medo de começar de novo, quando eramos novos tinhamos sonhos objetivos, hoje a maioria tem filhos e família, e obrigação sermos exemplos para quem nos cerca e mostrar a eles que a tendencia do mercado é esse para idade ainda mais abaixo, a nao ser que o pensamento do mercado mude.
Eduardo Maximo , janeiro 04, 2013
...
Olá a todos! Li vários comentários e relatos aqui postados, e notei que muitos compartilham com a idéia de que o governo federal deveria criar leis que forçassem ou incentivassem as empresas a contratarem um percentual de colaboradores com mais de 40 anos. Também sou mais um que compartilha desse pensamento. Tenho 46 anos, ainda no mercado de trabalho, porém muito preocupado com o meu futuro, pois fico imaginando as dificulades pelas quais não terei que passar no dia que eu não fizer mais parte do quadro de colaboradores da empresa para qual trabalho. Por mais que continuemos a estudar e nos reciclar, nos manter atualizados, "plugados" nas novas tecnologias,etc, o peso da idade fala mais alto aos olhos dos RHs das empresas.

Não podemos deixar de levar em conta de que a expectativa de vida do povo brasileiro tem crescido cada vez mais. Há 30 anos atrás, uma pessoa na casa dos 40 já era considerada de meia idade, quase velha. Nos dias atuais, definitivamente não podemos ter esse tipo de pensamento. Há pessoas hoje vivendo até os 90 anos ou mais. Temos aí o caso do arquieto Oscar Niemeyer, falecido esses dias aos 105 anos de idade, e invejavelmente ativo e presente dentro dos contextos sociais do país. Como podemos pensar que em pleno século XXI uma pessoa com 40 ou 50 seja velha? Como dizer que uma pessoa nessa idade já deu o que tinha que dar, se é a idade onde nos encontramos no auge da nossa maturidade e experiência?... O que essas pessoas desempregadas ou à procura de uma nova recolocação farão até a hora de sua morte, já que as portas do meio corporativo se fecham pra elas? Já não somos um país de tantos jovens assim. Estamos caminhando pra estatísticas iguais aos da Europa em relação à faixa etária da população.

Entendo perfeitamente que o mundo muda, as pessoas mudam, as idéias mudam, os conceitos mudam, e assim novas perspectivas e caminhos devem ser encontrados. É a famosa e tão proferida palavra nos tempos atuais, "reinventar".
Sim, precisamos em um determinado momento de nossas vidas nos reinventar, deixar o que éramos até então e tornarmos "outro", agirmos diferentemente. Acredito nisso e é baseado nesse pensamento que estou me preparando para os dias que estão por vir.

Por fim, também entendo que a juventude tem o seu fulgor e frescor. Por outro lado, a experiência e bagagem daqueles que já cruzaram os 40 é algo insubstituível e que NUNCA deveria ser esquecido ou posto de lado.
Samuel Soares , dezembro 09, 2012
...
Hoje é meu primeiro dia de desemprego após 18 anos de banco. Sinto uma mistura de felicidade e desespero por não precisar mais BATER METAS ESCATOLÓGICAS DE VENDAS e desespero por não ter mais salário e benefícios, que eram minha motivação. Pretendo estudar para concursos, apesar da enorme demanda.Após ler os relatos neste site, fiquei bastante preocupado.Trabalhei com jovens de 21 anos que pareciam ter 80, no tocante ao humor. Hoje eles ficam 6 meses e pulam fora para novas oportunidades. Sou um cara inovador, cheio de idéias,bastante visão do negócio, mas infelizmente esses empresários desprezam isto. Pra que experiência? Falam tanto em qualidade de atendimento... TUDO BALELA! O jeito é confiar em Deus, ter muita perserverança e fé, para que tudo corra bem. Saúde e sorte a todos!
JORGE , novembro 12, 2012
...
tenho 48 anos estou a procura de trabalho e não consigo mim sinto como se não existisse mim sinto muito triste tenho muita experiencia mais quando vou a uma entrevista so a primeira a ser discartada cuido muito da minha aparencia mais mesmo assim eles mim tratam como se eu fosse uma ivalida e muito triste essa situação sera que nos acima dos 40 não temos mais direito a uma vida digna
maria do carmo , outubro 18, 2012
...
olá,é lamentável que isso vem acontecendo mas, não podemos diante de uma situação dessa, apenas aceitar essa dura realidade,algo deverá ser feito para mudar esse quadro escrever para os dirigentes desse país,e mostrar a eles, que medidas devem ser tomadas e que para chegar aonde chegaram dependeram também de eleitores de mais idades, EU,particularmente ,tenho 54 anos ,estou cursando 2 ano
. de administração, tenho informática enfim muitos. anos de experiencia dentro e fora de uma empresa, pretendo caso esteja viva até lá, cursar direito na minha opinião os empresários contratam menininhas, boa aparencia,corpinho empinado , mas muitos dos jóvens a empresa só tem o trabalho de qualificá-los, oferecendo cursos,etc, assim que eles pegam o certificado do curso que a empresa ofereceu , eles se mandam para outra empresa com o qual eles irão ganhar mais; e ésta só fica com o prejuizo de ter qualificado porisso acho que está mudando esse conceito conheço um senhor que foi chamado para trabalhar com67anos e está indo bem com cargo de confiança devido a responsabilidade . , mas não é facil,como disse JESÚS em su a snta palavra tende bom ãnimo pois eu venci o mundo e vóz também vencereis, tudo posso em Cristo que me fortalece ,ele péga os que não são , para confundir os que são enquanto Deus me der vida , força e saúde ,eu não desisto nunca, sempre procuro me especializar cada vez mais , tenho muitos cursos proficionalizantes, e me sinto como se eu tivesse 17 anos . se não me pegarem para o mercado de trabalho serei uma empreendedora , monto o próprio necócio
que dias melhores virão , pode crer.bjs, ficam com Deus.
shirley simões , setembro 26, 2012
...

Tenho 39 anos, bem vividos, sabios; aonde aprendi que os melhor do que falar , e escutar.
E a primeira vez que torno, digamos de maneira "publica ", que possuo,acho eu , mais de 250 livros, poesia, romances classicos, e muito ligados a historia conteporanea... enfim e vasta minha biblioteca, que ja mal cabe na estante de meu quarto.
Para desafogar minha estante,chego a dar alguns livros, porque como sendo boa literatura... não retornam.
Me dediquei 22 anos no ramo frigorifico,conheço do animal vivo,ao abate de melhor forma, os cortes, e aqui na minha cidade Belo horizonte, meu bom nome ecoa forte.
Em uma recente entrevista de emprego, tinha todas as qualificaçoes, para no cargo, amortizar, os erros, e transformas-los num pay back, para a empresa, sem muito erros. Pois na idade na qual uma senhorita do setor de RH, que me entrevistou mais ou menos 25 anos; eu estava em duas fases, errando e ou aprendendo.
Mas as empresas querem hoje o chamado " supra sumo ", mas que ele tenha 25 anos??? esse profissional existe, mas a proporção para encontra-lo e de um para milhoes.
Não conheço muito o litoral Brasileiro, mas ja visitei todos os estados produtore, MT, GO, MS, PA, RO, Acrescento ai o estado de Minas Gerais, por inteiro.
O que meus olhos ja viram em meu ramo, conheço pouca gente, que a detalhar a voçês... não completaria um numero de uma só mão de meu corpo.

Me desculpem , se estou sendo " soberbo", porque odeio gente soberba e o egoismo que carregam estas pessoas. Mas no meu ramo.. entendo.
Em relaçãoa soberba, a senhorita que me entrevistou, me deixou indgnado, pois havia eu, retornado de uma consultoria , de um frigorifico, que disse ao propietario... não viabilidade de indutrailizar a carne, porque nesta regiao , tem muito abate clandestino, seus concorrentes, não pagam impostos e os abatedouros, nao possuem SIF , ou IMA, o que legaliza uma indsutria frigorifica.
Mas a senhorita do RH, me disse , quando contei do fato....- porque voçê não me ligou ? ( estranho a pergunta , pois a conheci ela naquele momento )
eu perguntei - a senhora entende de carne, apuração cortes bovinos?
- Ela disse, NÃO... mas minha mãe mora nesta cidade??????
Fiquie pasmo... pergunto a voçes, quantos kilos pesa o couro de um boi ? que cortes faço, para aumentar minha venda ? qual a diferença de peso morto e vivo, o que se aproveita do boi, alem da carne??
Sabe... ela trabalha em uma industria frigorifoca, mas não sabe de carne, abate e outros.
Mas não tem a humildade de aceitar isso, tem sim a arogancia, ou a inexeperincia de afirmar que daria solução ao fato!!!!! NÃO DARIA SENHORITA.
Uma vez o comediante Chico Anizio, fou trabalhar nos EUA, depois de um tempo retornou. Pois bem no aeroporto, lhe perguntaram - Chico, como foi a experiencia na AMERICA.
Disse ele : - muito boa, mas o que mais gostei e que meu chefe ; tinha cabelo branco. Desabafou.
Quando vi essa reportagem tinha uns sete anos de idade, e não a esqueço e agradeço ao meu avó, que fazia com que todos se silenciam durante o jornal e acrescenta dizendo:- prste atenção,nos fatos e tire suas conclusoes, tinha eu sete anos e ele me tratava como um adulto, mas aprendi a observar os fatos.
Oscar nyemayer, tem seus 103 anos, e em todo o projeto que faz, coloca os engenheiros novamente a ler seus livros de faculdade, pois aqui em Belo Horizonte, a cidade adiministrativa, tem um edificio, sem pilares, são sustentados por meio de cabos, sem apresentar nehuma suatentação por bases de concreto.
Os engenheiros da obra, deveriam ficar grato por voltarem a raciocinar , nos seus livros,como desenvolver a obra.
Mas coitado do NYEMAYER, esta ""velho"" para muitos, não serve pra nada. Pobre juventudade Y, .
No colegios que estudei, amava as bibliotecas,
Voltei a estudar, em um trabalho de um texto, as pessoas da minha sala, de todas as idades, 25, 19, 30 anos não souberam uma simples interpretação de texo.
Voltei para casa rindo sozinho, por ver uma sala da geração y calada, e o 39 , respondendo.
Respeito, mas essa geração, não vai salvar o mundo, ela vai querer resultados imediatos, querem ficar ricos antes dos trinta, os pisicanistas, vão ter que explicar , vão atedende-los, dizendo " filho, o bill gates, o gerdau, o antonio ermirio de moraes, o steve jobs, warrem Buffet, acordavam cedo as 6 horas e ia trabalhar ,racocinar suas estrategias, em um pedaço de papel..... . Iludiram voçe facilmente , dirão os pisicanalistas.

Desejo a voçês uma otima semana.
RICARDO SALOMÃO , setembro 16, 2012
...
Boa noite . O artigo é muito interessante,com estas palavras bem colocadas acabam de ser uma ótima auto estima . As vezes acho que o problema esta em mim ,por ter certas dificuldades ,que me afeta . Por isso estou procurando documentários que possam esclarecer uma melhor forma de estar procurando o que realmente quero. Porque neste exato momento ainda sinto como um adolescente tentando buscar um caminho para seguir em frente . Mas obrigado!
Jones C. Pierazo , setembro 04, 2012
...

Tenho 39 anos, me considero um "jovem idoso da meia idade" jogado para escanteio, por uma "modinha" do século 21, chamada de "geração Y"! Tentar adquirir experiência só com a teoria, é como tentar matar a fome apenas lendo o cardápio! A tecnologia cria robôs (Y) com a mesma facilidade que extermina artistas e talentosos seres humanos!

#GOOGLE, FACEBOOK, INSTAGRAM, TWITTER, LINKEDIN etc... São alguns dos responsáveis pelo envelhecimento precoce!!!!
Deixando bem claro que, não sou contra o crescimento e evolução!!!!!!

@rai__filho on Twitter
Rai Filho on Facebook
Rai Filho , setembro 04, 2012
...
Estou me sentindo super desanimada, tenho 48 sempre trabalhei. Atualmente trabalho em uma Empresa grande, sou dinâmica, aprendo com facilidade, tenho um bom relacionamento com todos inclusive com as pessoas mais novas, sou alegre sempre disposta, porem meu salário esta bem defasado em relação as outras equipes que trabalham na mesma gerencia que eu, fui pedir um aumento de salário para o meu chefe e para a minha surpresa ele disse que fica mais difícil a Empresa querer investir em mim pois estou com a idade avançada e a Empresa gosta de investir em pessoas mais novas, fiquei triste pois faço o mesmo serviço que as pessoas mais novas e não tenho problema nenhum, estou me sentindo humilhada com esta situação, pessoas que entraram bem depois de mim na empresa estão ganhando bem mais que eu que tenho bem mais experiência.
Um abraço a todos.
Denize , agosto 31, 2012
...
Antes da entrada do Gov,FHC , existia uma lei ,no quala empreabilidade de pessoas com mais de 40 anos em empresas com ou sem experiencia ,dava a mesma beneficios fiscais (impostos) ,empresas que trabalharam com rande sucesso nessa mao deobra foi Banco Real , Votorantim , Johson , entre outras,com grandes exitos,mas a maquina dos governos em querer arrecar cada vez mais , revoou a Lei e obvio a empresa privada nao aplicou mais este incentivo .... parcerias entre Estado e iniciativa privada é que irao mudar este cenario ....ano de eleiçao ...acorda Brasil ..pois muitos destes empregos hj estao indo para as maos e estraneiros , que possuem ingles fluente , educaçao sem custo ,pois o Governo financia e nos que temos que pagar tudo ..ainda temos que paar por isso ...esta na hora tambem de nosso overno fechar as portas ,afinal muitos paises nao concederam vistos ao brasileiros que la queriam trabalhar ...muitos tiveram trabalhos informais em virtude da ilegalidade ...pois estes paises possuem politicas de preservaçao do empreo para seus cidadaos .....Pensem nisso ...um abraço ....
Paty , agosto 24, 2012
...
Boa tarde..ano de eleiçao pessoal ,pensem bem !!! Antes de entrar o Gov. FHC , havia uma lei que estimulava as empresas a empregar pessoas com mais de 40 anos sem experiencia ou com pouco estudo ..o Banco real era uma empresa que possuia apenas um setor para estas pessoas ,essa lei obvio que dava vantagens em impostos as empresas que aderiam ...infelizmente ,ela nao existe mais porque o Gov. federal a epoca cortou todos os beneficios a empresas por causa de arrecadaçao de imposto ,pois bem ,temos um pais rico ,com uma populaçao que nao foi preparada ,ou melhor nao possui condiçoes de estudar ,afinal hj tem que ter enem , cursinho pras fatecs e etc ...e assim os estrangeiros estao ficando com nossos empregos ,por possuirem o inles ,estudo gratuito dado por seu pais e etc.....ACORDEM BRASIL ....ao inves de reclamar ..temos que cobrar ....
Paty , agosto 24, 2012
...
Esse coment vai para a Beth. Em primeiro lugar reveja com urgência seu texto publicado. A palavra MAIS devemos usar quando queremos expressar quantidade. No caso do seu texo você deveria usar MAS que significa porém, entretanto.
Elisângela , agosto 08, 2012
...
Boa tarde!

Bem li alguns relatos, e acredito realmente no potencial de cada um, só tem um porém, uma pessoa com 40 anos ou mais, com ensino médio completo só vai encontrar vaga de serviço e não de emprego, pois operador de call center.... vamos combinar não se pode chamar de emprego e sim de serviço. Serviço esse tão mau remunerado, que duvido que acharei algum relato de um pai ou mãe de família com dois filhos menores, sem pagar aluguem, consiga pagar suas contas e reciclar com esse enormeeeeee. salario. Bem quem tem oportunidade de ter uma pessoa para "arrimar" enquanto tudo acontece tudo bem!.. Mais quero ver alguém assim como eu, mãe, dois menores, sozinha... chegar lá no BRASIL, com esse salário GIGANTESCO QUE SE PAGA EM CALL CENTER. Para quem busca o primeiro emprego tem papai e mamãe para segurar as pontas até concordo. Contudo não desisto, pois desistir é piorar, mais até me dizer que SERVIÇO DE OPERADOR DE TELEMARKETING é EMPREGO....... ah! pelo amor do nosso bom Deus.....
Mais não desistam quarentões ou mais.... a vida é para enfrentar obstáculo, e se deixarmos por conta do governo dos bla bla bla de algumas instituições, nem asilo sobra para nós......

Abraços!...
Beth , agosto 02, 2012
...
ola meu nome e andre tenho 42 anos e tambem estou com dificuldade de consequir emprego sou instalador de linhas telefonica tenho bastante experiencia no ramo mais as empresas so estao pensando so em contratar pessoas mais novas e pensam que os mais novos sao os melhores e é totalmente ao contrario eles nao tem o mesmo comprometimento que nos mais velhos temos e nem a mesma disposição estou muito indignado com tudo isso pois o nosso governo nao nos ajuda de forma nenhuma tenho muita disposição para trabalhar se alguem souber de alguma empresa de telefonia precisando de instalador estou no aguardo fiquem com DEUZ .
andre luiz gomes soares , agosto 01, 2012
...
Tenho 40 anos sou bonita, gostosa talentosa, muito comunicativa e mais importante muito responsavel. Tenho visto que muitos jovens de 20 poucos anos conseguem certos cargos que requer muita responsabilidade e que não estão preparados ou seja, maduros para tal, mas a pessoa lá do RH que a admitiu deve ter um estigma formado em sua cabeça que só a juventude basta para ser um bom profissional, desculpe mas quero desabafar:- quando tinha esses mesmos 20 poucos anos eu me deparei com uma socidade que dava valor aos mais velhos e muitas vezes não tinha a oportunidade como hoje vejo nesses jovens despreparados para assunirem um cargo elevado de responsabilidades. Eu creio que a mudança tem que começar com a turma dos 40, 50, ou até 60 anos , ou seja, vamos reinvindicar nossos direitos como cidadãos não podemos ficar a mercê desse episídio temos que sermos os protagonistas dessa história. Chega de humilhação , vamos a luta!!!!
simone , agosto 01, 2012
...
ESTOU PASSANDO POR ESSA SITUAÇÃO. DESEMPREGADA AOS 42 ANOS, MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM (MINHA FILHA ESTÁ C 7 MESES) E COM TODO GÁS PRA TRABALHAR, CHEIA DE SEGURANÇA E EXPERIÊNCIA E NINGUÉM ME DÁ UMA CHANCE. SEM NEM LER SEU BLOG, FAZ UNS 2 MESES Q DESCOBRI Q A INTERNET E AS REDES SOCIAIS SÃO UM ALIADO P/ CONSEGUIR UM EMPREGO. MAS VEJO Q O PRECONCEITO COM A IDADE PERDURA. BOM, N SABEM O Q ESTÃO PERDENDO!!!
OBRIGADA
ROSÂNIA , julho 25, 2012
...
Olá! Eu sou professor de Ensino Fundamental, tenho 47 anos e estou à procura de uma nova oportunidade de realização profissional, pois a área da educação está bastante defasada em todos os sentidos - estruturalmente e financeiramente. O profissional da Educação estuda muito e ganha muito pouco, sem falar que a grande maioria dos alunos não quer mais aprender nada, infelizmente, além disso o profssional éstá desprestigiado perante a sociedade e as entidades governqamentais. Gostei muito das dicas, no entanto estou querendo sugestões mais realísticas.
...
Concordo com tudo que foi exposto.lamentavelmente no Brasil se você passa dos 40 anos e uma pessoa totalmente discriminada.Não importa quantas Faculdades,MBA"s,Mestrados ou Doutorados você tenha.Não tem valor na hora da contratação.Pois percebo que só resta uma alternativa que são os concursos públicos,desde que não sejam manipulados como cabides de empregos para familiares de políticos;ou quem sabe você virá empresária(o) ou ganha fatalmente na Mega Senna. Realmente é uma vergonha!! Eu gostaria de lembrar que esses profissionais de RH que tanto nos excluem um dia com certeza estarão em nosso lugar.Porque uma coisa é certa a idade chega pra todos , independentemente de raça,cor ou religião... e ai veremos qual é a sensação de não ter um oportunidade e ver suas inúmeras responsabilidades financeiras não serem cumpridas e você acabar na inadimplência.A vida é boa e acreditem pode ser muito cruel e dela nenhum de nos estaremos livre.A questão é você está preparado para se solidarizar pelo seu próximo?
Elaine Molina , julho 17, 2012
...
Falem o que quiser, pensem o que quiser, somente a sua conciencia e' que vai mostrar o caminho, que voce quer percorrer...

