Você está aqui: Home Blogs Fala RH! O que é RH ESTRATÉGICO ?
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Buscar

O que é RH ESTRATÉGICO ?

E-mail

Diz o dicionário que:
Estratégia é “a arte de aplicar com eficácia os recursos de que se dispõe ou de explorar as condições favoráveis de que porventura se desfrute, visando ao alcance de determinados objetivos”.
Recursos  “são meios de que se pode dispor; aptidões.” 

Como nosso objetivo no Blog é trocar idéias; antes de definir o que é realmente um RH Estratégico, lanço aqui algumas indagações que gostaria de ver respondidas por vocês, colaboradores e parceiros.

Com base nelas, montarei um texto que exprima minha visão em conjunto com a visão dos que participaram.

1. O profissional de RH no Brasil é suficientemente competente para assumir uma posição estratégica nas organizações?

2. As empresas estão preparadas para um RH mais estratégico ou isso é só discurso?

3. Para um posicionamento mais estratégico é necessário que o Diretor de RH tenha qual perfil? É necessário que tenha coragem para isso?

4. Afinal, o que é ser um RH estratégico? Vamos ilustrar de forma concreta e sair do discurso!

5- O profissional de RH precisa participar da construção do planejamento estratégico, do plano de marketing, enfim, de todas as ações da empresa, pois somente assim conseguirá contribuir, efetivamente, para que as pessoas possam atingir os resultados da organização?

6- Somente agindo junto ao “core business” é que a atuação nas ações de RS; treinamento; remuneração e carreira; clima organizacional e outras inerentes ao RH passarão de meras ações operacionais da área para serem atuações estratégicas e complementares na condução das pessoas para a Visão organizacional ?


Então, o que pensam a respeito? Aguardo suas ponderações e considerações...
Vamos lá, quem se habilita??

Silvia OSSO
Novembro 2008.

Comentarios (26)