Me graduei em 1991, sai do Brasil em 2008 e moro em Londres, e hoje com 45, trabalho no comercio, desde que a empresa iniciou suas atividades, nada interessante, mas a media de idade dos meus colegas sempre foi de 23 anos e ja contei ao menos 30 deles deixando a empresa insatisfeitos ou sem interesse pelo trabalho...eles sempre me deram no maximo 35 anos de idade, sempre confirmei...ahah

Ha muito tempo sonhava com um mestrado no exterior mas nunca imaginei que fosse encontrar as pessoas certas na hora certa... dei o primeiro passo IELTS teste de Ingles, passei, mas ainda nao estava preparado para me inscrever em Universidades por aqui. Mas acreditava, costumava hospedar em minha casa jovens (estudantes de preferencia) do mundo todo atraves do Couchsurfing.org e me mantia informado sobre cursos de posgraduacao.

Bom em Setembro fui aceito em duas Universidades aqui na Inglaterra em areas similares Biocombustiveis e Petroleo, ja dei o primeiro passo e nao quero parar mais, o futuro a Deus pertence (tambem)
Acho que investir em educacao e qualificacao e' o primeiro passo pro sucesso.

Boa sorte e lute sempre.!
Rogerio , julho 12, 2012
...
tenho 47 anos e o ensino medio completo , sou tecnico em equipamentos odontologicos e procuro um emprego fixo e uma boa faixa salarial
josé pereira dos santos , julho 03, 2012
...
A realidade em nosso país parecer ter mudado. Tenho 52 anos e trabalho como operador de telemarketing. Entrei em uma empresa no ano passado, fiquei por oito meses e por razões pessoais pedi demissão. Daí a 9 dias entrei em outra onde me encontro até hoje. Tenho mandado curriculos para outros Rh à procura de salários melhores. Tenho curso superior. Pretendo conciliar os dois empregos, se der. Mas, tenho recebido respostas, telefonemas e emails. Assim somo eu, você tambem pode .
Simone , junho 20, 2012
...
olá para todos. tenho 45 anos, curso superior e pós graduação. Estou fora do mercado de trabalho a aproximadamente 03 anos trabalhando de maneira autonoma. Amo a área de Logística mas não consigo me ver novamente em um processo de seleção concorrendo com canditados mais novos do que eu. Li o artigo e procuro sempre tirar o de melhor...aquela parte do copo com água "MEIO CHEIO". Já tive oportunidade de contratar e de demitir também e sei por exemplo que ao contratar a empresa nos delega grande responsabilidade dai não poder errar. Desta maneira vamos eliminando os candidatos. Começamos pela qualificação conforme a necessidade de politica da empresa contratante e passamos pela IDADE / lingua nativa etc / mas sei que a empresa quando contrata esta investindo em um profissional dai se evitar a contratação deu um candidado , digamos, mais velho. Alguns, realmente com vicios e mesmisses mas outros sim, atualizados ... bom. finalizo... dizendo que gostaria muito de tentar novamente mas estas questoes me "travam" obrigado pelo espaço.
João G S Gomide , junho 18, 2012
...
Oi,sou mais uma na lista...tenho 41 anos e morei fora por 4 anos e meio voltei em dezembro de 2008,gravida e solteira, consegui ficar sem trabalhar por 2 anos,ha um ano e meio estou tentando voltar para o mercado de trabalho,ate ano passado ainda conseguia algumas entrevistas,depois que completei 41 anos,nem entrevistas aparecem mais,como larguei minha faculdade de direito,nao tenho capacitacao.......estou procurando qualquer coisa,mesmo tendo a certeza que o salario,nao vai dar para quase nada.....acho que o ideal seria abrir um negocio,mas nao tenho capital e estudar para concurso requer tempo,sem trabalhar,esta muito dificio...li o comentario acima,achei legal:o que devemos fazer?Nao querem pessoas com mais de 40 anos e so podemos nos aposentar com 60......complicado demais!!!!
Alessandra , junho 11, 2012
...
teno 43 anos sempre tive um corpo de 20 saude total faço exercicos diariamente, tenho bom relacionamentos, nao fumo ,nao bebo apenas social,nem tenho cabelos brancos pra minha idade, meu cunhado é mais novo e tem cabelos brancos!!trabalho como promotor de vendas, tem mais de um mês que estou desempregado, mando email todos os dias pras agencias,mas ninguem me chamam!!
sou um otimo promotor sou criativo no que faço,,e faço com determinaçao,,,mas parece que ninguem liga em me chamar??porque será.
dayton , junho 05, 2012
...
OLHA PESSOAL, O QUE PERCEBO, É QUE O CAMINHO PARA PESOAS ACIMA DOS 35 ANOS QUE SE ENCONTRAM DESEMPREGADAS, É CONTINUAR ESTUDANDO, FAZER UM MESTRADO, DOUTORADO, ENFIM ESTUDAR MUITO E MOSTRAR QUE É CAPAZ DE PUBLICAR INÚMEROS ARTIGOS CIENTÍFICOS, POIS AINDA SIM SE OBSERVA PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS ATÉ COM 80 ANOS. POR FIM OUTRA OPÇÃO É DEBRUÇAR EM LIVROS E PASSAR NUM BOM CONCURSO, PROEGUIÇOSO NÃO VAI VENCER NUNCA! E EMPRESA PRIVADA REALMENTE NÃO CONTRATA EXPERIENTES, ATÉ PELO FATO DE SEREM PESSOAS QUE PARA OS EMPRESÁRIOS ACHAM QUE JÁ ADQUIRIRAM "MANIAS" DE OUTROS EMPREGOS. BOA SORTE A TODOS.
lUCIANA , junho 04, 2012
...
Olá galera da última idade profissional vou deixar aqui uma palavra de coragem a vcs não desista nunca tenho 52 faço tecnico de enfermagem e trabalho como pião de OBRAS é verdade rsrs não estou nem quero me PREocupar com o que virá sei da diferença de idade mas acredito que irei fazer diferença a muitos jovem se formando por formar es ai a questão da qualidade de alquém com compromisso de formação portanto amigos vão enfrente e tenha fé Vitória não é pra quém quer Vitória eé pra quém insiste Vitória eé pra quém NUNCA DESISTE amém abraços Claudio Fidalgo Rio ILha
...
Deveriamos encontrar deputados e senadores e propor.. APOSENTADORIA AOS 45 ANOS.. ninguem nos dá emprego após os 40.. isso é uma realidade brasileira.... entao a aposentadoria deve vir antes,OU.... A LEI OBRIGAR TODAS AS EMPRESAS A TEREM PELO MENOS 50% DOS SEUS FUNCIONARIOS COM MAIS DE 40 ANO

PRONTO
Laura , maio 22, 2012
...
Senhores e Senhoras,
Mudei de profissão aos 50 anos de idade , fui fazer uma faculdade terminei , agora estou fazendo uma pós graduação e vou terminar em nome de JESUS CRISTO, tenho muita fé e sou positivo em tudo que faço ............ desculpe , levante as nádegas da cadeira e vá a luta, deixa para chorar no dia que morrer algum ente querido seu ......... o mercado de trabalho é dinâmico e deseja pessoas dinâmicas.
cesar augusto alves , maio 17, 2012
...
meu recado e para quem esta fora do Brasil e pensa em voltar, meuconselho se voce tem mais de 40 anos e espera conseguir algum trabalho no Brasil, eu falo que e quase impossivel.
Falo ingles e espanhol, fiz cursos e tenho meus certificados em maos. visitei varios lugares a procura de emprego, escolas,hoteis,empresas, e olha aos meus 48 anos eu me cuidei muito, sou super vaidosa,mas em todos os lugares recebi um nao, ai fui pesquisar areas de vendas, e tambem me rejeitaram pela idade, agora depois de alguns meses resolvi retornar aos EUA, eu sei que la nao tem preconceito de idade, as pessoas sao contradas aos 50,60, 70 nao tem nenhum preconceito mesmo.
Entao para quem ainda nao voltou para o Brasil, nao voltem, so mesmo para visitar.
rose , maio 15, 2012
...
Me senti em casa neste site. No ano de 2008 começei processo de tentativa de mudança de trabalho. Não conseguia nenhuma oportunidade, avaliando meu currículo acreditei que precisava dar uma oxigenada nele. No ano de 2009 inicie MBA na minha área Administração, em 2010 conclui o curso e continuei realizando especializações na minha área. Mesmo assim as oportunidades de recolocação não vieram. De 2008 para 2012, já encaminhei inúmeros currículos e nada só fui chamado para entrevista uma vez, e reparei que a entrevistadora ficou um tanto quanto decepcionada quando me viu e verificou a minha idade 46 anos. Tenho certeza infelizmente que apartir dos 40 não adianta muito conhecimento o que importa é o QI, sem ele você não consegue nada no mercado de trabalho. Solução tentar concursos públicos cada vez mais difíceis ou trabalhar por conta própria. É triste mais é verdade.
Félix Leonardo , maio 15, 2012
...
Tenho 48 anos, como inserir no mercado de trabalho.
Nadir , maio 10, 2012
...
Sou graduada em Ciências Contábeis desde 1995, como não estava conseguindo emprego na época, e com duas filhas menores, fiquei trabalhando por conta prória. Em 2002 resolvi fazer um curso de cabeleireiro e comecei a trabalhar até hoje. Ando estressada nessa área, pois a demanda esta muito grande. Gostaria de voltar a estudar, fazer uma pós graduação, pois não tenho o CRC; fazer concursos. Tenho experiência como auxiliar de escritório, supervisora e sou comunicativa. Preciso de uma orientação, como começar, de onde, o que.
Nadir , maio 10, 2012
...
Tenho 4.9 com o corpo de 4.8 ,dois cursos superiores duas Pós, e um tanto de cabelos grisalhos. Em um ano e meio fora do mercado de trabalho fui chamado uma vez para entrevista, quando entrei na sala e cumprimentei a et do RH a primeira coisa que ela olhou foi a cor dos meus cabelos, pensei: to fora, na realidade nem entrei. Não adianta criticar as senhoras dos RH´s pois elas são a imagem da empresa não contratarão nunca, a não ser se o candidato for a indicado por alguem influente na empresa. Em fim sem muita lamentação, para muitos existe a dificuldade do primeiro emprego, e acima dos 40 a tristeza e distanciamento do ultimo emprego, acrecida de depressão, angustia, vergonha e outros coisas.
...
Tenho 46 anos e perdi meu emprego aos 43 . Imediatamente comecei a estudar para concursos públicos e alguns meses depois comecei a ter aprovações. Ainda não consegui o que eu quero, mas tenho colocado os jovens no bolso nas minhas classificações. Quarentões e cinquentões, a única maneira de mostrar o nosso valor é através dos concursos, pois a seleção é nas provas. Não preciso de um chefinho ou chefinha de RH pra me avaliar com essas dinâmicas e entrevistas ridículas que fazem para selecionar candidatos(as). Viva a isonomia, a impessoalidade e a competência!!!
Hiran , abril 26, 2012
...
Rosana, concordo em partes com suas palavras, mais de 300 cv enviados e não ter nenhuma resposta, nem um obrigado. Tenho 2 faculdades, estava fazendo a terceira, experiência e não estou sentado no sofá reclamando, estou lutando com a vida, trabalhando de motorista e instalador de lustre para pagar as contas e comer. Com relação aos babões, esses sim e também muitos gerentes de RH que se acham, muitos tem mais de 40 anos e ficam escolhendo, mas não nos esqueçamos que daqui uns 15 a 20 anos o Brasil também será país de velhos como a europa, onde hoje dão preferência aos mais velhos.
Daniel , abril 24, 2012
...
Pessoas derrotadas é o que mais tem,mais positivos contei nos dedos, me perdoe a franquesa, realmente não ta facil competir, mais espera ai! qual caminho nós quarentões e cinquentões teremos? reclamar ou lutar? murmurar e se lamentar só chama coisa ruim para nossas vidas, se fazer de coitados ou lembrar das pilhas de contas não vai ajudar em nada, mais estudar, procurar novo emprego e até novo salário mesmo que seja mais baixo, se sujeitar a trabalhar até por conta, quem pode vira empresário de multi nacional quem não pode vira empresário de si prórprio vendendo bolo, biscoito, bala, e até roupa em porta e porta, o importante é não desistir e sair de perto de pessoas derrotista, pensem comigo gente? a vida ja é dura, e ficar lamentando?
Injustiça sempre teve e terá, quem sabe não estamos pagando pelos preconceitos que já tivemos tb lá no passado? seja com o negro, seja com o nordestino, seja com o menos favorecido, seja com o que não era graduado? quem de nós algum dia não tivemos preconceitos? quando estamos na ativa com tudo em sima dinheiro pra poder pagar as contas e até uns quebrados para comer uma pizza não enchergamos, depois que passamos na pele nos lamentamos? não estou dizendo que os 40 e 50,60 ou 100 tem que ser punidos pelos seus pecados! jamais!
Mais vamos ser francos? o que vc tem feito para mudar isso? o problema de nós brasileiros(pq me incluo)é que reclamamos das taxas de juros mais não fazemos nada! reclamamos dos impostos ,mais não lutamos por nada! reclamamos de políticos ladrão, mais não fazemos nenhuma passeata! reclamamos das empresas mais não nos unimos e não mandamos para o governo e nem algum movimentos nenhuma carta!
Só ficamos sentados e reclamando da vida um com o outro, é assim e por isso não se muda.pq estes empresários que na maioria são velhuscos babões querem mesmo é ter menininha de 15 a 25 pra ele passar as mãos nos peitos e mostrar para outros empresários que a empresa dele é composta de gente jovem e bonita ,pq na cabeça do velho babão, pessoas de mais idade é feia fisicamente e não tem nada a acrescentar a não ser ele que não tem espelho na casa dele e perdeu os documentos esquecendo assim que é tão velho quanto o outro que ele discrimina, e de contra partida ele coloca na empresa funcionários puxas sacos, que morre de medo de pegar com mais de 40 por temer ele ser mais experiênte e mais sábio que ele, alias será que a gente se tivesse no lugar desse jovem que faz isso não fariamos o mesmo?
Será que vc que reclama hoje aos mais de 40 se tivesse menos de 25 não temeria uma mulher ou homem cheios de experiência, curriculo sem defeitos,e inteligência brilhante? eu confesso que se eu pudesse cortava as pernas dos mesmo!!
Muitos ai dizem que chegou aos 40 se sentindo jovem mais na realidade não é verdade, carregam recalque tristesa ,magoas de ser regeitados, é ruim confesso, até mesmo que sou uma pessoa magoável infelizmente, mais quer saber? empadinhas feita por uma mulher de 40 é mais gostosa do que uma feita por uma de 20,um vendedor de roupas de porta de 40 é melhor do que um vendedor de roupas de 20 alias nem sei se um rapaz de 20 tem coragem de vender roupas já que hoje em dia se vive as custa das mães ate os 30 em fim.
Para se conseguir um bom emprego é preciso:
-Ser positivo
_Sair de perto de pessímistas.
_Conhecer a realidade,mais não se entregar a as derrotas.
_Ser alto confiante
_Segurar na mão de Deus.
_Ir para as entrevistas com um belo sorriso, alegria, nada de cara de quem já vai ser demitido ou que vai sofrer preconceito,ou se sentir inferior pq tem um monte de dependentes dos pais com 25 anos de idade""PELO AMOR DE DEUSS!!""
_Sonhem!sonhem!inventem!Sonhem!
_Mostre humildade e simplicidade, pq assim vcs não assustarão os covardes de 20 que temerão perder o emprego para vcs.
_Ousem!dou um exemplo de ousadia!cheguem na empresa ou mande um imal e digam o que faz, mais não tratem de salário digam a eles dar a vcs o que vcs vale, parece uma humilhação, mais meu amigo fez isso com 55 anos, pediu pra um empresário trabalhar e depois ele veria o quanto valia acreditem! ele esta na empresa até hoje e bem renumerado!
_SE vcs ganhavam 3 mil ou mais sejam humildes pra ganhar 1 quem sabe vcs podem chegar a 5 mil com o tempo?
E por ultimo façam da vida uma pidadae digam pra todos que os chama de senhor e acham vcs velhos, que vcs conhece uma ponte bem alta para eles se jogarem quando chegar aos 35 pq se passar dos 35 pra 100 é um pulo!
rosana cheguei , abril 17, 2012
...
será por causa da aparência ?não vejo outra explicação..
carol , abril 04, 2012
...
existe hoje uma supervalorização da juventude...pessoas muito jovens ocupando cargos sem ter tido nenhuma vivência ...mas o tempo passa rápido e esses mesmos jovens serão rapidamente substituidos..é assim ..vi isso
ba empresa que trabalhava até recentemente..as empresas não estão nem aí em segurar talentos ,somos todos descartáveis..
ca , abril 03, 2012
...
Sou uma mulher que moro de vergonha de dizer a miha idade pq me acho muito velha, tenho 49 anos quase 50 e na instituição onde trabalho ou seja no meu setor minhas colegas são muito jovens e todas me tratam como tia ou mesmo mãe devido ser a mais velha de todas, sei que tenho idade para ser mãe de uma jovem de 30 anos, mais tenho vergonha da minha idade, o que devo fazer para aceitar que ja estou ficando velha, final uma mulher com 49 anos ja dr pra ver que é uma sebhora madura.
alguem , abril 02, 2012
...
tenho 49 anos de idade, sou funcionária pública mais gotaria ainda de consegui um trabalo que tenha um salário melhor.Será que ainda tenho essa oportunidade devido a minha idade.No setor onde trabalho minhas colegas de trbalho são muito jovens, a mais velha tem apenas 28 anos, a mesma eécoordenador do setor e as oprotunidades vejo que só vem para as mais jovens. Eu já tenho quase meio século e ei que uma pessoa com a idade que tenho já é bem mais lenta para algumas situações.Tenho medo de não consegui ago melhor ou seja um salário melhor pra qd me aposentar
mirla , abril 02, 2012
...
é interessante encontrar este espaço onde podemos dalar sobre experiencias que nos vao acontecendo ao longo da vida laboral. Vejo que grande parte dos comentadores vive no Brasil mas acreditem que o problema do desemprego associado à idade também existe nos outros países. Tenho 48 anos e sou portugues, com uma vida profissional de 24 anos na banca tive que emigrar devido ao desemprego. As dificuldades de emprego com esta idade sao imensas. Em portugal é quase impossivel que contratem alguem assim e em Espanha ainda é pior. Os empresários privados estao a despedir e os funcionários publicos sao em excesso. Assim que possibilidades de trabalho nao vejo muitas... ou temos um conhecido que nos ajude ou... muita sorte.
Boa sorte para todos é o que desejo
Joao , março 28, 2012
...
Tenho 52 anos, já enviei muitos cv e não tive retorno de nenhum. Tenho experiência profissional, não fiquei parado no tempo sou formado em Adm, pós graduado e estou cursando Direito, mas o mercado brasileiro, os grande de RH que se acham os donos do mundo falam que não temos mais os brilhos nos olhos, e mais impressionante que os gerentes de RH muitas vezes são pessoas que tem mais de 40 anos. Por este motivo ACORDA BRASIL, ACORDEM VOCÊS EMPRESARIOS, onde os novos adquirem suas experiencias e deixam vocês nas mãos.
Daniel de Souza , março 27, 2012
...
Estava procurando informações sobre algum curso ou área que uma pessoa com 48 anos tenha mais facilidade de ser inserida no mercado de trabalho novamente. Fis Pedagogia terminei há 5 anos , mas mesmo assim não consegui nada na área porque além da experiencia que não possuo tem a idade onde sou sempre barrada. Hoje trabalho por conta com o meu marido , mas não esta fácil.
Rita de Cassia Morais , março 26, 2012
...
Tenho uma imensa mágoa, pois trabalho desde 10anos de idade, na roça, meu sonho era servir o exercito,pois bem, aos 18 consegui, e menos de 1ano fiz curso fui promovido a Cabo,era atirador de elite , do PELOPES,que foi militar conhece,trabalhei em conjunto com o BOP nas falelas em 92, e por lei tive que dar baixa,tentei trabalhar na area de segurança, nao consegui nada, voltei pra roça e passei fome hoje tenho familia e sobrevivo, hoje vejo a noticia que nao vai ter limite de idade pra concurso das forças armada, tudo bem ,o problema e que ja estou com 40, apesar de ter ensino medio,nao tenho preparaçao para concurso, e podem acreditar apesar de nao ter mais treinamento, consigo acertar a boca de uma garrafa a 500metros, e so me dar meu antigo fuzil de longo alcance, mas acho que eu gostaria é de acertar a minha propria cabeça....boa sorte a todos!!
Zé ninguem da silva , março 07, 2012
...
Para Jesus Cristo nada é impossível. Ele nos abre portas onde não existem e na hora certa. É só confiar nele. Bjs
Rosana Putini , março 07, 2012
...
se o governo não incentivar os empresários a contratar pessoas com 40 anos .Então que ele aposenta todos ..porque fome não podemos passar ..
ronilda , fevereiro 29, 2012
...
Lí alguns comentários sobre pessoas acima dos 40 anos com formação outras não e estão desempregadas, como também lí o comentário da sra. Silvia OSSO como se inserir no mercado de trabalho após a idade em questão.
Porém, a sra. Silva OSSO esqueceu de mencionar, que mesmo com todo preparo, experiência que a pessoa tenha após os 40 anos, os empresários, principalmente o brasileiro, não confiam em pessoas acima dessa idade para trabalharem, por acherem que pessoas nesta idade estão sempre doentes, fragilizadas e que não conseguem acompanhar o ritimo da empresa, que ao meu ver é um ledo engano.
O grande problema tá é nos empresários que não acreditam em pessoas acima dos 40 anos, enquanto não houver por parte dos governos Federal, Estadual e Municipal uma campanha de incentivo fiscal para os empregadores, para que eles passem a acreditar no potecial dessas pessoas, elas serão sempre marginalizada, doentes, problemáticas na visão dos empresários.
Sou Elieudo Sergio, Diagramador, há 6 anos procurando emprego, tenho 53 anos, sou sadio, atualizado, tenho conhecimento em vários programas de informática, sou disposto e no entanto quando mando meus currículos e constatam a minha idade, nem sequer chamam para entrevista, justamente por acherem que não vale apena por causa idade, eles desconsideram toda minha experiência.
Por tanto, sinto-me no direito de discordar de alguns pontos do comentário da sra. Silvia OSSO.
Elieudo Sergio , fevereiro 29, 2012
...
estou cursando o curso de serviço social, tenho 49 anos com previsão de concluir em junho de 2012, estou estágiando a um ano na prefeitura e entrei com vários temores a respeito de idade e falta de capacidade, estou me destacando e já trabalhei ao lado de pessoas muito mais novas que eu, espero ter oportunidade no campo de trabalho.
rejane galzo , fevereiro 28, 2012
...
Aposto que D.Silvia OSSO só recruta menores de 35 anos..... vamos mudar isso agora o pais é de maiores de 40 agora e muito em breve maiores de 65 anos transformá-lo (OBrasil) num asilo é??? e quem vai pagar a mamata do INSS????? os jovens?... ah,TÁ!!!!
Nau Pinheiro , fevereiro 27, 2012
...
Manter-se atualizado tem que ser dito aos recrutadores preconceituosos e também na sua maioria das vezes maiores de 40 anos.... que em vez de combater o cliente que só quer jovens até 25 anos com apenas a teoria, aceita como certo essa solictação absurda.....admitam os maiores de 40 anos..precisamos trabalhar e ser cidadão! Vamos para empresas perguntar porque jovens e ponto.!!
Nau Pinheiro , fevereiro 27, 2012
...
Olá pessoal fiquei muito feliz ao encontrar esse espaço !
Estou aqui com meu filho de 12 anos e minha filha de 14,
Estamos vivendo uma destas situações bem difíceis da vida
Tenho 47 anos e estou desempregada, separada, cheia de dividas,
Já tentei muita coisa, enviei currículo p / todo canto. Olha preciso mesmo
De um emprego , moro em SP .
Abraços e boa sorte p/ todos!
Cilmara Cristina , fevereiro 17, 2012
...
sem comentários...
ANGELI MACHADO CARDOSO , fevereiro 17, 2012
...
É extremamente lamentável ler esses depoimentos na qual os más administradores de empresa que hoje infelizmente são os filhos dos empresários, eles não estão preocupados no saber, na experiência que muitos trazem na bagagem, querem só é contratar meninas que nem sabem falar no telefone e sim que, tenham peitinhos, e bubum bonitos para satisfazerem seus próprios prazeres.
Li , fevereiro 17, 2012
...
o pessoal parem de se lamentar, tenho 40 anos 3 filhos sou mãe e tenho 40 anos terminei o supletivo aos 38 sou cozinheira e vou prestar vestibular para direito sei que vai ser dificil ,mas na vida nada é .serão 5 anos para fazer a diferença , ficar parado é que não da boa sorte a todos nós vencedores.
jacqueline da silva , fevereiro 15, 2012
...
Prezada silvia, bom dia, sou auxiliar de enfermagem a 12 anos e consegui entrar no setor pulblico atraves de concurso a 1 ano,por falta condições financeiras e outras não consegui fazer uma faculdade antes, hoje tenho 42 anos e estou tentando uma bolsa de estudos para o curso superior em emfermagem, mas apos ler algumas informações relatadas fiquei em duvida se vale a pena estudar mais cinco anos, tenho conciencia que ja não sou mais uma garotinha, mas uma mulher batalhadoura.
Maria José , fevereiro 06, 2012
... , Lowly rated comment [Show]
...
Pois é pessoal li um bocado de coisa aki, tenho 44 anos e terminei a facul de Ciências Contábeis em dez/2012, ñ pude fazer estágios, só o supervisionado que ñ dá a prática necessária para assumir cargos. Trabalho na area de ADM, e ñ troquei a remuneração que alcançei com 20 anos de experiência e tb por ter filhos pequenos, assím, terminei o curso e só agora posso ingressar na profissão, consegui dispensa do expediente da manhã no trabalho atual para iniciar o exercício da profissão, más estou com dificuldades em encontrar uma oportunidade, apesar de estar a apenas nas últimas três semanas em busca da mesma!!! me sinto feliz em poder dividir essa aflição, abraço a todos.
Rômulo , janeiro 26, 2012
...
Após ler todos os comentários, parei, pensei e fiz uma reflexão sobre a minha pessoa estou cursando a faculdade de matemática em um instituto tecnológico federal de educação, trabalhei 30 anos como policial militar. depois que me aposentei aos 48 anos de idade me sentir deprimido, porém, estou cursando a faculdade pra conquistar uma vaga no mercado de trabalho mas pelo o relato dos colegas as portas já fecharam para minha geração, que pena que experiencia profissional é desprezada em um país que se encontra em escassez de mão de obra. Vou a luta não vou parar.
...
Tenho 41 anos, trabalhando, gerente de Call Center.
Gostaria apenas de lembrar os colegas da mesma faixa etária que o preconceito começa nas nossas cabeças. Se vc achar que a idade é a razão de vc não achar emprego, esta pode ser uma boa desculpa....
Profissional atualizado e confiante tem SIM seu lugar no mercado de trabalho, mesmo depois dos 40 ou 50.
Ednéia , janeiro 23, 2012
...
Esse assunto de falta de empregabilidade para profissionais acima dos 40 ou 50 anos é coisa exclusiva aqui do Brasil. Temos que lembrar que somos um país importador de tecnologias e que não existe nenhum produto brasileiro que seja sonho de consumo para o mundo e por conta disso o fato de se ter mais ou menos experiencia não ajuda em nada, alias atrapalha porque um profissional experiente vai pesar mais na folha de pagamento da empresa do que um sem experiencia que normalmente é mais jovem. Para aqueles ou aquelas que já tiveram a oportunidade de visitar empresas na Europa e Estados Unidos sabem que lá é comum você encontrar um grande contingente de profissionais acima dos 40 e 50 anos, porque nestes países a experiencia dos seus profissionais faz grande diferença para as empresas conseguirem melhores resultados. Não é de se estranhar um país como o Brasil que tem escolas e um sistema de educacional de ensino precário as empresas desprezarem profissionais experientes.
Elias , janeiro 22, 2012
...
Olá a todos!! Fico muito feliz que existam lugares como esse, onde podemos expor nossas experencias. Tenho 40 anos e por opção estou há 4 meses desempregado. A quatro meses atrás voltei de Angola, onde trabalhei por 2 anos na área comercial, assim que cheguei ao Brasil tive oportunidade de trabalho, porém, resolvi tirar uns meses de férias, casei de trabalhar infeliz, buscando apenas realização financeira. Gente!! Chegamos aos 40!! Temos experiencia e maturidade, podemos nos dá ao luxo de escolher. Não podemos sair poraí atirando em tudo que aparece. E nada de querer recuperar o tempo que passou(pois acho que isso só nos causa frustração). Passado é passado, não volta mais. Agora é tempo de ir em frente, fazendo diferente, buscando antes de tudo ser feliz..
Valdivan Moura , janeiro 01, 2012
...
Ola! Li e gostei muito do artigo. Tenho 46 anos estou desempregada a 9 meses,tenho batalhado muito uma vaga, e não consigo em lugar nenhum e quando eu digo lugar nenhum é nenhum mesmo, tenho me candidatado a tudo quanto é tipo de vaga, já não sei mais o que fazer para conseguir trabalho, gente ta muito difícil e sei que passo por isso por ter 46 anos de idade. Tenho boa aparecia, 2º grau completo " técnico de contabilidade",sei trabalhar com Excel,Word enfim etc...; Cadastrei meu currículo em alguns sites, faço parte de redes sociais , tenho vida social ativa, sou alegre, sou bem moderninha, mentalmente falando, mas toda vez que sou chamada para uma entrevista percebo que sou descartada da vaga por causa da idade. Isso é um absurdo , sera que nunca mais vou conseguir trabalhar.
PS: Comigo foram demitidos 276 , porem todos os meus amigos com menos de 40 anos estão empregados.
Marli , dezembro 28, 2011
...
Já senti na pele o que vcs. todos postaram aqui. Aos 40 anos cansei de procurar emprego na minha cidade e acabei concluindo que ninguém contrata mulher com mais de 35 anos. Prestei concurso público, passei e hoje sou funcionária pública (tenho 47 anos). Acho que é a única maneira de entrarmos novamente no mercado de trabalho, pois pelo menos até agora não tem idade limite para fazer concursos (pelo menos alguns)...
Marly , dezembro 27, 2011
... , Lowly rated comment [Show]
...
Tenho 48 anos e estou empregado. É claro que não podemos dizer que após os 40 anos encerramos nossas carreiras, mas com certeza absoluta nossas chances no mercado caem, e muito. Por exemplo, na empresa onde trabalho provei e provo todos os dias ser bom no que faço, e apesar de todo o esforço não tenho mais esperanças em conseguir algo melhor, pois não dão nenhum valor. Não estou parado no tempo não, o ano passado terminei minha faculdade em Administração e estou cursando MBA em Marketing esse ano, além de estar cursando Inglês ... mas infelizmente. nada de terem olhos para mim. Estou tentando em outras empresas, mas parece que meu interesse em estar atualizado e ativo não importa, e não interessa à ninguém...o que mais posso dizer?
VL , dezembro 06, 2011
...
Olá,
Estou impactada com tudo que li. Tenho 48 anos de idade e 28 anos no mercado de trabalho no ramo de contabilidade. Trabalhei em vários escritório de contabilidade, conheci várias pessoas de toda idade.
Resumindo, vejo que existe um certo preconceito a respeito de pessoas que já passaram dos 40 anos, hoje mesmo fui chamada de velha para trabalhar numa empresa de grande porte, mas sabe que eu não fiquei abalada? Só me lembrei que estava ficando madura e que estava no ponto. No ponto sim da experiência e isso me deixa muito feliz, porque a cada dia que passa me sinto mais e mais experiente e como ouvi num depoimento, se estão me rejeitando é porque não estão preparados para suportar o peso da minha experiência.
Posso até não trabalhar lá, porque ficaram de analisar o meu currículo, mas ultimamente os empregos estão batendo na minha porta, por incrível que pareça, porque quem é bom é.
Como disse o Mauricio de Paula a cada dia nós devemos nos reciclar, inovar os nossos conhecimentos e deixar fluir o que tem dentro de nós. Se amar é muito importante.
Um abraço
Ivonete Sousa , novembro 30, 2011
...
Bom dia,
Sou brasileira e vim viver na europa, as coisas aqui estao cada vez mais complicadas, estou pensando seriamente em voltar para o Brasil, mas tenho muito medo, gostaria de sua opiniao.
Tenho 41 anos, sempre trabalhei no Brasil na área de recursos humanos e meu ultimo emprego foi em telemarketing. Aqui na europa trabalho ha muitos anos no sector de supermercado como operadora de caixa, repositora, etc.
Como seria minha volta para o Brasil, vc acha que eles me discriminariam pela idade que tenho,pelo fato de ter trabalhado no estrangeiro em Portugal e Espanha isto me ajudaria em alguma coisa???
Obrigada!
Rosalinda
Rosalinda Goncalves , novembro 25, 2011
...
Eu concordo plenamente ,a idade pesa e muito.Sou enfermeira 11 anos ,agora estou desempregada ;saem milhares de enfermeiras novinhas das faculdades e pronto mais um ano se vai, com as mesmas palavras pode deixar vamos entrar em contato e nada!!! Nada contra as recém-formadas mais a idade ..... Tenho 42 anos ,o negócio e estudar e passar concurso público !!!!!!!!!
Vanessa Paula Fernandes , novembro 22, 2011
...
Gente eu tenho 32 anos,ingressei na faculdade de analise de sistemas aos 26 terminei aos 30 anos,e não estou trabalhando na área,não consegui nenhum estagio,me acham velha,mesmo os estágios pagando R$500,00 R$600,00 não sirvo.
Tenho experiência em outars áreas,mas as empresas não me contratam por não ter trabalhado nunca na área um absurdo.
Renata , novembro 22, 2011
...
Sou uma pequena empresária que chegou cansada aos 40, é possível a quem geriu seu próprio negócio durante 20 anos conseguir uma vaga no mercado de trabalho? Que caminhos devo seguir para isso?Devo persistir no meu comércio, mesmo que eu tenha que diminuí-lo, pois hoje sua despesas estão muito altas o que está inviablizando o negócio? Como conhecer meu nível de empregabilidade? Quais profissionais poderiam me ajudar?
Ana Paula B.F. Perenne , novembro 17, 2011
...
Sou uma jovem de 40 anos desempregada. Muito bom artigo deveria passar para o R.H das empresas. Consegui ser convidada para algumas entrevista porque não informei a idade no currículo, pois os que enviei anteriormente informando a idade não houve contato.
Mas não vou desistir!
Carla , novembro 13, 2011
...
Trabalho com meninos de 18 e 21 anos, e eles não tem a metade da responsabilidade dos mais velhos!!!! Não compreendo porque não dão mais chances para pessoas mais velhas, tenho certeza que em muitos lugares o rendimento seria 10 vezes melhor!!!!
Rosângela Santos , novembro 06, 2011
...
Faço 40 anos amanhã, sempre trabalhei e acredito que as experiencia que tive me tornaram uma pessoa melhor não só na área financeira mas pessoal também.
Não fiz uma graduação quando jovem, me casei cedo tive três filhas, e geralmente a mulher vai esperando pra quando der.
Após quase 20 anos sem estudar passei na Fatec e faço gestão Financeira, uma área que gosto. Me fiz muitas perguntas como se devia arriscar? consiguirei um emprego? serei aceita pela turma? já que são todos muito mais novos que eu, alguns com a idade da minha filha mais velha, hj com 20 anos.
Acredito que o emprego virá, pois percebo que me destaco entre os mais jovens, tenho algumas vantagens que eles não tem, conhecimento, jogo de cintura, felling para alguns assuntos e muito mais segurança que eles, se eu continuar a me atualizar acredito e muito que consiguirei uma boa colocação no mercado. Emprego nunca me faltou, talvez pelo meu perfil, só quero ser reconhecida financeiramente.
Se após os 40 ou em qualquer idade da vida a gente sentar e esperar, com certeza nada virá.
Busquem no fundo do coração a vontade, estamos mais velhos, e tem lá as suas vantagens, mas principalmente estamos vivos.
Edna Ortega , novembro 03, 2011
...
É fato.O mercado de trabalho está fechado para pessoas acima de 45 anos.Quem está trabalhando,tudo bem,não vai ser demitido.Agora,contratar para uma substituição ou incremento de quadro,as empresas não selecionam pessoas acima de 45 anos.É dificílimo.Pode acontecer por indicação ou para um setor que não haja profissionais no mercado.Estou passando por esta situação e já recebi vários "Nãos" que descobri que era por causa da idade.É fácil para alguém que está na ativa dizer que não há preconceito,mas saia no mercado procurando emprego ( se estiver desempregado).
Luiz Claudio , outubro 31, 2011
...
Tenho 55 anos, sou tecnica em contabilidade, tenho curso de Relações Humanas (Ética Profissional) tenho experiência como consultora de vendas, sinto que sou capaz tanto qto. uma pessoa mais jovem.
vinnist@hotmail.com , outubro 30, 2011
...
os 48anos, após criar meus filhos e estar separada de meu marido,fiz o Curso Técnico de Enfermagem,Especialização em Enfermagem do Trabalho e Instrumentação Cirúrgica,que sempre desejei,mas,hoje com 56 anos nunca consegui emprego e continuo costurando para sobreviver,só consegui trabalhar em homecare que geralmente ñ pagam direito e nem depositam o inss q descontam da gente todo mês,sem dizer q não tem nenhum registro e nem beneficios.
Lúcia , outubro 29, 2011
...
Brilho é isso que importa? Sim é isso. Brilho não tem idade, cor ou crédulo. Mas brilhar não é fácil. Ainda mais com as responsabilidades de uma pessoa aos 40 anos, este é o complicador. Talvez não! Começar tudo do zero aos 40 anos é que pode ser complicado. Aos 40 nem li tudo e já estou escrevendo o que eu acho. Fiz isso também nos 20, nos 30 e agora aos 40 acredito que deveria ter lido tudo antes, mas nossas vidas não são assim! Estamos vendo a vida por partes, cada vez mais complexas, menos simples de entender e mais difíceis de viver e ainda achamos que estamos preparando a turma do futuro! Ainda há vida e esperança, mas as empresas estão quebrando e talvez possa viver uma mudança de eixo da participação de mercado para a manutenção da vida. Mas isso, acredito eu, ainda demora. Mas quando acontecer as pessoas de 40 serão mais valorizadas. Pois viver é para os 20 e os 30 mas para manter somente a turma dos 40. Talvez eu esteja falando de sustentabilidade, mas enquanto isso não acontece tenho que me reinventar, reinventar o meu brilho pessoal!
Noronha , outubro 23, 2011
...
Bem, cheguei aos 48 anos, sem ter uma profissão. Abandonei a faculdade de engenharia mecânica há 17 anos atrás, para trabalhar em vendas. O tempo foi passando, eu não voltei a estudar. Em 2008, entrei numa sociedade num comércio, deu tudo errado, fiquei cheio de dívidas e com o nome sujo até hoje. No ano passado pensei em voltar a estudar, retornei à faculdade, mas este ano está difícil e vou ser obrigado a trancar, pois não estou conseguindo pagar. Faço curso técnico mecânico aos sábados, que eu creio que me garantirá uma colocação mais rápida no mercado. Sei da discriminação pela idade, ms não vou desistir, é a minha meta, a área de mecânica, sempre foi, e não vou passar por esta vida sem ver meu sonho realizado, inclusive o da faculdade.
Luiz Vicente de Moraes , outubro 19, 2011
...
tenho 48 anos e procuro emprego...consegui agora ser nomeada em um concurso público e ainda assim ,no dia da apresentação a pessoa que me atendeu me disse que achou que eu ,por causa da idade , não seria aprovada nos exames médicos e se mostrou surpresa,e me disse que eu seria a mais velha a ingressar...achei desnecessários os comentários..mas enfim ,nem me acho velha..sou esperta e tenho ótima saúde..nas creio que,por preconceito, a tal senhora que me atendeu..se pudesse..me barrava..
cristina , outubro 18, 2011
...
Eu sou solidário a todos em seus comentários. Tenho hoje 39 anos e até há um tempo recebia inúmeros contatos e ofertas de emprego, mas percebo que hoje a fonte está secando. Apesar de nunca ter manifestado o interesse em mudar, os contatos que recebia faziam com que eu me sentisse estimulado. Acho que a idade hoje começa a pesar. É duro de admitir, mas começo a sentir o que todos sentem. Eu não me preocupo com a minha idade e ela tampouco me limita, mas é difícil saber que há de fato preconceito. Hoje tenho desejo de ir para uma outra área profissional afim a minha e, depois de algumas tentativas, vejo que não vai ser fácil. Não desisto e persisto e assim será. Mas no final das contas, me pergunto: quem é que manipula e controla esse sistema odioso de seleção e contratação?
P-ca , outubro 15, 2011
...
Tenho 50 anos trabalhei muitos anos com vendas.. de muitas coisas.. depois ingressei em uma faculdade de direito com a esperaça de ter uma profissão definida e que após os 40 anos pudesse ser autonomo. ADVOGADA.

O que eu nao sabia é que eu teria que trabalhar em um escritorio de advocacia durante alguns anos para pegar a pratica que a fac nao fornece. Aí foi o problema, com 44 anos ninguem me deu uma chance.
Tenho a carteira daOAB guardada na gaveta., pois advogar sem experiencia não tem condições...