RSS feed Comments
...
Dentro das questões apresentadas, como consultora e pedagoga, observo que é extremante necessário a participação da equipe do RH, em todas as atribuições da empresa uma vez que este relaciona-se com todos os colaboradores. O Rh estratégico, gira em torno de uma nova visão, pela qual a esquipe trabalhará de maneira bem mais articulada, proporcionando um crescimento para ambos, pois o colaborador e a empresa estaram atuando de forma eficiente e eficaz, não somente em busca do objetivo, mas com os detalhes que estes estão sendo alcançados.
Tatiana G , junho 11, 2013
...
Você poderia me explicar como as vertentes da administração de RH tais como o RH estrategico e as relações de trabalho podem atuar de maneira colaborativa e não excludente nos ambientes Organizacionais.
sandra , novembro 12, 2012
...
adorei as informações que aqui estão pois é de grande ajuda pra nos que estamos começando agora nesse setor.
JANIELE , agosto 02, 2012
...
As empresas para sobreviverem terão que aprender a SEREM ESTRATÉGICAS com os seus objetivos e metas em nivel globalizado. Para tornar esses objetivos e metas estratégicas,dependem muito mais das PESSOAS do que de apenas dinheiro e tecnologia. Para contar com PESSOAS altamente capazes,conscientes e comprometidas em ajudar a empresa a realizar esses objetivos e metas. Para conseguir esse quase milagre com as PESSOAS, somente um RH especializado.Como a existencia de um RH especializado depende do grau de consciencia e reconhecimento da sua necessidade e importancia. Portanto, a existencia ou não de um RH ESTRATÉGICO dentro de uma empresa, depende teão somente do grau de vavidade e desprendimento dos seus Diretores, que quase sempre acham que são capazes de fazer tudo.E, se isso vier acontecer, cabe o RH instalado, provar e não decepcionar de que realmente é importante e capaz de mobilizar "TODO MUNDO" em todos os níveis a entender e compreender que precisam e devem orgulhosamente mover ceus e terras para concrezar os objetivos e metas da suas emrpesa.
Francisco de Carvalho , outubro 29, 2011
...
Li todas as colocações e vislumbro um problema único: durante toda a vida nos preocupamos em nos prepararmos para a velhice, mas esquecemos de preparar os outros para nos aceitar neste novo contexto. A dinamicidade dos acontecimentos dados as evoluções ocorridas em todos os setores nos limitam de certa forma, mas não nos inibem e nem tampouco criam obstáculos para novos horizontes profissionais. Basta aproveitarmos o tempo como os mais jovens, mas ao invés disso nos preocupamos com os valores com os quais poderão nos rotular. Esse é o primeiro passa para a derrota na terceira idade. E depois temos um emprego que os jovens não podem ter: sermos avós. Fraternalmente. PRN
Paulo Roberto Ningeleski , junho 05, 2010
...
às questões:
1) No meu entendimento não é falta de qualificação ou competência, mas vejo como a falta de cultura em estar inserido e decidindo um pouco além. Saindo do papel de "apadrinhador".
2) As epmresas desejam um RH pragmático, controlador de finanças e custos da folha e que distribuia alguns "presentinhos" para compensar a necessidade de ações mais agressivas.
3) Para ser Estratpegico o gestor de RH deve ter uma quebra de paradigma enorme, que está enraizada na maioria dos profissionais dessa área. Não é falta de coragem, mas acredito que é coerência, já que a análise é feita com visão no balanço patrimonial e financeiro.
4) Um RH é estratégico quando está atendendo as análises e resultados exigidos pela Empresa. Quando sai muito em busca do "mercado" ele pode estar se distanciando do foco e passa a ser não mais "interessante" e "estartégico" para a empresa.
5) A busca por essa contribuição na construção do PE da empresa, o gestor de RH vê-se num dilema: - o que fazer para atender os dois lados, se o que rege os dois lados são o mercado e não mais o que foi planejado... por isso as sucessivas mudanças nos quadros... pelos resultados.
6) O paradigma das empresas que não utilizam o Gestor de RH no planejamento estratégico, é justamente por considerar que as áreas operacionais é que mantém clientes e resultados.
Acredito, pensamento muito particular, que o Gestor de RH não deve ser extremamente decisivo nos planejamentos da Empresa, entrando nas decisões das demais áreas de interesse e resultados. O RH deve sim, ensinar a cada Gestor dessas áreas como agir, atuar, mudar, acompanhar a formação das suas equipes. Existe uma confusão onde o RH é convidado para decidir a compra de uma máquina para a produção ou as cotações com os clientes... Gestor de RH precisa trabalhar Recursos Humanos.
Um abraço a todos que escreveram na coluna.
Paulo Munzi
Recursos Humanos
Transportes Cavalinho Ltda
Paulo Antônio Munzi , junho 01, 2010
...
Parabéns pelas indagações.
Há muitas teorias cirlando nas empresas, algumas lutas dos profissionais de RH dando sinais nas empresas. Mas ainda falta para alguns diretor da empresa a concepção de que só podemos trabalhar estratégicamente se estivermos alinhados com os objetivos e metas e para isso o Profissional de RH deve fazer parte da equipe gestora da empresa.
Telma Elita , outubro 01, 2009
...
Sylvio boa tarde

Eu acredito que muitos profissionais de rh estão preparados e além disso eles tem muito boa vontade em exeercer suas atividades. As empress médias e pequenas em sua maioria não estão preparadas para ter um RH, pois pensam em custo e não em investimento.
Encontro ainda empresarios que dizem ter rh mas na verdade ele tem é um DPZÃO daqueles de doer. O discurso é um e a pratica é outra.
Eu já estou cansado desse lenga lenga e tudo continuar na mesma.
Tem profissional de rh também que é (casca de ferida), uns tremendos ignoranttes em tudo que foge do operacional. O pior é que muitos deles estão empregados e outros como muitos colegas meus estão na rua da amargura.
...
Antes de mais nada parabens pela iniciativa de possibilitar a construção, em conjunto, com os colegas executivos, consultores e profissionais de RH.