Laura , outubro 15, 2011
...
Não sei se porque sou otimista mas vejo a situaçao de uma maneira natural, tenho 50 anos, estou trabalhando não me sinto ameaçada embora a empresa admita muitas garotas novas, recem formada, com atributos fisicos que talvez hoje possam me desfavorecer, sempre acabo me resolvendo bem com essa situação, aprendo com eles e eles sempre pedem a minha ajuda e não deixo de atende-los. Fui chamada recentemente pela concorrencia, mais por enquanto não penso em troca. Estive muito doente, precisei de uma longa licença no passado, e quando voltei reconquistei meu lugar com promoçao em 03 meses. Hoje estou afastada depois de um acidente, e os meus superiores não cansam e me ligar pedindo a minha volta. Não sou insubistituivel, mas como não me sinto velha, sempre estou competindo de igual para igual com os meus pares, e olha sou tinhosa, não fico me lamentando, vou pra cima, a empresa que eu trabalho é uma multinaciaonal que valoriza muito novos talentos, mais não me intimido, procuro sempre um novo talento em mim..rsrsrs, mais o que eu gostaria de transmitir é confiança, confiança meus amigos, dê o melhor de si, e em uma entrevista peça a oportunidade de poder mostrar que voce é tão bom ou até poderá se tornar melhor, do que as pessoas com menor idade porque hoje com uma idade madura, voce já tem certeza do que quer, desafie, tente, ninguem tem nada a perder... ouse.
Um abraço a todos e boa sorte.
Marcia , outubro 13, 2011
...
Minha cara Silvia, por mais que eu me apresente em uma Empresa, por mais qualificação que eu tenha, quando observam minha idade, invemtam qualquer coisa. A Empresa, a principo se interessa, precisa urgente, mas quando veem minha documentação 60 anos,(não aparento)invemtam qualquer coisa e olha que não foi nem uma nem quatro Empresas que fizeram isso. Esses fatos me levam a crer que no Brasil, existe ese preconceito. Recenetemente minha Tia que mora nos EUA, tem 80 anos, arrumou um bico da SEARS, de operadora de cameras de Segurança.Oque a Sra. me diz?
Nilson Machado , outubro 11, 2011
...
Estamos fazendo um seminário sobre o assunto,é muito interessante.
Apenas alguns erros de português são críticos nesse artigo.
Obrigado pela ajuda.
Lucas e Fernando , outubro 08, 2011
...
Eu estava lendo o relato dos amigos que passaram dos 40 eu estou com 66 não desisti do meus objetivos já trabalhei em escolas do Governo sou Pedagoga e especialista em Letramendo e práticas de professores da Educação de Jovens e Adultos: o Desenvolvimento de Leitura e escrita de Jovens e Adultos estou envolvida em projetos de EJA e de FIlosófia com criançaspela Universidade a qual me formei UEPA/PARÀ não sou remunerada mas ganho experiência e conhecimentos estou querendo um oportunidade de emprego continuo estudando pretendo fazer mestrado estou trabalhando no Projeto Mais Educaçâo agratificação que recebo não da para pagar minhas conta é mas no sentido de contribuir para uma sociedade melhor, faço concurso minha vontade é voltar para o mercado de trabalho, confio muito no nosso pai maior DEUS.
Maria Edna Rodrigues Pereira Cardoso, 02 de outubro de 2011
...
pois é,só vejo mesmo um caminho: concursos públicos. é a única forma de respeito que tenho encontrado no meu caminho: 45 anos, ex-cantora, formada em filosofia e especialista em psicologia social apenas há 3 anos. Consegui colocação na educação através de concursos públicos, porém, o salário ainda é bem baixo já que não tenho mestrado e não me encontrei na profissão. Enfim, ainda busco, às vezes, penso que é tarde para isso, mas, renovam-se minhas forças e sigo buscando...força a todos!
Suzi , outubro 01, 2011
...
Olá pessoal realmente o nosso país ainda esta muito atrasado, em vários aspectos, samos incentivados a fazermos atividades fisicas , para vivermos mais e melhor, quando na realidade nos falta o essêncial para termos uma vida digna que é o trabalho, todos os dias esbarramos com o preconceito, e nem os governantes nem a midia fazem nada para mudar esse conceito, será que com essa mentalidade , chegaremos a ser um país desenvolvido. Acho pouco provavél e vocês?
vera lucia de souza , setembro 24, 2011
...
Olá pessoal vou terminar o curso de Engenharia Civil com meus 33 anos, porém acho que vou disputar as vagas de emprego com pesssoas muito mais novas.
Eu ao contrário de que muitos pensam sou capaz, tenho sempre a disposição em aprender. Acho que as vagas estão no mercado de trabalho hoje não estão olhando tanto para idade, e sim na disposição de seu CV atualizado, a certas vagas que se mostrar responsável, com experiências sua idade não importará.
Por tanto deixo uma mensagem, não vamos ficar esperando de braços cruzados algo acontecer, levar um não é ter motivos suficientes para lutar e chegar em seu objetivo.
ABRAÇOS A TODOS
Faiana , setembro 22, 2011
...
tenho mais de cinquenta, onde estao os emprego,vaga com salario de 500, 600 não se compra nem sapato nem a roupa que vamos gastar+ passagem.Cursos gratuitos que deveria tem em cada cidade cade em criciuma sc so tem propaganda e predios publico fechado que deveria ter cursos tecnico de secretariado Jardinagem arquitetura, cursos importantes que fariam a diferça
albertina , setembro 19, 2011
...
Olá,
Tenho 39 anos e trabalho como professora no município e na rede particular. Mas muitas vezes os alunos me magoam tanto, que penso logo em mudar de profissão. Não culpo tanto os alunos, mas sim, os pais, que dão tanta liberdade aos seus filhos, que acabam esquecendo de educá-los. Hoje mesmo entrei à procura de emprego para uma mulher de 39 anos, e achei este. Só sei ser professora. Sou formada em Letras e Pós-graduada em artes, Tenho também um curso técnico em contabilidade. Não sei como começar a mudar.
Simone , setembro 15, 2011
...
Gente calma lá!!! o mundo não está perdido não kkk cgegamos aos 40 e dai!!, a motivação deve continuar sim, persistir está fora do mercado de trabalho, se atualise mantenha-se informado existem na internet vários cursos gratuitos vamos fazendo eles e uma dica mantenha-se sempre estudando e reciclando matemática e português ensino básico, médio.
Dado essa dica após estudar se atualizar comece prestando concursos públicos, é isso ai, não passou no primeiro, segundo, terceiro vá tentando, persista uma hora vc consegue, e no caso do serviço público a idade conta a nosso favor, vale até pontos kkkk, eu estou fazendo minha parte depois dos quarentão resolvi estudar kkk, ja me formei em tecnólogo em logística em 2010, estou cursando um Técnico de segurança do trabalho e vou continuar, lembrem-se a vida não seria nada se não fosse as experiências vividas ou boas ou má aprendemos com elas, a "meninada" de hj tem o vigor físico porém ainda não sabem nada kkk tem que aprender com quem??? exatamente com os quarentões, e muitas empresas ja viram isso e estão chamando de volta seus antigos funcionários pois se não a empresa para kkk e vamos a luta não desista nunca.

Renato , setembro 13, 2011
...
Tenho 51 anos nao aguento mais ficar sem trabalhar sou formado em gestao e vendas mas nunca exerci esta funçao.gostaria de ser util em alguma coisa, sei q tenho muita lenha p queimar ainda.
Pedro , setembro 13, 2011
...
Bom, tenho 36 anos e tenho visto um mercado ñ muito fácil para os que ja começam a chegar aos 40. Hj por motivos que ñ diferem da maioria das mulheres que se casaram cedo estou fora do mercado a muito tempo...E penso? Cm vou conseguir um emprego lega com 36 anos, quase 8 sem carteira assinada e mais de 10 sem reciclagem? Hj moro em Portugal cuidando de um sr. de idade e na boa, ñ quero terminar assim. tenho vontade de mais, mas qdo olho para os lados ñ tenho idéia do que seguir...Que profissão? Que mercado? Sei que ñ gosto de estar fechada ou parada...mas e ai? o que seguir? o que buscar? Tens alguma dica? Obrigado!
Michele , setembro 11, 2011
...
entao tenhu 50 anos e quero mudar de cidade fazer algo diferente ...nao sou formada e nao tenhu curso nehum profissionalizante devido a ter ficado casada por muito tempo e sem condiçoes de me aprimorar ...agora solteira quero mudar mais tenhu algumas inseguranças a respeito de trabalho.. e procuro por dicas e gostei muito do que li....mais continuo (digamos com medo) de nao saber sobreviver em minha cidade.... mais ao mesmo tempo quero ir...quero ir mais alemmm do que eu possa imaginar..quero tentar...
zenaide , setembro 08, 2011
...
OLA!!QUE ENGRAÇADO, ACHAVA QUE SO EU ME SENTIA ASSIM...
TENHO 39 ANOS E TRABALHO HA 18 ANOS COMO GERENTE DE LOJA MODA JOVEM, SINTO NECESSIDADE DE FAZER QUALQUER COISA, DES QUE ME FAÇA FELIZ, MAS... ESTOU TÃO ACOSTUMADA COM AQUILO, QUE NÃO CONSIGO ME ENCONTRAR, PRECISO DE UMA DICA, SOCORROOOOOO
EUDOXIA , agosto 30, 2011
...
Tenho 53 anos, experiência profissional na área administrativa e atualmente faço duas faculdades: Psicologia e Biologia, na universidade federal. Estou necessitando trabalhar e fiz vários cursos de atualização e enviei o meu CV para mais de duzentas empresas. Entretanto, não obtive resposta de nenhuma para entrevista. Estou me sentindo tão inútil e deprimida que já deu vontade de abandonar meus cursos e cair na real. Será que vai valer a pena estudar tanto para depois competir as vagas de trabalho com os mais jovens? Estou me sentindo no fundo do poço.
Mariah Dias , agosto 30, 2011
...
Olá Silvia, bom dia!

Sou Engº Agrº e trabalho em uma grande empresa do setor sucroenergético no Brasil há 6 anos. Mas, estou te escrevendo para pedir uma opinião/sugestão para o meu irmão. Ele é 2 anos mais nove que eu, ou seja, agora ele esta com 29 anos e formou-se em Engº Agrº o ano passado pela UFSCAR. Ele não está conseguindo o primeiro emprego, e esta entrando em uma depressão profunda. Por favor, de algumas dicas para ele...eu já tentei de toda a maneira, mas não estou conseguindo.


Muito obrigado!

Guilherme
Guilherme Marengo Ferreira , agosto 13, 2011
...
Prezada Silvia,
Estou tentando fazer minha monografia sobre mercado de trabalho para maturidade . Como está dificil bibliografia, você poderia me indicar alguma?

e-mail :armaranhao@oi.com.br
Ana Paula Maranhão , agosto 08, 2011
...
não é ser pessimista mas a realidade é desanimadora..tenho enviado currículos e tenho até participado de alguns processos seletivos ..coloco a minha idade para evitar surpresas ,mas acho que me chamam somente para fazer número ..as entrevistas não duram nem 10 minutos e dizem que vão entrar em contato e nada..
carla , julho 28, 2011
...
Eu li todos os comentários e quase desanimei. Mas não vou. Quero e preciso voltar ao mercado de trabalho, pois tenho ainda meus filhos precisando de mim e muitos sonhos p realizar. Estou com 43 anos e só o estudo médio completo. Vou fazer direito e depois pretendo ingressar na lista de concurseiros. Pode até demorar, mas sei que vou passar. Não tenho a menor paciência para me sujeitar a instabilidade de um emprego normal, aos petis dos chefes , insegurança de mercado, etc. Pretendo fugir disso e conquistar uma vaga razoável onde eu tenha estabilidade, salário, 13º, férias. Sei que será uma longa caminhada, mas eu penso assim, o tempo vai passar de qquer forma. Se eu fizer esse caminho pelo menos estarei lutando por mim e pelos meus. Se alguém quiser trocar ideias, deixo meu twitter que é @ArleneSLazzari
Arlene , julho 23, 2011
...
Acho uma palhaçada a descriminação por idade, mas infelismente é uma realidade.
Tenho 45 anos anos e a um mes estou fora do mercado.Percebi nesses poucos dias uma rejeição por parte do mercado a profissionais acima do 40.
A rejeição com certeza não está no alto escalão das empresas e sim na "imcompetencia e insegurança das pessoas que estão responsaveis por fazer as contratações.
Com experiencia de 20 anos em gestão de pessoas com certeza teria muito a contribuir com qualquer empresa.
Eduardo. , julho 23, 2011
...
A maior parte dessa molecada não sabe sequer ler e escrever, tenho 51 anos, e acho que o preconceito pela idade é coisa de gente medíocre.
Silvio , julho 22, 2011
...
É incrivel como a historia se repete. Fui profissional por muitos anos, mas com a chegada de meu primeiro filho e mudando de país em país pelo trabalho de meu esposo, decidi me dedicar a familia e deixar a vida empresarial. Hoje os filhos são adolescentes e eu sou microempresaria. Recentemente perdi o ponto da minha loja e estou sem faturamento, ou seja sem salario. Penso em retornar ao mundo corporativo, mas quando vejo estes relatos, me desanimo. Falo 3 idiomas e tenho um MBA na Inglaterra. Estou pensando em fazer um curso de coaching empresarial e aproveitar me incluir em algum networking. Enfim, esperar em Deus.
MH , julho 21, 2011
...
devemos sempre pensar de dar empregos não ser empregado
conheço um sr que vende cascas de bananas e consegue faturar cerca de R$ 1.600.00 paus mes, isso e que chamo
de empreendedor porisso e que devemos sempre aprender a vender e comprar conheço varios formados que são empregados de varios bananas conheço varios politicos semi analfabetos apesar de ser coisa de brasil mas e a realidade. ( abraços )
silvaneto , julho 18, 2011
...
Entrei no site para ler os comentários e me identifiquei muitoooo com todas as pessoas que aqui escreveram...
Eu não vou desistir, mas confesso que aos 41 anos me sinto muito descriminada e fora do mercado.
Espero que Deus me ajude a voltar ao mercado.....
CS , julho 17, 2011
...
Tenho 44 anos, sou Analista de RH. E senti na pele a discriminação dos "após 40 anos", apesar de nunca ter feito tal preconceito. A maior parte das agências de empregos, somente aceitam que o profissional se candidate a alguma vaga mediante um cadastro em seu sistema, onde inevitavelmente seu ano de nascimento vai constar.
Por isso, acredito que por agência, o profisssional realmente terá pouca expectativa de retorno.

Fabiana Jensen , julho 14, 2011
...
entrei aqui para me animar e ocorreu o contrário..esse preconceito é generalizado e por isso mais difícil de combater..se fosse algo que pudesse ser mudado,já ouvi
o famoso "não seencaixa no perfil" ditos por garotos/as de pouca idade...
li , julho 09, 2011
...
sem dúvida é dificil...mas eu consegui passar em 2 concursos e fui nomeada e resolvi assumir ,apesar do sálario ser menor do que ganhava antes...mas pelo menos
vou estar empregada e num emprego estável..nunca mais quero procurar emprego...
cris , julho 06, 2011
...
Olá,
li a maioria dos comentarios e como a maioria não consigo um retorno ao mercado de trabalho tambem.Tenho 43 anos,tres filhos adolescentes,e as coisas não estão nada bem.Sou casada ,e meu marido nunca deixou que eu trabalhasse fora,e sempre vivemos numa humilhaçao danada,dependendo de ajuda.Eu nao retrucava muito porque não tinha quem olhasse meus filhos,e suportava tudo em prol deles.Só que ano passado as coisas apertaram de tal forma que consegui retornar ao mercado como contratada da prefeitura da minha cidade.Tudo estava indo muito bem,até que dispensaram todos os contratados,sem direito a nada.Então comecei tudo de novo,mandando curriculos para todo lado,consegui até algumas entrevistas,mas sempre sou passada para tras por alguma jovenzinha.Aliado a isso tem o meu grau de instruçao ,que é até o segundo grau,pois desde cedo tive que escolher mais trabalho do que estudo para ajudar minha mae,que era solteira e pauperrima.Vi que uma pessoa colocou nos comentarios que temos que ter força de vontade e que não devemos lamentar,concordo com ela,mas as vezes quando se para para pensar e diante de tanta humilhação e contas para pagar ,filhos para sustentar etc,a gente literalmente desmorona e perde o animo.
Mas enfim,existe sim,um DEUS que nos guia,e que embora chateada com tudo isso,me firmo na fé e confiança em dias melhores e sigo lutando por um lugar ao sol.
Sorte para todos e fiquem com Deus.
sil , julho 05, 2011
...
So Deus para nos abençoar e abrir portas porque somos jovens ,se não o governo deveria nos aponsentar ja que os 40toes não serve mas,rsrs
Carla Maria , julho 04, 2011
...
Blá-blá-blá! Depois de verificarem sua idade no currículo, as empresas nem lêm o resto. Não percam mais seu tempo, passem a fazer algo por conta, nem que seja vender flanelas nos semáforos. Meu consolo é que essa corja de "profissionais de recrutamento e seleção" um dia também terá mais de quarenta anos, os que estiverem vivos, claro. E como a única competência que têm é para ficar inventando maneiras de prejudicar os outros para conservarem seus empreguinhos, certamente provarão, um a um, de seus próprios venenos. Conto com isso.
Dennis , julho 02, 2011
...
OI!
Entrei nesse site para me animar e fiquei mais desanimada ainda. Eu já passei pela maioria das situações acima e o pior! Me registrei como contabilista no CRC, para ver se ajudava a conseguir emprego, mas no próprio sine de minha cidade, Teresópolis-RJ, a menina me informou que as empresas preferem homens nesse setor. (e, eu tenho ampla experiência em Escritório de Contabilidade) e, desempregada, não consigo pagar a anuidade do CRC, e já me jogaram até na Justiça. a cobrança continua. Eles não querem saber se eu posso ou não pagar. Querem receber...
Fui criada dentro de um Supermercado, conhecendo desde caixa até Escritório. Há vários supermercados em minha cidade, mas ninguém responde aos meus currículos...
A gente vai ficando deprimida, desanimada e sem coragem de procurar por outros...
Lucia Rezende , junho 27, 2011
...
Passo por isso a uns dois anos. Tenho 46 anos agora e no mês passado participei de um processo seletivo (milagre), fiz todos os testes psicológicos, dinâmicas e passei. Fui para a entrevista creio que respondi a contento pois fui sincera e frisei que a vaga seria um passaporte para entrar na empresa, porque iria me dedicar ao máximo e seguir crescendo, que meu projeto de vida é ser uma excelente gestora.

Fiquei aguardando ser chamada. A função era de Aux. Adm. tarefa que com certeza faria de olhos fechados: atualizada, cursando administração de empresas, IRA (índice de rendimento acadêmico) 9,1. Com conhecimento profundo em informática e bom domínio do português.

Autodidata em alguns assuntos: costumo dizer que o que não sei, aprendo com facilidade. Deficiência: não falo outro idioma mas já estou fazendo curso de inglês e depois farei espanhol. Já trabalhei em Banco, comércio e serviços (fui sócia-gerente de uma empresa de designer gráfico).

No e-mail que me enviaram dizia: Agradecemos sua participação mas outro candidato se adequou melhor ao "perfil da vaga". Que perfil é esse??? domino o word, o excel, e outros programas. Conheço o mecanismo das redes sociais, tenho twitter, blog, facebook, orkut, linkedin.

Faço inúmeros cursos, trabalhos voluntários, tenho submetido trabalhos acadêmicos e são aprovados, tenho um grau de responsabilidade e comprometimento acima da média. Melhor nota da sala, admirada e respeitada por professores, colegas e amigos. No 5º período de Administração e já completei minha carga horária de Horas Complementares. Qual perfil eu me encaixo?

Tenho 2 filhos pequenos (5 e 10 anos) mas em 2008 trabalhei em uma Construtora e nunca faltei um dia, chegava cedo, dava conta do meu serviço e ainda fazia a parte de publicidade da empresa (e-mail marketing, folders (layout e arte final), toda a parte de informática, a função era assistente da diretoria.

Sai por causa da crise e do salário que não estava cobrindo minhas despesas para ir trabalhar, a promessa de aumento de salário (esperei por oito meses) foi prejudicado pela crise dos EUA no mercado imobiliário. O público da Construtora era totalmente estrangeiro e foram os mais afetados. Enquanto jovens encontram desculpas a toda hora, não se comprometem, etc. A idade é apenas na carteira porque sou jovem, tenho aparência de menos idade, dinâmica e moderna.

Sinto-me extremamente capaz, li os comentários acima e me encaixo em muitos deles. As vezes percebo medo nas pessoas de me contratar. Será que acham que vou tomar o lugar delas? Ou tem medo que eu não reconheça a autoridade deles? Quero tanto trabalhar que faria de graça (já faço trab. voluntários para me sentir útil) mas preciso viver e não se vive de brisa.

Hoje ganho a vida trabalhando como designer gráfico free lance mas gostaria mesmo de ter oportunidade de trabalhar em uma grande empresa com cultura adhocrática para realmente utilizar todo o potencial que eu sei que tenho e que ninguém me deixa provar.

Não desanimo nunca. Tenho o que chamam de Resiliência. Dou sempre a volta por cima e continuo tentando. Algo maior que tudo isso existe em meu coração e atende pelo nome de DEUS. Ele me faz reagir e agir, sempre!
celia buarque , junho 09, 2011
...
Quando estava perto de fazer 40 e depois de casamento, divorcio e tudo mais resolvi voltar a estudar para tentar uma colocação melhor no mercado. A princípio tentei vestibular de matemática licenciatura na UFMG que é boa e grátis. É claro que não passei... mas isto foi uma oportunidade para pensar melhor a respeito da minha escolha...eu precisava me formar em uma área em que eu não precisasse competir com gente com a mesma graduação, talvez com alguma experiência e a metade da minha idade, "eu não teria chance". Decidi por Ciências Contábeis, profissional liberal, que para abrir o próprio negócio precisa basicamente de um diploma, uma sala comercial, um computador e muita vontade de trabalhar, ninguém se preocupa com a idade de quem vai fazer a contabilidade de sua empresa só com a competência. Além disso eu já havia feito um curso nesta área e gostei muito. Agora estou no 5 período, adoro o meu curso, minha média é 80% e tentando conseguir um estágio... alguém já viu estagiário com mais de 40 (os anúncios dizem assim "jovens interessados em...) rssss....esta é minha luta atual. Se alguém estiver precisando de estagiária de Contabilidade e não tiver preconceito com relação a minha idade entre em contato, não se esqueça média 80%, o pessoal com menos de 30 anos não consegue esta média, eles preferem butecar de segunda a segunda....eu buteco só nos finais de semana. rsssss
Gláucia , junho 09, 2011
...
Caros colegas o tempo não para! O preconceito sempre existiu e sempre estará presente! Hoje tenho 42 anos enegenheiro mecânico formado a 2 anos(tudo ilusão) e a 23 anos atrás sofria com a dificuldade de ingressar no mercado de trabalho por falta de experiência, hoje tenho experiência e um emprego e um chefe de 25anos arrogante e que me deixa frustado em virtude do preconceito contra funcionários com mais de 35anos, não nos deixam participar de curso, do crescimento da empresa que nós ajudamos a construir, melhorias salariais estamos esquecidos desde o seu emgresso na gerência, por enquanto ainda não nos demetiu sabe-se lá porque? Coitado...Pena que não vou estar perto quando ele aos 40 chegar, esquece que o tempo passa para todos!

Um abraço aos colegas de mente sã e futuros bengaleiros de praça.
José Luiz , junho 05, 2011
...
Realmente, voltar ao mercado não é fácil!
Parei de trabalhar aos 28, depois de 2 empregos, tendo ficado 8 anos no último, onde pedi afastamento para mudança de Estado, eis que o marido fora transferido. Aproveitei e fiz a faculdade de Direito, tinha o sonho de ser Promotora. Mas de lá, fui parar na China, seguindo o marido...Aprimorei meu inglês, aprendi um mandarim de sobrevivência numa faculdade chinesa, e quando já estava me virando em chinês, depois de quase 6 anos, voltamos.
Agora vejo que estou em um limbo.Com um curso que não me deu um ensinamento técnico, por ser muito abrangente, não posso dizer que tenho uma profissão, pois Bel. em Direito não é profissão, certo?
E fazer a prova da Ordem, depois de tantos anos, é quase impossível. Comecei uma Pós a distância na China, e estou terminando o TCC, ou seja, não parei. Adoro computador, e sou capaz de desmontar um para tentar consertar quando tem um problema. Falo e escrevo bem, sei me portar, sou muito ética. Mas tenho 40...Como vender meu peixe ?
Ainda não tenho a resposta, mas tenho a certeza de que, quando alguma porta se abrir, só saio de lá perto dos 70, pois irei trabalhar até matar a vontade, já que não aguento mais ser "dona de casa".
O engraçado é que uma vez me perguntaram qual a área que eu gostaria, e eu respondi: qualquer coisa, seria uma ótima secretária bilingue, trabalharia com hotéis, turismo, agências, advogados, qualquer coisa! Meu marido me olhou e disse: mas tu estudaste Direito, deves seguir essa carreira!
Ah, com a minha vontade, qualquer oportunidade que me oferecerem, eu farei
"direito"!
Iara Bonfiglio , maio 31, 2011
...
A ilusão de ser jovem, é apenas, uma vez na vida. O restante, é sacrifício e muito trabalho. Apesar de tudo isso, o ser humano cultua a beleza como se fosse bonecos de plástico: bem acabado por fora e, totalmente, vazio por dentro! Hoje, nós que lutamos pelas blezas naturais, sem artificialismo de qualquer tipo, estamos sendo categoricamente doscriminados e sem perdão...
Maura Letícia Chillemi , maio 31, 2011
...
Todos os comentários me ajudaram muito hoje. Também vivo como a maioria das mulheres que após os 40 anos buscam reengresso no mercado de trabalho e não conseguem. Só pude terminar a faculdade de Pedagogia e pós-graduação aos 44 anos e sonhava com um emprego. Percebi que no Brasil existe um preconceito sobre as pessoas maduras e logo nós que já criamos filhos, somos boas administradoras e que poderíamos contribuir muito com as empresas.
Não desanimo. Vou estudar mais e ter minha própria empresa.
...
Também sofro o preconceito de estar com 47 anos e precisar trabalhar, e ñ ter oportunidades no mercado de trabalho, ñ tenho formação acadêmica por falta de oportunidade e dinheiro, casei cedo e o meu ex -marido ñ me deixava trabalhar fora, agora depois de 10 anos de divórcio, ainda tenho que trabalhar pra me sustentar, mas como se ñ temos oportunides, eu acho que ainda posso ser útil em algum lugar, mas como vou saber se ñ me dão a oprtunidade de provar isso??? Só quero trabalhar num emprego digno, pra viver , ou sobreviver, obrigada!!!
Elizabeth , maio 25, 2011
...
Nunca na minha vida eu fiquei desempregada. Trabalho desde os 13 anos.
Tenho 2 faculdades, cursos e treinamentos que nem tenho como enumerar, segundo idioma, e pesados 41 anos..
Estou cansada de entregar currículos, mandar emails...
Estou cansada de ir ao posto de atendimento ao trabalhador da minha cidade e ouvir a mesma coisa. "não tem nenhuma vaga disponível para o seu perfil "DONA" "..
Outro dia, eu falei pra atendente bem assim: "Não tem nenhuma vaga aqui em nenhuma empresa da cidade, para uma pessoa que tem faculdade de administração e faculdade de matemática, que tenha segundo idioma, e que tenha mais de 15 anos de experiência na area de vendas, e mais de 5 anos como encarregada de departamento pessoal, registrado em carteira? "
a atendente me respondeu: Então, tem uma vaga aqui de auxiliar de departamento pessoal, mas a exigência é que a pessoa tenha no máximo 25 anos..
Bom... Estamos aí... Eu e muitas outras mulheres de 40.
Temos conciência de termos mais pelo menos, uns 25 anos no mercado de trabalho. Só que o mercado de trabalho, não quer pessoas com experiência.
O mercado de trabalho quer menininhas novinhas, para trabalhar como auxiliar, fazendo serviço de gerência, e ganhando como office boy.
Eu vou contornar essa situação.
Porque eu tenho competência pra isso.
Eu só fico decepcionada com as empresas que não dão valor para a experiência de um funcionário bem qualificado, só porque "ele" não é HOMEM, ou "ela" TEM MAIS DE VINTE ANOS..
Fico por aki.. obrigada pelo espaço.
e... Vamos à luta.. Todas nós.. Mulheres de 40...
Somos Mulheres, Mães, Esposas,.. e Profissionais competentes..
Carla Adriana Conselvan , maio 25, 2011
...
Lamentavelmente, às empresas estão estão perdendo profissionais capazes e dedicados no mercado atual. A faixa etária acima dos 40, 50... são profissionais que já não fazem farras, não chegam atrasados, respeitam à saúde, pratica o jeito moderado de viver, respeitador e tem compromisso em tudo. Trabalho com o Sr. 56 anos, admitido rescente, é dedicado e bom orientador em momentos de decisões. Alem do mais estes maduros, sempre estão atento a cursos que lhes são indicados, sempre sem reprovação.
Carine Ribas , maio 23, 2011
...
tenho 31 anos e estou disposta a terminar o ensino medio e fazer uma faldade de psicologia acho que não e tarde para começar abraços
angela , maio 22, 2011
...
é díficil ser tratado como algo descartável..e essa história de ter que se reciclar e estar antenado com as
novidades ,besteira..informática..deixou de ser novidade
faz tempo..eu sempre usei..se inserir em redes sociais..ai meu pai..até minha vó tem orkut..desculpas..e esses consultores tem que se fazer necessários ,então ficam inventando teorias...averdade é que não há vagas para todos.. até os jovens têm dificuldades para se colocar.as empresas exigem muito e pagam pouco..
mary , maio 19, 2011
...
Que coisa ,e fomos nós que fizemos a história e hoje vamos por ela sendo esquecidos ,mas uma coisa e certa devemos procurar nossos direitos e um deles que desde cedo aprendemos foi o de sermos util ,culpa de um sistema que tira de nos os nossos melhores anos como a uma laranja espremida ,começar aos 40 não é facil mas é preciso ,desculpe se nao adicionei nada ao assunto.
adriano , maio 18, 2011
...
ESSA mulecada é fraca, eles cansam mais do que nós eles não tem força de vontade nem resistência, por isso eles têm medo da esperiência e da concorrencia, hoje estou com 50 anos, Sou técnico em contabilidade, em 2009/2010, fiz quatro vestibulares em institutos federais, passei em todos`, Técnico em Agroindustria,EAD-CAVG-UFPEL,2009/2010(concluido), Bel.Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural EAD-UFRGS 2009/2012(em andamento), Técnico em Biocomustiveis EAD-CAVG/UFPEL 2010/2011(em andamento), e Técnico em Agricultura EAD-IF Farropilha,(em andamento) desafio essa mulecada a fazerem o mesmo,quatro cursos ao mesmo tempo. ha...ja me rematriculei para terminar Bel.em Ciencias Contábeis o qual ja fiz 23 disciplinas, a partir de julho de 2011, por isso eles têm medo da gente, mas não ´preciso de emprego, eles não me contratariam mesmo, eles gostam de cabbeça oca igual a eles,estou Mudando de ramo de atividade, estou montando uma fabrica de produtos alimenticios, conservas, doçes e similares. YES, WE CANT.(B.Obama). MAS A RESERVA DE TERRITÓRIO É GRANDE e COVARDE,NÃO ESQUEÇAM DE EDUCAR ESSA MULECADA. AVISEM ELES QUE ENVELHERERÃO UM DIA.
Elton Pacheco , maio 16, 2011
...
Estou fazendo um TCC sobre A Mulher no mercado de trabalho após os cinquenta anos, já vinha vivenciando essa dificuldade, mas com as pesquisas sedimentei minha idéia que é realmente muito difícil a recolocação para essa faixa-etária. O interessante é que o mercado não está compatível com o orgão público que cada vez mais empurra a idade da aposentadira para frente e o nosso ex-presidente que poderia ter eliminado o fator previdenciário nada fez! Incentivar as empresas para contratar esse público então nem pensar! será que existe pesquisa para quantificar deficientes? e essa faixa etária não será maior já que o país está envelhecendo, então porque não se preocupar em criar incentivo para essa população? esse é um país que não atenta para sua riqueza que são as pessoas experientes, maduras e que ainda têm muito a contribuir.
Heloiza , abril 26, 2011
...
Eu estou muito preocupada e desapontada.Acreditem!Fazem dez anos que estou ouvindo a mesma frase:"você não tem experiência".E acreditem,nunca consegui trabalho por esse motivo.Nessa época eu tinha uns 24 anos,hoje estou com 33 e escuto a mesma coisa,se contar muitos vão dizer que sou uma folgada,mas acreditem,EU TENTEI,porém nunca me deram uma oportunidade.Hoje não sei mais o que fazer,não sei se continuo tentando,estou simplesmente sem rumo,queria voltar a estudar,terminar o 2º grau,fazer faculdade de psicologia,mas pra isso preciso de dinheiro e como vou fazer se nunca me deram uma oportunidade nem pra trabalhar?Eu até fui chamada pra trabalhar numa empresa que trabalha servindo alimentação pras empresas,puxa ralei muito,mas fiquei 2 meses e não passei no contrato e o que mais me dói é que fui sustituída por uma moça que me contaram deois que era super porquinha,não fui eu quem falei,isso dito por outras ex-colegas de trabalho.Então agora estou desorientada,não sei mais o que fazer!Alguém me dê uma orientação onde estou errando,pode falar que sou toda ouvidos.
...
Bom dia Pessoal.
Tenho 43 e acredito em mim. Ora, se não posso ser Psicóloga, vou ser outra coisa, sempre tem trabalho para quem realmente deseja trabalhar e possui sede de saber. Se meu pai, com 70, aprendeu informática, comprou um computador e adooora navegar por qual razão vou desanimar... temos vantagens múltiplas sobre a moçada... eles não são responsáveis e muito menos comprometidos... tenho duas faculdades e cinco pós... e porque não um mestrado? Existem vários cursos gratuitos... Força, fé...
Arlete , abril 21, 2011
...
É porque esta sobrando mão de obra especializada ou não. Hoje tem anúncios para analista, supervisor, pedindo inglês e espanhol fluente e MBA ou pos graduação. Agora o salário não é compativél com as exigências solicitadas.

Para isso melhorar é so com aquecimento do mercado de trabalho, o que não acredito em curto prazo
cris g , abril 20, 2011
...
Olá Silvia! Tenho 36 anos e já estou sentindo o "peso" da idade no mercado de trabalho, pela primeira vez em minha vida, participo de dinâmicas de grupo em que sou a mais velha e com pretensão salarial maior. Não vou dizer que está fácil esta busca, mas acredito que o meu está guardado e que muitas empresas e profissionais valorizam a experiência e a maturidade.

um grande abraço e fica com Deus

Goretti
Goretti , abril 01, 2011
...
Excelente a matéria, mostra que pode vir a ser uma realidade, porém paradigmas existem e leva um tempo para serem quebrados. Eu me formei tecnóloga com 40 anos e fui demitida da empresa que trabalhei por quase 15 anos, a recolocação foi difícil, mas resolvi buscar um desafio novo, iniciei uma nova carreira e digo persistência, garra, auto-estima todos compõem as armas para se manter no mercado, sou autonôma mas, se tiver a chance de reingressar ao mercado não deixo passar, nunca estive tão apta para exercer minha função, as oportunidades são poucas e Q.I. (infelizmente) ainda é uma fator extremamente decisivo para as empresas.
Hoje tenho 44 anos e não deixo de me candidatar às vagas que sejam de meu interesse.






Maria Luisa Surian Lamego , março 31, 2011
...
Acho que temos que olhar sempre pra frente e nunca desistir dos nossos sonhos, superando desafios sempre com DEUS, todo mundo vai ficar velho so temos que procurar que nossos filhos lutem por um Brasil mais justo para essa classe que precisa ser muito mais olhada com muito carinho e amor NUNCA DESISTA!!!!!!!!!!!!
carlos , março 30, 2011
...
Trabalhei uns 9 anos e uma grande empresa.Saí recentemente e estou em busca de nova colocação.Percebo exatamente o que todos estão colocando acima.Passou dos 40,tenho 46,você já não é mais chamado para entrevistas e seu curriculum muitas vezes nem é lido.Pode ser que haja algum setor que estão empregando muito pessoas acima dos 40~,eu não conheço.Assinei um destes sites pagos.Há vagas e sempre envio meu cv, mas nunca sou chamado.Tinha minhas dúvidas se era por causa da idade , mas ,passado algum tempo, já estou convicto disto.
Luiz Claudio , março 28, 2011
... , Lowly rated comment [Show]
...
Há muitos anos atrás, neste país, dizia-se que o Brasil seria o país do futuro, em termos de potência econômica. Mas para que isto realmente acontecesse, haveria de ter uma revolução principalmente na educação, e nos conceitos sociais. A geração de emprego sempre esteve voltada para os jovens, que por descuido de planejamento político, sempre se mostraram despreparados para o mercado de trabalho. Hoje, passados algumas décadas, a realidade é outra, em termos econômicos, mas a mesma em posições políticas, e de infraestrutura social e de combate ao desemprego. As pessoas com mais de 40 anos, e me incluo nesta lista, pois estou com 47 anos, deveriam sim ser mais valorizadas, pois estão muito à frente daqueles que estão batendo à porta para o primeiro emprego. As experiências de vida, como um todo, levam a um designo maior do que qualquer pós graduação. No meu caso, fui obrigado a dar uma guinada em minha vida, por causa de situações que não deram certo, e hoje me vejo fazendo faculdade de engenharia mecânica, estou no 2° período, e sei que irei encontrar portas abertas para um futuro brilhante ainda. Por isto, apesar de todas as dificuldades, apesar do preconceito contra idade, dou incentivo a quem esteja na mesma posição, de ir em frente, com humildade, com honestidade, verdade, e terá também portas abertas.
Luiz Vicente de Moraes , março 22, 2011
...
Li todos os comentários e concordo com as opiniões aqui relatadas, porém estou com 49 anos e trabalho desde 15 anos, já trabalhei em vários empregos diferentes sempre ganhando em média 2 a 3 salários minimos.Ha dois anos tive a oportunidade de voltar a estudar e terminar o segundo grau depois de mais de 25 anos longe da escola por motivos diversos. Agora vou encarar uma faculdade de direito sem medo de ser feliz, sem me preocupar com a idade, não podemos desistir de nossos sonhos, temos de ir a luta sempre, estar sempre atualizados com essa velocidade com que o mundo está mudando já é um bom começo. Abraços a todos e boa sorte.
clovis , março 15, 2011
...
Muito bom o artigo!
Pessoal, que baixo astral, vamos arregaçar as mangas e ir pra luta. , Tenho 56 anos e nunca me faltou trabalho. Tenho carteira assinada desde os 14 anos.
O importante é ter um ótimo astral, ninguém quer ficar perto de pessoas derrotadas, por mais simples sue seja o trabalho se voce fizer com alegria com certeza será notado e tudo vai contribuir para sua ascensão.
Perseverança, fé em Deus, foco e flexibilidade são tudo nesta vida.
Duvido que se estas pessoas que que estão reclamando não ficassem escolhendo trabalho e querendo ´ganhar milhão logo de cara estariam choramingando.
Força pessoal, ergam a cabeça empine o peito e vamos atrás de nossos sonhos e objetivos.
Cristina , março 09, 2011
...
A o ler esses relatos e pura verdade estou com 45 anos e nao consigo nem entrevista, tenho cerca de 20 anos de conhecimento na construção civil e e estou fazendo tec de edificações ,acreditem um diretor e e ngenheiro me disse, se me contrata se ele teria que me dar o lugar dele.ja dei com tanta cara na porta e elaborei tanto currículo que daria para ir ao sol e voltar,vou dizer uma coisa ,das duas uma se eu nao conseguir abrir minha empresa vou trabalhar de gerente do trafico da uma grana violenta , mas com fome nao vou ficar sou formado em administração , olha que melhor lugar vou trabalhar ganhar cerca de cr$ 3.500 por semana e ter todas as regalias ate advogado vou ter vale remédio e demais regalias acho que vou cair direto pelo menos e trabalho ja que o honesto nao me da oportunidade porque sou velho vou usar minha i inteligência, para que da valor ,outra vou morar na colombia numa mansão com muita mulher tambem nao serei obrigado a me drograr,nao vou vender nada so administrar e como uma empresa so isso. receita e despesa
jocelito , março 04, 2011
...
oi, estou digitando com teclado virtual, incompleto. li sobre as diversas situaçoes, me vejo no meio delas. sou formada em economia, mas o trabalho domestico foi prioritario. pouco estive no mercado de trabalho. hoje, as vezes recomeço a estudar pra concurso, ora sim, ora nao. fico com duvidas entao oque fazer, enfim... sei que preciso muito trabalhar, ainda que em ongs.
jane , março 03, 2011
...
As estórias se repetem. O fato é que não existe uma saída simples, uma fórmula mágica. Tenho 45 anos e enfrento a mesma situação. Será que não existe uma ONG voltada para os trabalhadores de nossa faixa etária ?
Celso , março 01, 2011
...
Confuso, contraditório e ingrato. Este é o mercado pra depois dos 40. Você acumula experiência, sabe informática, sabe escrever, sabe tomar decisões...Mas parece que nada disso interessa. O que importa é que vc passou dos 40. É como se ficasse invisível para o mercado de trabalho. Passo o dia na internet procurando vagas que se encaixem com o meu perfil. Envio currículos para todas as faculdades da cidade e tudo que recebo são as respostas automáticas, agradecendo por eu querer fazer parte da empresa. Mas não passa disso. Estou desempregada Há 2 anos e até hoje não fui chamada para uma entrevista. Claro que o desespero já bateu e já estou apelando para as vagas de auxiliar administrativo, e nem assim. É difícil dizer palavras de consolo para os que estão na mesma situação quando me falta pelo menos um pouco de esperança. É ela que dá o brilho no olho, que te faz seguir em frente com alegria e inspiração. Então, até mais e sorte a todos.
Ema , fevereiro 24, 2011
... , Lowly rated comment [Show]
...
Na época da escravidão quem tinha poder pedia pra mostrar os dentes, hj quem tem poder nas mãos pede pra vc mostrar o seu "Currículo".
Que absurdo é o capitalismo.
"Pobres seres humanos, não sabem de onde vêm, não sabem pq existem e nem se preparam para onde sim ou sim vão". O que se esperar de uma raça assim a não ser "Currículos".
Jucelino , fevereiro 23, 2011
...
Meus amigos, falar é fácil mas, na hora da competição, no topo da pirâmide só cabe um. Quem tem C.., tem medo, SE mostramos experiência isso deixa qq chefe inseguro. Não existe anjinho nem bonzinho no mercado de trabalho, é cada um por si e serviço voluntariado pra economizar mão de obra paga.
Jucelino , fevereiro 23, 2011
...
Apesar da maioria dos comentários serem desfavoráveis a idade após os 40 anos,eu não tive dificuldades em conseguir emprego após os 50 anos,pois deixei um cargo de gerente de negócios de uma cooperativa de Crédito o Sicredi,por motivos particulares e mudei para uma capital e dentro de 20 dias estava empregado novamente,como Auditor de um grande Grupo. Acredito que não devemos desesperar, fazer contatos com uma rede de amigos, preparar um bom currículum,demonstrando toda sua experiência e principalmente sendo verdadeiro e otimista,demonstrando em suas entrevistas, segurança, liderança, comprometimento,e principalmente que é uma pessoa que está em constante atualização, disposto a mudanças e a novos desafios, demonstranto sem um indivíduo aberto a novos paradigmas e que quer e precisa trabalhar não só por necessidade mas também porque abraça com prazer aquela nova função.
Adilson Dias dos Santos , fevereiro 22, 2011
...
Tenho quarenta e tres anos, dos quais passei vinte e cinco deles sendo professor de música, lecionando guitarra, violão erudito e popular e contrabaixo. Também nesse tempo toquei na noite fiz shows sem ter alcançado fama. Hoje estou cansado dessa vida de incertezas, é aluno que para no meio do curso, é show que é cancelado etc... . Sou casado a dezesseis anos e tenho uma filha de onze. Estou querendo mudar de ramo, entrar no mercado de trabalho ter carteia assinada, ter direitos trabalhistas como: férias remuneradas, décimo-terceiro salário etc... Porém não tenho esperiência em nada, pois dediquei toda a minha vida a música. Gostaria de ter uma "luz" sobre o que posso fazer nessa questão ou então saber se eu nunca vou ter mesmo uma chance.
...
Hoje uma pessoa de 35 anos já fica díficil uma oportunidade. Talvez porque ela não precise de dinheiro para nada viva de vento. Fazer o que né.