Rh será estratégico se fundamentar suas ações de maneira equilibrada na teoria e na pratica de forma a contribuir para a construção do lucro,da perenidade e do desenvolvimento organizacional com qualidade de vida e respeito ao meio-ambiente.
...
Toda e qualquer generalização é uma armadilha.
Este profissional trabalha numa grande empresa nacional ou multinacional ou ainda numa média empresa?!Qual a formaçao? Psicologo ou Administrador de Empresa ou Administrador com concentração em RH. Engenheiro, Matemático, Pedagogo, Sociólogo, etc.
Não me arrisco a responder uma pergunta
tão abrangente.
Jansen
...
Outra pergunta inespecífica.
Depende se nacional ou multinacional, se o setor em que atua é muito competivio e inovador ou não.
Arrisco passar meu sentimento de que as empresas nacionais do tipo comando-controle, nesta questão, ficam se muito no discurso
...
Nada mais prático do que uma boa teoria.Na teoria e, consequentemente, na prática é quando o RH através de programas e projetos de recrutamento, de seleção, de treinamento, de comunicação centrada em feedback, gestão do tempo, de qualidade de vida e de ações educativas e afirmativas de respeito ao meio-ambiente, contribui para agregar valor para aumentar as riquezas morais e financeiras, garantir a perenidade e o desenvolvimento da organização com qualidade de vida de líderes e liderados.
Jansen
...
Todos os subsistemas organizacionais são interdependentes. Portanto, somente com a troca de informações confiáveis as organizações conseguem planejar, programar, coordenar,integrar todos os dados e todas as informações referentes ao cenário externo em que atua de forma a identificar se os recursso internos estão disponiveis para dar respostas aos desafios e se viabilizam o atingimento das metas. Havendo carência estas devem ser identificadas e supridas.
Hoje, acredito mais no pensamento estratégico combinado com a ação tática do que em planejamento estratégigo, formalizado e estruturado como no passado recente.
Jansen
...
Uma empresa é um artificio social,para que se produza mais, melhor e mais lucrativa.
Um bom empresário ou profissional de RH, identifica como o mais valioso "core business" aquele que determina e condiciona todos os outros, inclusive o LSD, como qualidade de vida e respeito ao meio-ambiente: AS PESSOAS.
A ausencia destá visão, desta compreensão, que faz o RH procurar a felcidade no lugar onde jamias estará
Farei uma artigo a partir desta resposta.
Jansen
...
Querida Silvia, bom dia.

Inicialmente, meus mais sinceros Parabéns pelas informações que você tem disponibilizado no seu blog do RH.

Com o intuito de enviar-lhe uma contribuição, segue abaixo um resumo sobre os seus questionamentos, levando-se em consideração a minha experiência no relacionamento com essa importante e estratégica área de RH nas organizações que já trabalhei.

Destacaria dentre essas organizações o Unibanco, onde trabalhei por 12 anos e tive um grande aprendizado sobre a importância da área de RH na gestão dos recursos humanos.

O grau de intensidade das mudanças internas e externas, nestes três últimos anos, a volatilidade e a profundidade destas mudanças, são muito maiores e gigantescamente mais fortes.

Não há dúvida: é imprescindível e indispensável criar uma SÓLIDA CONSCIÊNCIA sobre esses fatos.

É nas crises que surgem as grandes oportunidades e nelas, o ser humano tem a capacidade de mostrar seu verdadeiro potencial e superação.

Para que a Gestão de RH possa administrar essas constantes mutações do cenário globalizado, faz-se necessário maior ênfase pelas organizações com o " FOCO no FOCO" do Treinamento, Conhecimento de Políticas Internas e Externas, Metodologia e Tecnologia, algumas destas ações à serem priorizadas para que os profissionais de RH preparem-se e consigam através de informações estratégias, vencerem esses novos e complexos desafios.

Essas mudanças na Gestão de RH, serão gradativas, dada a cultura empresarial predominante, mas quando se consolidarem, poderemos afirmar que a Gestão de RH estará contribuindo fortemente para o alcance de bons resultados por parte das organizações.

Desejo múltiplos Sucessos e Realizações para a nossa querida GURÚ.

Um forte e fraternal abraço, Antero
Antero Teixeira Sobrinho , julho 07, 2009
...
RH Estratégico, é o profissional do presente e do futuro. Aquele que tem de estar a par e passo com as mudanças, as mutações de mercado. É aquele que na empresa deve fazer parte do desenho estratégico para saber o seu rumo e como atingir os objectivos da empresa.

Pena é, que as empresas ainda sintam o RH como burocracia de pagamento de salários e disposições legais...
Pena é, que em altura de "crise" a empresa não "cri/s/e" (leia-se "CRIE")a oportunidade de olhar o RH como uma ferramenta sequencial para ler e interpretar a estratégia junto das equipas.
Filomena Francisco , julho 07, 2009
...
Prezado Mauricio de Paula,

Seguem os meus comentários e ponderações diante de cada questão.
Agradeço pela oportunidade de compartilhar conhecimento.

1. O profissional de RH no Brasil é suficientemente competente para assumir uma posição estratégica nas organizações?
R: Como em toda função, temos profissionais altamente qualificados para ocupar posições estratégicas nas organizações, tendo passado pelo RH.
O país possuí uma carência bastante grande de pesquisas científicas, o que deve acarretar em comprometimento da disseminação na gestão do conhecimento. Como resultado acredito que temos menos profissionais qualificados do que realmente necessitamos.

2. As empresas estão preparadas para um RH mais estratégico ou isso é só discurso?
R: As empresas que percebem a importância do Capital Humano no sucesso da organização levam vantagens competitivas em relação as demais. A grande maioria, dentro do universo de médias e pequenas organizações não se dão conta desta importância.

3. Para um posicionamento mais estratégico é necessário que o Diretor de RH tenha qual perfil? É necessário que tenha coragem para isso?
R: Não apenas o gestor de RH, mas todo o gestor precisa ter humildade para a busca permanente de novos conhecimentos, um ativo que nos dias de hoje possui alta volatilidade. Se ao final do dia você não agregar um novo conhecimento, estará perdendo a corrida pela excelência. Antes de coragem um gestor precisa ter uma inabalável disposição pelo aprendizado, saber lidar com pessoas, conhecer profundamente o modelo de negócio da organização, suas estratégias etc.

4. Afinal, o que é ser um RH estratégico? Vamos ilustrar de forma concreta e sair do discurso!
R: O RH estratégico auxilia a organização a atrair e reter talentos que vão auxiliar a mesma no alcance dos seus objetivos.Se tivermos um índice de felicidade e alegria nesta organização, estará com o melhor cenário estratégico a sua disposição.

5- O profissional de RH precisa participar da construção do planejamento estratégico, do plano de marketing, enfim, de todas as ações da empresa, pois somente assim conseguirá contribuir, efetivamente, para que as pessoas possam atingir os resultados da organização?
R: Bingo. A compreensão do negócio apenas virá se houver o envolvimento do profissional de RH na construção de todos os elementos estratégicos, planos etc.Assim, conseguirá compreender as demandas futuras tanto de talento como de conhecimento.
Adilson Ramos de Oliveira , julho 07, 2009
...
O RH trata específicamente de um pos elementos da formação e manutenção das organizações:as pesoas. Os outros são: A estrutura e os processos organizacionais.
Ao formular estrégias as organizações se preocupam com a estrutura que suportará a estratégia e com os processos que implementarão elas. Portanto, também é de alta relevância que as pessoas sejam alçadas ao mesmo patamar. Cabe, então ao RH, preparar, organizar e monitorar o papel das pessoas na condução das estratégias organizacionais.
Wilson Lopes de Lima , julho 07, 2009
...
Pessoal, acho que para responder as perguntas precisamos explicar sobre qual ponto de vista estamos avaliando as questões.