Andréia , fevereiro 11, 2011
...
Acho o mercado de trabalho meio confuso. Primeiro levantam a bandeira da experiência e que é preciso ser inovador e dinâmico e por outro lado não aceitam os maiores de 40 anos que possuem muito mais experiência. Acho isso um contrasenso. Será que um jovem tem mais experiência que os mais maduros e que consegue competir no mercado com eles? Chego a conclusão que eles não estão procurando experiência, mas de custo baixo e só os jovens podem suprir isso. Tenho 48 anos e trabalho a 5 numa empresa como programador. Sou formado em desenho industrial e minha área de atuação são as industrias e de uns anos pra cá, fui percebendo a discriminação e essa jogada e procurei entrar em uma área que é mais atuante que é a informática. Não sei o futuro que me espera.
Juliano , fevereiro 06, 2011
...
Tenho 46 anos. Sou economista, pós-graduado, trabalhei com consultoria nos últimos 14 anos. Por motivos particulares desliguei-me do escritório. Há 1 ano e 3 meses estou procurando emprego, já mandei mais de uma centena de currículos e somente uma vez fui chamado para fazer uma entrevista. As vezes vejo na internet uma vaga onde preencho em 100% os pré-requisitos necessários, então penso logo, agora vai dar certo. Meu coração enche de esperança e crio muitas expectativas. O que acontece? Nada. É isso aí, o preconceito em relação a idade é uma triste realidade no nosso país, não devemos nunca desanimar, levantar a cabeça, lutar e confiar em Deus que tudo vai mudar.
SERGIO , fevereiro 03, 2011
...
Casei aos 20 anos, quando ainda cursava o primeiro ano da faculdade e ja trabalhava em uma empresa ha 3 anos, na qual fiquei por 25 anos. Devido ter engravidado logo no primeiro ano da faculdade, resolvi trancar matricula e voltar assim que o bebe nascesse, mas, infelizmente nao foi como planejei, tive que continuar trabalhando e driblar trabalhos domesticos com o emprego, outros 2 filhos vieram e a necessidade de continuar trabalhando era cada vez maior, nunca mais consegui voltar aos estudos, nao tive apoio de familiares para me ajudar a cuidar dos filhos, entao trabalhei por 25 anos na mesma empresa, visando sempre o conforto e educação para meus filhos. Devido se passarem tantos anos na empresa sem poder me aprimorar, acabei ficando estagnada no mesmo cargo e sempre colocada de lado, pois a empresa sempre contratando pessoas novas e discriminando os velhos da casa, simplesmente sem valor nenhum, acabei me sentindo frustrada profissionalmente, e com a auto-estima muito baixa, me senti completamente incapaz de concorrer com os jovens que entravam com o cargo abaixo e por mim passavam e recebiam promoções por estarem sempre estudando se dedicando a empresa, sinto muito mas eu talvez tenha errado em nao me aperfeiçõar, mas minha necessidade era trabalhar e minha prioridade a familia. Estava muito mal na empresa e tive a oportunidade de trabalhar em um negocio proprio. Com muita coragem pedi para sair da empresa. Mas como sempre fui empregada e nunca empresaria, me dei mal. Hoje estou com 44 anos e ha 2 desempregada. Meus 2 filhos estão formados e trabalhando, o mais novo está no 1º ano do ensino medio, meu marido me incentivou a voltar a estudar, pelo menos para nao ficar tao desatualizada. Vou iniciar um curso de Pedagogia, talvez apenas para preencher o meu tempo e daqui a 3 anos ter uma formação, mas e daí, o que vou fazer depois disso... li aos cometários acima e fiquei mais desanimada ainda. Me arrependo de ter saido da empresa, poderia estar lá e me entupindo de antidepressivos, porque afinal, dentro das empresas somos discriminados, mas pelo menos temos salário, beneficios etc. e fora dela????
Clara SP , fevereiro 02, 2011
...
Tenho 47 anos. Sou Pós graduada e estou desempregada a 1 ano e 6 meses.
Como não consigo nada na minha área estou apelando para serviços com Aux. Administrativo, Op. de TMK e Cobrança. E mesmo assim nada, será os fins dos tempos. Estou começando a me desesperar....
Rosimary Araújo , janeiro 27, 2011
...
Infelizmente todos os depoimentos de discriminação dos profissionais com mais de 40 anos são totalmentes verdadeiros! tenho 47 anos, larga experiência em Recursos Humanos/Departamento Pessoal (20 anos), sou fomada em gestão de recursos humanos, envio curriculos para todas as vagas que se encaixam no meu perfil, pouquissimas vezes sou chamada para participar do processo seletivo, e quando isso acontece sinto que me tratam com descaso, como se eu tivesse lá somente para compor números exigidos da empresa para aquela seleção, mando curriculos pelas vagas anunciadas nos jornais sempre dentro do meu perfil profissional, mais não me chamam, e algumas vezes vejo essas mesmas vagas anunciadas, sairem varias vezes , chamando novamente para que enviem seus curriculos, fico pensando que as empresas dizem que não há profissionais qualificados, não é isso não! existe é a discriminação e muita!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Kelly MANSUR , janeiro 24, 2011
...
COM O BAIXO SALARIO QUE SE GANHA,OS BRASILEIROS MAL SOBREVIVE,MUITOS NAO TEM A POSSIBILIDADE DE POUPAR OU AUMENOS ESTUDAR.QUANDO CHEGA AOS QUARENTA,NEM MESMO PRA FAXINA QUEREM DAR DAR UMA OPORTUNIDADE.
ASSIM COMO NO PRIMEIRO EMPREGO PRECISA TER ONGS E ENCENTIVOS DO GOVERNO PARA QUE ESTE TIPO DE PRECONCEITO POSSA AMENIZAR A REALIDADE PRA ESTA FAIXA ETARIA.
TENHO 42 ANOS TRABALHO COMO OPERADORA DE TELEMARKETING,UNICO SETOR QUE NAO DISCRIMINA,POREM SE GANHA UM SALARIO MINIMO.
...
Acho esse preconceito um atraso em tempos tão "modernos". Essa nova geração dos 40 anos de idade é a mesma geração que vivenciou uma enorme mudança global à partir dos anos 90 (precisamente 1997/1998), com o advento da globalização e a internet. Até os 28 anos de idade vivíamos em mundo estático, onde trabalhar durante anos em uma empresa e ter ao menos o ensino médio (pelo menos no Brasil) eram as regras do mercado. Á partir daí nossas vidas sofreu uma enorme transformação com um mundo cada vez mais dinâmico, competitivo, com menos distâncias e mais conhecimento. Por isso, digo que não houve até hoje uma geração tão preparada para mudanças como essa. Vejo hoje nas faculdades várias pessoas com essa faixa etária e até outras com idade superior, buscando atualização com um compromisso bem superior aos mais jovens. Junta-se a isso a expectativa de vida da população que aumentou em função de melhores condições de saúde e alimentação. É hora mais do certa para recrutadores e empresas se atualizarem também. Aderir a contratação de um profissional com essa faixa etária é agregar a experiência e responsabilidade que a idade conferi com o dinamismo e flexibilidade de um jovem. Ainda que eu pense que um homem ou mulher na faixa dos 50 anos seja um jovem adulto.
Renato , janeiro 18, 2011
...
Tenho 40 anos . Trabalhei na área financeira, hoje estou desempregada.Esta dificil conseguir, fiquei chateada quando uma agencia me ligou e quando perguntou minha idade ela mudou de assunto e não ligou mais.Quem sustenta a casa sou eu, estou ficando preocupada, só Deus para me ajudar.
Adriana , janeiro 16, 2011
...
Pessoal continuem na batalha, tenho 43 anos e preciso fazer alguns comentários sobre o assunto com os amigos. Fiquei desempregado com alguns de vcs mesmo com dua Faculdades tive dificuldades de retornar ao trabalho a 3 anaos atrás. O ambiente de trabalho atual é muito difícil....não acredito mais nestes gurus, literaturas administrativas, consultorias e tudo mais, redes sociais e e tudo o mais, sigo meu instinto onde diz que tenho que trabalhar e pronto...hoje onde trabalho para tudo a molecada quer fazer reunião par discutir determinados assuntos, fazer plasnos de ação, fazer braistorming, não saem o dia todo dos chats, não produzem, só querem se relacionar, encostam ao meu lado ou com outros para conversar o dia todo....sinceramente não sou coaching, não tenho saco para ficar o dia todo passando o que aprendi em uma vida toda...lidero um grupo de manuetnção e serviços gerais, já liderei administração, cobrança, equipes com mais de 400 pessoas em Logística, agora estou trabalhando em Planejamento Logístico e não tenho saco para aturar este momento horrível no ambiente corporativo...pode ser pessimismo meu, mas caros o negócio está horrível...o molecada tem formação, conhece sistemas mas é um bando de desinformados, preguiçosos....Sozinho faço o trabalho de 3 Colaboradores.....não estou mentindo...entro as 8hs e saio umas 21hs sem preguiça, arrebento....e detalhe sigo meu trabalho, gero demanda, gfestiono e não estou nem aí para relacionamentos, pois eles que efetivamnente te derrubam...esta merda que inventaram de redes sociais, descobrem em conversas suas fragilidades, deficiências e aí vc está f....Desculpem o desabafo, mas é isso, lix, é esta palavra para o ambiente de trabalho atual...conformem-se pois é assim e não melhorará....não acredito neste novo formato dentro das Corporações e sei que em algum momento algum guru (desses malditos) que inventam a toda hora modas novas para nos complicar....irá ver que o melhor é quem trabalha de fato.....hoje fala-se em grupo de trabalho, mas imagina minha situação, tenho um grupo com pessoas de 20 a 30 anos....sinceramente não me agrega nada...me viro com sistemas, não preciso ser um Bill Gates....era só isso que poderiam me acrescentar, fora isso, não preciso de ajuad e não tenho saco para ajudar este monte de desorientando que temos hoje no mercado. Tenho minhas convicções, não é um Zé Guru qualquer que me convencerá a mudar....até minha personalidade.....por Deus, sou culto, não caio nessa onda em viver dessas mazelas criadas por quem efetivamente não trabalha......Saibam o que eu vivo hoje....dizem dentro da Cia que a mesma só está funcionando efetivamente porque eu estou lá...este é o maior prêmio gente....e vejo que é verdade...é isso aí...não morram pelo que escrevi pois é pura verdade...sou mais feliz seguindo minhas convicções e não deixei de ser competente....só encontri ajuda em Deus, mais ninguém me interessa.....Deus está mostrando a todos quem sou eu...e é isso que importa...nada mais, meu sustento é Deus que faz com que tudo e onde eu coloque minhas mãoes e a planta dos meus pés prospere...esta é a diferença ter Deus e não ter...fiquem com Deus e boa sorte a todos
Carlos , janeiro 15, 2011
...
a não contratação de pessoas com mais de 40 anos e com experiencia é vista pelos proprios gerentes e diretores como uma ameaça. Em grande parte disso vem os recrutadores e entrevistadores, muita gente despreparada, mais muita gente mesmo, notem que as perguntinhas e testes são sempre os mesmos, passam anos e anos continuam os mesmos. Trabalhei em uma multinacional e não contratavam gente abaixo de 30 anos para area de vendas, eu com 35 anos na epoca e outro com 45 mudamos isso, FOMOS OS MELHORES VENDERORES do BRASIL inteiro, demos uma lição neles, HOJE a media de idade na empresa é de 35 anos, vieram para cá e disseram para eles que o bom seria a juventude pois os mais experientes eram mais resistentes a mudança, HOJE os proprios gerentes que contratam, não existe entrevistadores ou recrutadores na empresa, pois dizem que perderam muito talentos para os concorrentes.
Marco A , dezembro 29, 2010
...
Olá
Sou técnica contábil, comecei a trabalhar com 16 anos em São Paulo trabalhei em metalúrgicas, boas empresas multinacionais americanas, aos 21 anos já era supervisora fiscal, tenho muitos conhecimentos em legislação fiscal/trabalhista e facilidade em entendimento de normas e leis, fui analista contábil, contadora, trabalhei na Brahma, fui gerente etc, fiz faculdade mas faltando um ano da minha graduação em ciências contábeis fiquei grávida de gêmeos e a gravidez foi diagnosticada como de alto risco e eu tranquei a matrícula para voltar após o nascimentos dos filhos mas o tempo passou, as prioridades também não podendo buscar minha graduação superior.
Para começar queria fracionar minha vida em duas partes
- na primeira eu tinha emprego, respeito, dignidade e as pessoas me cumprimentavam me tratavem bem até o carteiro da minha casa colocava as cartas na caixa cuidadosamente;
- 2ª parte eu prataicamente perdí o rumo,o emprego a identidade até meus filhos passaram a me tratar com desdém e as cobranças choveram vertiginosamente e todos e até o carteiro não mais colocou as cartas de cobrança na caixa e passou a jogar no portão ou sobre o mesmo como um presságio de que até ele já não mais se interessava em me trazer aquelas cobranças.
tenho o dinamismo de uma jovem de 30, criatividade e conhecimento atualizado,mas quando me candidato as empresas acha que tudo o que sei e já executei não é mais importante. Fui gestora Administrativa, Financeira, e outros assuntos de alto nível. Não consigo fazê-los continuar acreditando que eu não regredi, que eu não esqueci de meus talentos...
Todo o conhecimento, o know how da empresa é detido por pessoas com mais de 40 anos. Mas parece que isso não tem importancia. Só se fala em juventude, Cadê a novidade que os qualifica a desmerecer os profissionais de mais de 40 anos?
Cadê os "novos" estudos de RH, de gestão, de administração, de finanças?? Nada! Tudo é do meu tempo de faculdade! literalmente igual não vejo nenhuma inovação nenhuma idéia nova e revolucionária que me faça estar feliz por não poder contribuir com a previdência (teto)e saber que nem uma aposentadoria irei conseguir e provavelmente estarei fadada a morrer num corredor do SUS de um hospital público pois meus 25 anos de trabalho não me dão direiro nem a comprar remédios pois ainda não completei o tempo de contribuição e ainda precisarei esperar mais 15 para conseguir um salário mínimo.Existe dias que tenho vontade de não sair da cama, mas penso que é pior e me levanto e vou à luta e ando lembrando que meu último salário em carteira em outubro de 2007 era de R$ 3.900,00 mais benefícios mensal. Nem queiram por um instante viver o que estou vivendo profissionalmente e mentalmente.
Vilma Oliveira , dezembro 25, 2010
...
Olha,li os comentários acima e digo: O mercado discrimina e muito quem tem mais de 40 anos,eu tenho 43 e até de ajudante geral me negaram a vaga. Baita hipocrisia.Tenho formação técnica em eletronica,trabalhei como temporário no ibge como supervisor atualmente estudo direito)estou no 3 ano) por bolsa integral do prouni,mas emprego nada estou tentando algum concurso público ou estagio em orgão público,pois, a´te estágio nessa idade sou descriminado. Enfim tá dificil,mas DEUS vai me abrir alguma porta.Tenho flhos tres preciso trabalhar.
José Ricardo Martins , dezembro 23, 2010
...
Pesoal, estou c/ 39 anos, tive a oportunidade de ingressar em uma multinacional na área de engenharia, tive varios convites para participar de processos seletivos, observei uma pequena mudança para contratação para profissionais desta área pois algumas empresas estavam perdendo produtividade até o profissional sem experiência adequar-se ao mercado, mas realmente existe sim este preconceito, porém se nós refletirmos o que se passou pela nossa cabeça a alguns anos atrás, nós mesmos criamos este "método monstro" de se contratar, pois falávamos que os masi velhos eram mais difíceis de quebrar paradigmas, mas na verdade, apenas não tinham conhecimento suficiente para entender as mudanças, situação que não acontece com muitos profissionais competentes mas maduros que colhem até hoje esta "metodologia de trabalho".
Se os profissionais não mudarem este ciclo vicioso os próximos serão eles que estarão nesta situação.
Roberto Carlos de Morais , dezembro 20, 2010
...
desculpem-me,mas sou péssimo em elaboração de texto, mas achei interessante os comentários sobre o desemprego pós 40,Tenho 48,á 2.5 correndo atrás,sou operador de empilhadeiras
crispim oliveira santos , dezembro 10, 2010
...
Galera, tenho 36 e mo formo em Direito ano que vem. Quer saber? Não liguem para o mercado privado. Vão atrás de carreira pública. Lá não te discriminam por ser mulher, nego, gay ou ter mais de 40. Concursos são isonomicos e as carreiras públicas são as melhores. Tem estabilidade, benefícios, segurança, assistencia médica e férias prêmio.
As empresas não perceberam que quanto mais os liberais desejam um estado mínimo, mais o estado fica forte, com os melhores profissionais e as melhores e mais corretas práticas empregatícias. Dignidade meu amigo. Concurso não é fácil, mas quem quer passa. Basta ter paciencia. Se tem paciencia pra ficar anos levando portada na cara, tem que ter tbm para enfrentar concursos até passar.
E olha, o estado não discrimina, não explora, para direitinho e já superou a eficiencia do mercado privado. Dizer que serviço público é mal administrado é coisa do passado. Os melhores profissionais em todas as áreas do conhecimento, estão trabalhando para o Estado.
Você não acha PHD que cordena cursos ou dá aula nas melhores faculdades do Brasil que esteja trabalhando em multinacional. Estão no estado.
Quanto ao texto de dicas do amigo, discordo veementemente que o indivídio tenha que aprender a trabalhar informal com a empresa, sem vínculo, um bico ou uma terceirização de araque interpondo uma pessoa jurídica. A pessoa já passa dos 40 e ainda tem que precarizar a relaçãod e trabalho? Fim da picada. Bico a gente faz em casa.
Célio , dezembro 09, 2010
...
HMMMM....li a maioria dos comentarios, e tenho 3 GRANDES dicas para essa faixa etaria, dicas que pretendo usar logo logo, e que ja uso, tambem!
Aqui vai: 1.mudar radicalmente de emprego ("esmagar o ego")
2.trabalhar DE casa (sim, e uma ma-ra-vi-lha! :>)
3.se juntar ao negocio de uma outra pessoa (isso requer MUITA sabedoria e maturidade...so aconselhavel em casos extremos ou de alto conhecimento de negocios e da credibilidade de seu/sua parceira)

BOA SORTE, TURMA! E muito sucesso para TODOS voces, de uma quarentona muito feliz!!
Kayla , novembro 30, 2010
...
Tenho 47 anos, sou formado técnico em eletrônica, comecei a trabalhar cedo com meus 13 anos de idade engraxava sapatos de cobradores e motoristas de onibus na zona leste de São Paulo - trabalhei como office boy, aux. de escritório, consegui terminar o segundo grau e técnico em eletrônica apesar das dificuldades financeiras, pois meus meus pais não tinham condições, até para se comprar um caderno não tinha dinheiro, esse fato aconteceu entre os anos de 1984 e 1989 consegui me formar como técnico, já trabalhei em várias empresas de tecnologia, já tive uma pequena assistência técnica de computadores, mais por não ter conhecimentos e estratégias de administração acabei fechando, tentei muito retornar ao mercado de trabalho, mais a barreira é dura mauito difícil, quando se consegue algum trabalho é porque a empresa que está oferenco a vaga tem problemas de rotatividade, salário, baixo, e mesmo assim exigem hora extra, trabalho em final de semana etc., consegui uma bolsa de estudo a três anos a trás na faculdade Unicastlo, abracei a oportunidade, tenho contato com jovens, estou me atualizando, faço cursos, estou elétrico, porém as vezes me sinto em baixo astral e de repente levanto a cabeça e dou a volta por cima pois tenho esposa e três filhos para sustentar, estou no 3º ano do curso de administração de empresas, consegui através do FUNDAP (Consórcio que aplica CONCURSOS PÚBLICOS) para estagiários, o engraçado é que as pessoas descrimam pessoas da nossa idade fazendo estágio com 47 anos, mais eu não estou nem aí, faço estágio num orgão público aqui em São Paulo, na empresa CPTM o salário não é tão bom, mais estou aprendendo e só fato de ter o que fazer, me cinto satisfeito, pois trabalho de dia e estudo a noite e assim vou levando a vida, daqui a uma ano e meio estarei me formando se deus quizer e estarei em busca sempre de oportunidades, pretendo fazer um curso de inglês e excel avançado para anexar ao currículo e estar melhor preparado, como estratégia no meu curso, me dedico com mais afinidade em MARKETING E EMPREENDEDORISMO, pois não sei como será o futuro, mas tenho que estar preparado, já pensei em quando me formar talves montar uma ONG para ajudar pessoas carentes e DESEMPREGADOS EM GERAL, oferendo cursos, ou seja atualizado mais pessoas, gostaria de fazer um trabalho acadêmico focado nesse assunto mais com respalde de alguma empresa, para que essas possa possam ter uma vida digna, EM FIM (DESEJO MUITA SORTE A TODOS, NÃO DESANIMEM, VAMOS FORMAR UMA CORRENTE FORTE, POIS CONFORME COMENTÁRIOS ANTERIORES, TODOS NÓS TEMOS COMER, SER FELIZES E CRIAR NOSSO FILHOS) BOA SORTE A TODOS, ESPERO QUE NO FUTURO POSSA COLABORAR COM MAIS AFINCO, PEÇO TAMBÉM PARA AS PEÇOAS NÃO FICAREM ESPERANDO CAIR DO CÉU, CORRA ATRÁZ.
Roberto Chaves , novembro 26, 2010
...
meu deus, como me identifiquei com os comentários ditos aki.
hoje tenho 43 anos, desempregada e tentando a cada dia me colocar no mercado de trabalho, procuro sempre estar atualizada, tenho curso de técnica de enfermagem, estou sempre estudando, fazendo trabalhos voluntarios, e mesmo assim, não consigo emprego,
não é uma questão de pessimismo e sim de realidade, hoje as escolas técnicas e faculdades soltam no mercado de trabalho a cada 6 meses, milhares de jovens, sem experiencia para o trabalho, e mesmo asim, conseguem trabalho,, pq???? pq são jovens,ao meu ver, as empresas não se preocupam tanto com experiencias e sim com a aparencia, nós vivemos em um mundo hopócrita, ou melhor, em um país hipócrita, que se chama BRASIL.
quando terminei meu curso, tinha 38 anos, hoje me encontro com 43, e paresse mentira, mas nunca consegui entrar no mercado, a não ser como voluntaria, consegui muita experiencia trabalhando de graça nos hospitais, e quando é pra contratar, sempre tem a sobrinha do dono, ou filha da enfermeira que ja trabalha, ou amiga da irmã, sempre mais jovens,
como sou uma jovem com bastante experiencia, mas porem, com mais de 40 anos, e não tendo "padrinho", tenho que me contentar em trabalhar de graça voluntariando para não perder a experiencia e ficar para traz,
em fim, infelizmente hoje o mercado de trabalho é propício aos bem jovens e com "padrinhos", desculpa o meu desabafo, mas no momento estou quase indo vender pasteis na feira, para poder pagar o INSS para o governo, quem sabe eu terei o direito de uma aposentaria de um grande salario mínimo aos 60 ou 65 anos.
janeth , novembro 23, 2010
...
Meu relato não é muito diferente de muitos que li neste site. Hoje tenho 46 anos de idade e com dois cursos superiores incompletos, que assim os deixei por limitações financeiras e por ter tido uma empresa de confecção por quase 20 anos sendo que esta exigia quase que 24 horas do meu dia tornando fisicamente impossível que eu fizesse mais alguma atividade, pois tinha minha casa e minha família também para cuidar. No ano de 2001 fechei a empresa e depois disso nunca mais consegui ingressar no mercado de trabalho com registros formais, somente prestei serviços informais para algumas empresas. Sempre me mantive atualizada porém não consegui continuar os estudos em função de altos custos, desta forma sinto-me à margem de outros trabalhadores pela não conclusão da faculdade e também pela idade que hoje não parece mais ser competitiva no mercado de trabalho. Considero-me uma pessoa capaz, ágil, dinâmica, ou seja apta para desempenhar várias funções porém conforme relatos deixados aqui, em nosso país parece não ter essa lacuna disponível para pessoas com estes históricos.
Eliane, novembro de 2010
Martins , novembro 12, 2010
...
bom dia !

sempre trabalhei por conta própria até tive um comércio mas não aguentei a crise do final dos anos 90 . decidi começar de novo e não esta sendo fácil
meu ramo é competitivo e não tenho como provar que sou um bom trabalhador no setor de restaurante .pois como ja tive um as pessoas desconfiam da minha capacidade . hoje tenho tenho quase 40 anos e noto que pessoas com minha faixa etária são muito dificil de ser contratadas ! o que eu faço ?
como driblar este preconceito ?
erick , outubro 30, 2010
...
Incrivel, voces existem mesmo...rsrsrrs. Poxa pessoal busco nesta internet minha tribo a muito tempo, as pessoas não falam de nós jovens de 40,50, falam de pessoas da terceira idade, mas e nós que idade temos??? Sou formada, tenho experiencia em RH e DP mais de 20 anos, ja fui gerente administrativa financeira e bla bla bla, sei que meu CV é muito bom, mas sei que minha idade é muito ruim. Pasmem!!!! encontrei no buscador do google muita coisa para nós, mas não no Brasil, mas fora daqui. Somos os esquecidos e com tudo isso aprendo mais sobre a mente deste povo, preconceito até na familia. Outro dia ao falar a respeito, uma cunhada que tem salão de cabeleleira (nada contra) disse que não me contrataria pois era capaz de passar o mouse na tela do PC, eu vou falar o que para ela. Não temos convivencia, não sabe quem eu sou, o que quero para onde vou e tambem não se interessa. Gente vamos acordar, temos que falar, temos que buscar uma solução para isso. Vamos nos unir povo.
Maria de Oliveia Maia , outubro 06, 2010
...
Eu tenho 45 anos..as experiencias que tenho em carteira são ótimas, sou formada em contabilidade, tenho 5 anos de Auxiliar Administrativo, 5 anos de Operadora de Caixa, varios de Conferente em distribuidora de remédios, e tambem ja atuei na aréa de Auxiliar de Laboratório em Usina de Alcool, soltei diversos curriculuns , mas creio que divido a minha idade não sou chamada nem para entrevista e quando sou sempre ouço a mesma coisa fique no aguardo da nossa ligação e faz tres anos que estou fora do mercado de trabalho, me ajudem o que devo fazer? assim como varias pessoas aqui eu tambem preciso muito trabalhar para ajudar no orçamento da minha casa, desde ja agradeço e estarei no aguardo de uma resposta.Bom dia.
Neiva , setembro 28, 2010
...
estou com 48 anos e a 2 anos fora do mercado de trabalho, tenho distribuido curriculum inclusive em alguns entreguei de minha filha de 20 anos, empresas tem entrado em contato para ela, porém eu até a presente data não recebi nenhum contatos. Acredito que devido minha idade não tenho conseguido me reengressar no mercado de trabalho, mesmo com a bagagem profissional existente.
rita , setembro 28, 2010
...
Tenho 40 anos, sou formada em Administração de Empresas desde 1995, fiz pós em RH em 2008. Gosta da área de RH, mas nunca trabalhei com RH.
Estou planejando fazer nova faculdade de Psicologia, pois percebo que os profissionais mais procurados para RH, são os Psicólogos. Será que poderei ingressar neste setor mesmo depois de me formar, já com 46 anos?
O mercado para o Psicólogo tem sido bom? E a área de Psicologia da Família no caso de conciliação (área jurídica)?
Josiete , setembro 08, 2010
...
Boa noite, tenho 35 anos, formada em ADM. de Empresas, trabalhei mtos anos na area bancaria, depois fui p a area industrial(logistica/comercial), enfim, sempre tive meu trabalho sempre direcionado a relacao pessoal. Gosto muito de trabalhar com pessoas, estou fora do mercado de trabalho a 2 anos e meio, por nao estar morando no Brasil. Atualmente moro na Belgica, e digo a voces,aqui é incrivel como as pessoas realmente nao se interessam com o fator idade, cada dia q vou a uma loja, digo, grandes lojas de departamentos ou de grife, supermercados, empresas de servicos, me deparo com pessoas q aparentemente tem mais de 40, mas estao la super empregadas, outra coisa muito interessante, NAO HA PRECONCEITO COM O ESTILO PESSOAL, um ex simples, qdo vou ao Carrefour, fico olhando os atendendes de percing, tatuados, cabelos coloridos, dreads, unhas coloridas, sao so alguns pequenos exemplos. Voltando ao assunto, tenho olhado alguns cursos p me atualizar tanto no Brasil qto aqui em Bruxelas, e estou muito confiante que quando eu voltar ao Brasil, conseguirei me recolocar no mercado com facilidade.Claro com mto esforco da minha parte tb, alem de trabalhar o dia inteiro, faco ingles e frances a noite e ainda cuido de casa e do marido. Entao pessoal, mesmo com todas as dificuldades, nao desistam. Espero que com tantas vindas do Lula à Europa ele possa passar ao seu sucessor um pouco do que tem aprendido e visto aqui. BOA SORTE A TODOS
Elaine Cristina Loureiro , agosto 23, 2010
...
tenho 43 anos e me sinto fora do mercado de trabalho, passe uma parte de minha vida trabalhando por conta própria só tenho 6 meses de registro em carteira e isso está me trazendo uma grande dificuldade não sei qual é o pio é falta de experiência ou porte ter passado dos 40 trabalho a 17 anos com venda ao que fui estudar para ingressar no mercado só que moro em uma cidade onde os empresários tem uma visão pequena sinto que não querem pessoas com nível superior parece que é uma ameaça para eles sou formada em Rh tenho todo o conhecimento de contratação e parece que sou uma ameça sei lá vivo me perguntando quais dos três pontos está pesando mais para queeu seja contratada?
Elizabeth , agosto 14, 2010
...
Estou com quase 40 anos,deixei minha vida profissional de lado ,a o casar e ter filhos,arrependo-me um pouco ,pois agora estou mais velha e amedrontada de seguir adiante ,sinto-me com muita capacidade,com muito gas como dizem por aí,mas quando vou procurar emprego,vejo a cara das pessoas no caso os empregadores,sinto desconforto,será que é um crime uma pessoa chegar aos 40?e tentar voltar ao mercado de trabalho?´parece que sim,sofro na pele o desconforto,gostaria muito de poder trabalhar,sentir-me util,sinto que tenho tanto a oferecer,e tanto a apreende,mas quem vai me dar essa oportunidade?montar um negócio agora é muito pouco provavel,pois não tenho capital,nosso País saõ um bando de hípocritas,não valorizam o real valor das pessoas,só veem a aparência,se ja não temos o frescor da juventude somos jogados no lixo?Porque nossos governantes em sua grande maioria são idosos e exercem cargos tão ilustre e de prestígio como Presidente,Senadores,Governadores,e eu não posso trabalhar por exemplo em uma loja?ou quem sabe recpcionista?esta tudo errado,não é o que se diz na China um País tão avançado e populoso,valorizam tanto os idosos,não fazem nada sem antes pedir um conselho aos anciâose no entanto são tão prósperos,uma das maiores potencias mundial,vamos deixar de ser tolos e ignorantes e valorizar mais o caráter aos inves das curvas pois elas com o tempo caem e o caráter a inteligência que permanecem inabaláveis,Brasil País de quinto mundo com gente tão inteligente ,mas profundamente ignorantes no quísito ser humano vamos valorizar nossos trabalhadores,cuidar de sua saude,oferecer melhores planos de saúde,para que possam ter vida mais util e de sucesso,sendo assim podem melhor realizar seu oficio..BRASIL MOSTRA A TUA CARA ,PAISINHO ONDE POUCOS TEM O RECURSO E QUEREM DITAR AS REGRAS CONFORME SUA VISÃO POUCO FUTURISTA E ARRAIGADA NO BRASIL-COLONIA,MUDAM AS CARAS MAS OS PRECONCEITOS CONTINUAM OS MESMOS..
mara lisiana lopes , agosto 12, 2010
...
eu trabalho no supermercado e me aposentei mas não que mas trabalha quais são meu direito
edilene da silva , agosto 06, 2010
...
trabalhei em um Cartório por 18 anos seguidos,fui admitido aos 18 e demitido aos 36 anos, neste peíodo me acomodei e não me profissonalizei, achei que eu tinha encontrado o emprego do resto de minha vida, me enganei, ao 36 anos eu estava velho para o mercado de trabalho, então resolvi tentar outros rumos e não deu muito certo e hoje eu trabalho de motoboy para sobreviver. Hoje tenho 47 anos e durante esses 11 anos que se passaram fiquei pulando de um emprego para outro sem conseguir me encontrar novamente.
...
Trabalhei 18 anos em uma só empresa, fui admitido aos 18 e fui demitido aos 36 anos, e neste período, que eu deveria me profissionalizar, fiquei acomodado achando que tinha achado o emprego do resto da minha vida, me enganei, pois fui demitido aos 36 anos e encontrei pela frente uma série de obstáculos que me impedia de encontrar um novo emprego, e hoje eu trabalho de motoboy para sobreviver, nesta idade não encontro outro emprego se não este. Hoje tenho 47 anos, e nesse 10 anos que se passou vivo pulando de um emprego para outro sem conseguir me encontrar novamente.
...
Realmente, colocar ou não a idade no currículo só vai protelar uma situação.
Mas, somente a fé e persistência conseguiremos vencer. Tenho 46 anos e estou nessa batalha.
Sueli Portella , agosto 01, 2010
...
Pessoal, é por este motivo que temos que encaminhar nosso filhos para o empreendedorismo. Somos ensinados desde cedo que devemos estudar para conseguir um bom emprego (leia-se: trabalhar para os outros) porque aó assim conseguiremos "segurança", blá,blá,blá.... Por que não estudar para ser um empresário de sucesso? É melhor que ficar dependendo da boa vontade dos outros para termos como pagar nossas contas. Porque o fato de sermos bons profissionais e muito bem qualificados (algo que podemos lutar para conseguir) pesa muito menos que nossa idade (algo que não temos como controlar).
Um abraço a todos e pensem nisso.
Elias M S Filho , julho 26, 2010
...
Oi concordo muito com vários comentários e também estou nesta faixa, tenho 43, estou desempregada há 10 meses e já me bateram muita porta na cara como aquele comercial, já enviei tanto curriculo para empresas, agências e tudo que tivesse como titulo emprego ou recolocação profissional e ainda não obtive nenhuma resposta, até ligam ou mandam e-mail interessados ,mas qdo digo minha idade ( pois as próprias agências indicam para não colocar idade no curriculo),eles desculpam e dizem no máximo até 40 anos,humm...sei e para o governo voce ainda é jovem para se aposentar, só com 60 ou 65 anos e só Deus sabe até qdo .
Desculpem o desabafo ,mas não me vejo como uma jovem senhora ,ora ou sou jovem ou senhora,sei que apenas sou uma profissional qualificada, com vários cursos e diplomas querendo exercer minha tão querida profissão que escolhi como paixão. sou Química.
Sonia Maria , julho 13, 2010
...
eu fiquei desempregada com 39 anos muita experiência em vendas, mesmo morando em uma cidade pequena de 20 mil habitantes, não conssegui trabalho dévido a minha idade, vejo que moramos em um país que pessoas de 40 anos já são velhas para continuar no mercado de trabalho.
Eleni Souza Lima , junho 25, 2010
...
Tenho 51 anos, estou cursando faculdade de Direito e quero trocar de emprego. Tenho um curriculum excelente nas áreas administrativa, comercial, financeira onde exerci a função de secretária. Fui secretária de diretoria por 8 anos. Meu inglês é intermediario e sou usuária da informática.Pasmem com tudo isso coloco meu curriculum nas agências e ninguem me chama para uma entrevista. Acredito que o caminho será o boicote as empresas que por puro preconceito não contratem pessoas acima dos 40 anos. Penso que não é só o preconceito, é mais fácil manipular um jovem sem experiência de vida do que uma pessoa com mais bagagem de conhecimento, principalmente o salário.
Márcia Oliveira , junho 17, 2010
...
Incríveis estes depoimentos, todos. Sou uma jovem de 52 anos, me graduei em 2008 e estou concluindo um MBA em Gestão de Pessoas, e justamente o tema da minha Monografia é este.
Nós os profissionais maduros, passamos uma vida nos aprimorando, aprendendo e desaprendendo, crescendo, descobrindo, compartilhando e ensinando, aí quando estamos preparados, tanto em qualificação quanto em experiência, o quê se consegue ao longos dos anos; nos dizem que não servimos mais, não nos dão aportunidade de participar, e de contribuir com toda a nossa energia, e diga-se de passagem, temos muita energia e saúde. Temos saúde, porque somos cuidadosos com tudo que fazemos e temos uma total percepção do que nos cerca, dos recursos para nos cuidarmos mais, temos a aparência que quisermos ter. Costumo dizer que idade é só um fator cronológico, teremos 20 ou trinta anos para sempre..ufa me empolguei..mas eu sou assim mesmo..tenho muita energia e quero usá-la muito bem. Assim quem tiver ou souber de alçuma literatura sobre o assunto, agradeceria muito se me enviassem. Ah, vou aproveitar muito seus depoimentos, com a devida referência é claro. Abraços a todos e não desanimem, este cenário já começou a mudar..acreditem!
...
Nazaré, gostei do seu comentário, vc tem razão, trabalho em uma empresa que lá só entra até 32 anos e isso já tá muito dificil!
O governo nos manda trabalhar para arrecadar dinheiro para a previdência social, só que é bom ele criar leis que obriguem as empresas a contratar pessoas com mais de 40 anos, como já fazem com aprendizes e PNE, só assim as pessoas com mais de 40 anos tem chances de ser contratadas.
Claudia Maués , junho 14, 2010
...
Acabei me identificando com um depoimento, tenho 40 anos, sou formada em Gestão de RH, possuo 20 anos trabalhando em dep. pessoal, entendo bastante desta área só que não consigo trabalho, percebo que é pela idade, quando coloco minha idade não me chamam, quando não coloco, me chamam para entrevista e percebo que me reprovam na hora! vou contar dois casos que aconteceram comigo. 1º- mandei meu curriculo (sem mencionar a idade) em uma 2ª feira de manhã por volta das 09:00Hs, ás 11:30Hs, me ligaram para fazer a entrevista ás 15:00Hs, fui, percebi que a psicologa atendeu todos que estavam lá, e me deixou por último, passou várias vezes me olhando e percebi que ela estava admirada da minha idade, finalmente ao ser atendida (17:30hs), e por incrivel que pareça a primeira pergunta e diga-se com ironia acentuda foi: Qual sua idade?, não fico desconcertada com quase nada nessa vida, mais nesse momento eu percebi que ela me desconcertou e me eliminou na hora quando respondi, porque a entrevista ficou mais irônica ainda, eu sai de lá simplesmente decepcionada, e pensando essa moça deve ter uns 35 anos, eu nunca mais vou ter essa idade mais ela vai ter 40, 41, 42 e etc.... e que falta de profissionalismo!, e diga-se nem era uma grande empresa.
2ª-Fui chamada para outra entrevista (sem mencionar a idade no curriculo), fiz a entrevista com uma moça bem novinha, me tratou muito bem, só que a entrevista eram feitas em três etapas, me encaminhou para o ger. de RH (ele devia ter uns 50 e muitos anos) para entrevista técnica, quando entrei na sala do homem, ele ficou gago, me olhava dos pés a cabeça, como dizendo: como essa mulher velha se atreve a querer trabalhar junto comigo? me disse meia duzia de palavras
sem muito nexo, não me perguntou nem mesmo se eu tinha experiência nesta área, percebi que ele estava doido para se livrar de mim, me disse "nós vamos entrar em contato com vc, porque hoje o diretor não pode te entrevistar, ele está muito ocupado" foi a frase mais longa que ele me disse, sai de lá com a certeza que isso jamais aconteceria, foi uma pena porque o ramo que esta empresa atua é o que eu sempre quis trabalhar, e tenho certeza que eu faria um trabalho muito bom lá, e como cresceriamos juntos, vcs podem até achar que eu tô dramatizando a coisa, mais não é, tá funcionando é assim mesmo, infelizmente!
Maria de Nazare Santos , junho 14, 2010
...
Sou uma jovem senhora de apenas 52 anos.Sou ex bancaria, sendo essa profissao a que mais atuei no mercado, mas exerci no campo profissional outras funcoes com o mesmo exito. estou sempre me atualizando, fazendo cursos,lendo,assistindo programas como o aprendiz universitario, jornal nacional e outros. fico muito triste porque vejo pessoas trabalhando com atendimento ao publico e tao despreparadas e
me assusta pensar que os proprios patroes nao se importam com o treinamento dos seus profissionais.
hoje tenho meu tempo livre para exercer qualquer funcao em qualquer horario e vejam so,nos falta empregador inteligente.nao quero aposentadoria,quero trabalho.
...
Ola! Estou com 47 quase 48 anos, estou fora do mercado d trabalho desde 2000. Trabalhava como supervisora de promotores (montagem d pizza ) em supermercados, parei me dediquei a família, e esquecí d mim. Neste intervalo fiz um curso de CUIDADOR DE IDOSO porém devido a idade e certas limitações com relação a pacientes totalmente depedentes, não consegui trabalho. Hoje preciso voltar ao campo de trabalho, porem não tenho udeia de como, pois fazer cursos, atualizar-se, e manter-me informada ao que o mercado de trabalho exige hoje, é facil pra quem tem algum poder aquisitivo, o q não é o meu caso. Fico no boca a boca com parentes e amigos. Ouço sempre: voce e muito inteligente, voce é muito esperta , tem facilidade em aprender... porem continuo esperando e nada acontece.Vou fazer 48 anos, meus filhos criados, e eu nem INSS p o futuro. Por isso espero vendo estes depoimentos eu consiga uma luz. Por essas razões não concordo totalmente com voce.
Ilma Q. Wanderley Vianna , maio 23, 2010
...
Tenho 59 anos, tenho o dinamismo de um jovem de 30, criatividade e conhecimento atualizado. Mas a empresa acha que tudo o que sei e já executei na empresa não é mais importante. Fui gestor de qualidade, planej. orçamentário, planej. financeiro e outros assuntos de alto nível. Hoje faço arquivo, faço pagamento no SAP, coisas que faço com um braço nas costas. Mas mesmo assim, não consigo fazê-los mudar de idéia. Não consigo fazê-los continuar acreditando que eu não regredi, que eu não esqueci de meus talentos...
Todo o conhecimento, o know how da empresa é detido por pessoas com mais de 40 anos. Mas parece que isso não tem importancia. Só se fala em juventude, em pensar fora da caixa. A juventude não consegue nem pensar... vai pensar fora da caixa... nem sabem o que é isso!
E assim, a empresa vai menosprezando seus talentos, perdendo oportunidade de corrigir erros, de aproveitar os conhecimentos adquiridos. Eu não quero mais fazer parte desta empresa que fala em novas tecnologias, muita teoria e pouca prática. Esquecem de seu capital humano. Esquecem que são as pessoas que fazem a diferença em uma empresa. Hoje já não falo muito, só observo. Tenho todas as respostas e ninguém me pergunta nada! Daqui a 40 anos, vamos estar vivendo até os 100 anos ou mais. É bom os jovens abrirem a cabeça, pois eles serão os centenários. Precisamos mudar, precisamos quebrar paradigmas, precisamos evoluir nossa consciencia. Vamos aprender a partir do que já está aí. A evolução será mais rápida. Há quanto tempo não se inventa um novo modo de gerir pessoas? Há quanto tempo temos a ciencia administração de empresas, sem uma única novidade?
As vezes vou participar de palestras e eles iniciam: "o novo perfil do profissional..." e citam qualidades de 50 anos atrás! Fico sorrindo por dentro!
Cadê a novidade que os qualifica a desmerecer os profissionais de mais de 40 anos?
Cadê os "novos" estudos de RH, de gestão, de adm, de finanças?? Nada! Tudo é do meu tempo de faculdade!
Creide , maio 11, 2010
...
Estando por voltar ao Brasil depois de 3 anos vivendo e trabalhando fora do País (Espanha) me encontro justamente nesta fase, 46 anos, com uma bagagem profissional de quase 20 anos em Recursos Humanos e com planos de uma mudança radical, na bagagem de volta, sonhos, idéias, expectativas e muito, muito ânimo e disposiçao para o RECOMEÇO. Acredito que confiar nas minhas capacidades e ter essa disposiçao de abertura para o novo e para o RECOMEÇO me ajudarao neste processo, que pelo visto e lido aqui, muitos de nós vivemos em um momento ou outro...
Roque Luis da Silva , maio 04, 2010
...
Tenho 37 anos e trabalho c/ vendas, iniciei a minha carreira profissional aos 13 anos com vendas, aos 19 anos fui trabalhar na prefeitura da minha cidade, cargo em comissão, atuei em vários deptºs, após auxiliei na administração de uma confecção familiar e retornei p/ a área de vendas.
Já fiz muitos cursos ao longo da minha jornada, mas não conclui o ensino superior...cansei...cansei de atuar c/ vendas, cansei de ser multifunção: saber um pouco de tudo, mas não atuar numa área específica onde eu possa ser melhor remunerada, simplesmente cansei...
Este ano comecei a cursar a faculdade interativa de ciências contábeis, terminarei o curso c/ 41 anos, mas não estou pensando muito na questão do mercado p/ um profissional com a minha idade, farei a parte que me cabe que é não parar, afinal, estou viva, não morri não e ng vai me enterrar viva, continuarei investindo em mim dentro das minhas possibilidades e com certeza no momento certo terei o retorno por querer continuar....
Fé, perseverança e otimismo à todos!!!
Carla , abril 22, 2010
...
É,eu acredito que nem tdos tem a mesma sorte.Tenho 47 anos e está muito difícil encontrar um trab nesta idade.Já tentei de tudo,colocar ou ñ colocar a idade no currículun?Se ñ coloco,qdo chego para a entrevista percebo no olhar das pessoas a surpresa,como se eu ñ estivesse q estar alí e se coloco a minha idade ñ me chamam.Lí o artigo é maravilhoso mas a realidade é muito diferente,as funções q te oferecem por causa da minha idade ñ condizem com as minhas experiências e nem com a minha formação.É como se o mercado de trabalho tivesse algumas funções que ñ seria adequado a sua idade.No meu caso eu até consigo trab mas uma funçao a qual eu fico escondida ou um trabalho mais pesado ou q exije esforço físico do qual nem todas as pesssoas podem executá-las,q é o meu caso a frase que eu sempre repito é "com 45 anos somos jovens para aposentar e com 45 sonos somos considerados "velhos"para o mercdo de trabalho.Viver de utopia?
... , Lowly rated comment [Show]
...
Achei ótimo esse artigo, e eu sou uma dentre os muitos "jovens acima dos 40 anos". Estou fora da área já um ano, mas não estou esperando as coisas acontecerem, enquanto isso desenvolvo minhas habilidades na area de vendas.
Acredito especialmente que a maturidade nos traz mais segurança e uma clareza da vida e de como conduzir nossa carreira.
Sei que em breve estarei novamente no RH, algo que faço verdadeiramente com muito amor.
...
Bom, estou com 31 anos atualmente. Estou no mercado de trabalho desde 2003 e atualmente estou planejando cursar uma nova faculdade. Sairei dela por volta dos 37 anos, cheia de energia e força de vontade para fazer o meu melhor na nova profissão.
Daniela Karasawa , março 22, 2010
...
A seis anos atrás, este assunto de conseguir emprego depois dos 40 anos deixava o meu coração triste,achava que eu não tinha capacidade de concorrer com as pessoas mais jovens,mas quando lembrava que eu tiver um bom proveito escolar,o qual cheguei a terminar um curso técnico de mecânica aos 17 anos e não exercia a profissão, resolvi saír da minha cidade á procura de oportunidade.
Hoje quando olho para trás vejo que tudo dependia da minha atitude e segurança.O meu primeiro emprego tinha 37 anos,hoje tenho 43 anos, trabalho na mineradora Vale S/A(antiga CVRD),conseguir superar desafios e dificuldades,terminei o curso de gestão empresarial ano passado(unama)e estou terminando o curso de Administração de Empresas.Tenho diante dos meus colegas mais novos,admiração e respeito e este ano subir mais um degrau na minha carreira profissional.
E a mensagem que eu deixo é, acredite no seu potencial,enquanto a vida há esperança.
Maria Aires,março 2010 , março 07, 2010
...
É. Não está sendo fácil. Estou tendando de tudo, e até agora nada. Tenho 39 anos e muita disposição. Formado em Jornalismo, tenho procurado colocação no mercado de trabalho e todos dizem a mesma coisa," não temos vagas". Não sei o que fazer me sinto um inútil. Vivendo de frilas. Sem direito a nada. Ainda se não bastasse o governo coloca restrições de idade para prestar concurso público ou oferecer bolsas de estudo, é o caso da ANAC, Agência Nacional de Aviação que Coloca limite de Idade para bolsistas, até 36 anos. Poxa vida! Alguém, ou algum político tem que rever esses conceitos, é uma vergonha. O próprio estado colocar restrições.
Atenciosamente,



Ander Junior
Ander Junior , janeiro 19, 2010
...
ESTOU COM 40 ANOS E TENHO 15 DE EXPERIENCIA EM VENDAS, E ESTOU SENTINDO NA PELE ESTE TIPO DE PRECONCEITO. AGORA EU PERGUNTO: TEMOS QUE MORRER AOS 40 ANOS?????? ACHO QUE SIM, POIS SE NÃO PODEMOS MAIS TRBALHAR NESTA IDADE, COMO VAMOS PAGAR NOSSAS CONTAS, COMER E VESTIR????? É LAMENTÁVEL QUE PESSOAS QUE SE DIZEM TÃO BEM INFORMADAS E ESTUDADAS AIND PENSEM ASSIM. ACHO QUE NOSSO GOVERNO DEVERIA ANTECIPAR AS APOSENTADORIAS PARA OS 40 ANOS, POIS COMO VAMOS SOBREVIVER SE NÃO CONSEGUIMOS EMPREGO.
NÃO É A TOA QUE EXISTE MUITAS LEILA LOPES POR AI......
lauren , dezembro 07, 2009
...
Conteúdo que agrega valor ao mundo corporativo e às vidas e carreiras de quem convive no dia a dia da corporação--principalmente de empresas classe mundial onde se impõe com rigidez a questão dos profissionais pós 40 anos--snif...
Eudio Braz do Amaral , outubro 06, 2009
...
Fico feliz em poder participar no artigo tao importante.O drama de ter atingido os 40 anos eh uma realidade que nos foi imposta quando em tempos idos se estabeleceu como barreira os 35 anos como limite para se conseguir o emprego.
Consideramos perigoso para a gestao duma empresa a divisao dos trabalhadores "entre mais e menos idades".Como se podera fazer equipas de trabalho unidas e produtivas com tal barreiras?
Eh verdade que uns tem mais experiencia de trabalho que outros.
Consideramos a barreira idade um falso problema, criado por aqueles que tenham medo de enfrentar novos desafios(Os hoje ditos mais idosos),os que tenham medo do saber e da experiencia(os ditos mais novos)criado pelos esquemas de pensoes mal geridos e pela empresas com deficiente e curta nocao de gestao de quadros.
Eh verdade que este drama nao tem fronteiras. Factor positivo em Mocambique o surgimento de Universidade privadas, acabando com as barreiras ao acesso a Universidade Publica que eh UEM.
Encontramos nas universidades toda faixa etaria.
Eu,particularmente me formei depois dos 40 anos. Sou gestora dos RH.
Ja passei por um problema identico na seleccao de candidatura duma vaga que a empresa precisava em admitir um candidato.
Entre a lista dos candidatos uma candidatura dum individuo de 64 anos de idade com muita experiencia de trabalho com muita bagagem para lidar com a rotina profissional.


...
Achei a entrevista muito interessante, mas lamento ter que discordar em alguns pontos, por ter passado por uma experiência em que senti na própria "pele" a rejeição do mercado para profissionais acima dos 40 anos.
Quando tentava uma colocação (pretendida na área de RH, minha especialidade), recebia ligações para agendar entrevista e quando perguntavam a idade, imediatamente ouvia a frase: "seu currículo é muito bom" e "estamos contatando outras pessoas e oportunamente faremos contato" e nunca mais ligavam.
Ouvi essa frase diversas vezes e sempre tive a certeza de que o problema era em relação à idade, pois de fato tinha condições de competir com qq vaga no mercado.
Hoje estou trabalhando, mas tive a ajuda inicial de uma indicação (pelo menos para ter acesso à 1ª entrevista), algo que não conseguia.
É lamentável, mas essa é a realidade para a grande maioria dos "jovens com + de 45 anos".
Irene , julho 06, 2009
...
Prezado Mauricio de Paula

Acabo de receber um e-mail de um colega de trabalho, com menos de 40 anos, com o seu artigo "Mercado após 40 anos", e fiquei encantada com o mesmo.

Estou na faixa dos 50 anos e ainda na ativa, mas paralelamente a minha profisssão, através de um curso na área de trânsito, fui convidada para ministrar aulas na própria escola e parceiros da mesma, em resumo durante o curso fiz a Diferença,mostrei Compromentimento, independente da idade.

Quero parabenizá-lo pelo artigo, tenho certeza que vou me tornar sua leitora assídua.

Narriman de Castro
Coord. Perito Examinador
Grupo Autotran - Campinas
Seu ru a
Narriman de Castro , julho 06, 2009
...
Seu texto,trabalhos e sua carreira...
Continua assim sendo esse brilho...
Renilda Martins Costa , julho 06, 2009
...
Fiz um curso de Gestão em Recursos Humanos, trabalho atualmente na área de Depto pessoal. Me formei depois dos 40, e percebo que não estou utilizando todo o meu potencial, me sinto insegura, pq o que vi no meu curso é diferente da rotina trabalhista,co que trabalho, mas gostaria de saber mais sobre este assunto citado no texto, para procurar desenvolver um projeto, voltado para a empresa que trabalho inicialmente,agora estão contratando pessoas portadoras de deficência, e me interesso muito, e gostaria de atuar, nesta área.
Gostaria de uma sugestão,ou orientação, para me inteirar do assunto e aproveitar e perguntar se minha insegurança é mesmo normal?!Me formei a 1 ano, mas ainda não trabalhei, o que vi na faculdade, por isso procuro algo diferente, mas expressivo e interessante para desevolver minhas atividades.
Com relação ao tema do texto, não me sinto fora do mercado, concordo plenamente, com o ponto de vista do texto, mas quero melhorar minha atuação e conhecimentos.
Saudações,
Susana da Silva Karwowski
susanakarw@hotmail.com
Uberlândia -MG
Susana , julho 06, 2009
...
Concordo em muito com o artigo, porém é um belo discurso para se exaltar perante uma platéia apática descrente das atuais possibilidades. Buscando na releitura desse artigo identifico algumas posições estratégicas que são preenchidas sim, mas vejamos, essas são poucas, pouquíssimas. Nas empresas os cargos que demandam de gerências e supervisão são de quantidades quase inexpressivas no ocioso cenário de mercado acima dos 40. Vale pensar.
Ricardo Cesar Vilaça , julho 06, 2009
...
Trabalhei na área nuclear muitos anos como assistente em ciencia e tecnologia, me aposentei aos 40, mudei de estado, fiz senac em estetica e imagem pessoal, logo depois fiz faculdade de estetica e imagem pessoal, me tornei empresaria na area de beleza e também sou consultora em etiqueta empresarial e imagem pessoal. Ainda quero mais...
Marina Amaral , julho 06, 2009
...
Concordo em parte com o artigo. Porém o que se observa no mercado de trabalho é a busca pelos menos de 40a. Não querer enxergar está realidade é pura omissão diante do que esta acontecendo. Por outro lado, não podemos esquecer que a mente continua a todo vapor, mais o corpo já não consegue suportar as longas jornadas que antes tiravamos de letra. Administrar esta situação e buscar novas oportunidades em outros segmentos, talvez seja o inicio de uma nova caminhada
valeria silva , julho 06, 2009
...
Realmente tenho de concordar com o texto acima apesar de estar a procura de um emprego dentro da minha área de RH, e já estou com meus 47 anos, nada de desanimar uma hora vai aparecer, tenho certeza só está perdendo quem não me colocar no mercado, pois estou cheia de ideias e gosto de inovar falta as oportunidades, mas acredito que na hora certa vou por em prática, estou estudando e quero ir além, enquanto eu tiver saúde e força de vontade vou a luta se Deus quiser. Desistir isso nunca, temos de acreditar em nossos sonhos e correr para realizá-lo.
Socorro Santos
Santa Luzia-MG
...
Nos dias de hoje, não me sinto do lado dos excluidos. Tenho 49 anos e sempre estou sendo convidado a trabalhar em empresas de grande porte em minha região.Os meus filhos comentam que eles estão tentando e eu estou escolhendo onde trabalhar.Espero que tudo que está passando comigo sirva de exemplo para os JOVENS da nossa idade.Fiquei em um banco por 27 anos e quando sai, achei que tinham tirado o meu chão.Hoje vejo que foi algo de bom que aconteceu, fiquei mais confiante e já se fazem 12 anos e até hoje já passei por empresas diversas e pro incrível,fui eu quem pedi prá sair delas e sempre prá melhor.
Jose das Graças de Souza , julho 06, 2009
...
Achei muito interessante o artigo. Realmente pessoas acima dos 35 anos são analisadas mais profundamente em se tratatando de recolocação ou até mesmo na manutenção do emprego atual. Muitas empresas avaliam funcionários acima dos 35 anos como um risco para os novos talentos, achando que a idade e o tempo de casa contribui negativamente junto aos novos funcionários, unindo nesta avaliação o comodismo e alguns vicios. Tenho 45 anos e trabalho em uma empresa há 14 anos, vejo o ir e vir de funcionários novos que chegam cheios de gás, mais falta o essencial, algo que você adquire ao longo dos anos nos ambientes e situações que vc vive no dia a dia: a experiência, a lapidação do conhecimento (pessoal e profissional) coisas que não se aprendem da noite para o dia, ou de um ano para o outro. Noutras palavras pessoas acima dos 40 trazem consigo uma excelente bagagem e com certeza estão melhor preparadas para lidar com o dinamismo da rotina profissional, certamente saberão atuar com maior segurança e firmeza e visualizar o ambiente e situações a sua frente com maior segurança. Há excessões, claro, mais boa parte deste público está dotado deste perfil.
Maria de Fátima Almeida , julho 06, 2009

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy
 

Fala RH! - Bibliografia

Silvia Osso

Hoje Consultora Empresarial e Palestrante. Pedagoga, Psicóloga educacional e empresarial (FMU, Sorbonne e FGV). Atuou na área de Desenvolvimento de Pessoal no Unibanco, e durante 25 anos em Desenvolvimento de Pessoas na rede Drogasil.
Clique aqui e saiba mais sobre Silvia OSSO.

Newsletter

Assinar Newsletter

Maurício de Paula

Blogs

Posts mais lidos

Feed RSS

Livros e Filmes

Veja todos os livros e filmes.

Enquete

Quais artigos mais lhe interessam?
 

Últimos Posts do Blog

Artigos mais lidos da biblioteca

Últimos Vídeos