Sobre a competência do profissional de RH no Brasil, por exemplo, não podemos generalizar. Vejo profissionais atuando na área mesmo sem o devido conhecimento, habilidade e atitude. Porém a minha resposta é sim, o profissional é capaz de atuar de forma estratégica nas organizações, desde que ele se desenvolva para isto.

As empresas não só estão preparadas, mas necessitam de um RH mais estratégico que ofereça resultados mensuráveis ou não.

O Diretor de RH deve se atualizar constantemente, sabendo que lidar com pessoas exige um conhecimento que vai além dos livros. A cultura, os valores tanto do individuo, empresa e sociedade inserida alteram a o contexto e resultados. A formação deverá ser na área de Psicologia ou Administração com especialização em Gestão de Pessoas. Mas as habilidades para gerir um RH com sucesso podem ser desenvolvidas por pessoas com diferentes formações.

Quando o RH participa dos problemas de todos os setores, conhece bem o negocio da empresa, colabora na tomada de decisões se posicionando, não só ouvindo, ele poderá ser tornar estratégico.

É esperado que o profissional de RH participe da construção do planejamento da organização e ações de MKT e de outras áreas da empresa. Porém isto não basta para que as pessoas atinjam o resultado da organização. Pois ele será uma ferramenta, um meio, não um fim.

O bom RH é aquele que atua nas ações operacionais com o mesmo empenho em que atua estrategicamente. As atividades "meramente operacionais" são tão importantes quanto, e não oferecem os mesmos resultados caso não estejam alinhadas ao "core business".

Colegas do RH! Precisamos tomar consciência de nosso papel, adquirir conhecimentos e acompanhar as mudanças econômicas, políticas, comportamentais e tecnológicas para que a profissão serão cada dia mais valorizada e atuante. Assim ESTRATÉGICA!
Ariadne M. Campos , julho 07, 2009
...
RH, no Brasil é suficientemente competente p/ assumir uma posição nas organizações, porém necessitam de cursos de especialização e plano de carreira p/ motivação; as empresas estão preparadas p/ RH estratégico,pois principalmente a publica que necessita de crescer; o Diretor RH deve ter conhecimentos gerenciais, bem como legislativo e trabalhar de forma horizontal, não é necessário coragem mais sim aptidão;as respostas das quewstões 5 e 6 é sim
...
Bem, nao sou profissional de RH, mas minha opinião vem das poucas empresas em que trabalhei e das experiencias de colegas que estao em empresas de diferentes tamanhos, mercados e desafios.
Acredito que existe um potencial transformador no RH, que depende de dois fatores essenciais.
Primeiro: A conciencia de que o RH não é um departamento isolado, que sozinho ele nao agrega valor à organização. Um departamento de RH que está desconectado dos objetivos de negocio da empresa, poderia facilmente sofre uma
Joyce S. Tosetto , julho 07, 2009
...
1. Acredito que nem todos os profissionais de RH, mas boa parte está preparado para assumir uma posição estrategica na empresa. Na minha visão acredito que os profissionais que estão preparados, encontram vários obstaculos que os impossibilitam de assumir essas competencias, diante disso, muitos profissionais de outras áreas, diretores, etc... acreditam que o profissional não esta preparados, mas na realidade faltam as oportunidades por falta de visão estratégica da grande maioria das empresas.

2. Acredito que seja discurso, pois com a forte concorrencia as empresas tendem a reduzir custos. Como o papel estratégico do RH na empresa não representam lucro concreto, são as primeiras despesas que são passiveis de redução. O papel do Rh na empresa, busco o comprometimento, a dedicação, a motivação, dos colaboradores, consequentemente, colaborador motivado produz mais, porém essa processo é dificil de mensurar em lucro para algumas empresas, sendo um numero abstrato, com isso falta o preparo dos empresarios em enxergar os ganhos que suas empresas terão com um RH estratégico.

3. Entre racional e emocional, acredito ter uma caracteristica msis emocional, no tocante ao perfil profissional, deve ser arrojado, inovador e proativo. Precisa sim de coragem, pois com base nas caracteristicas elencadas o Diretor de RH deverá bater de frente com muitos outras gestores, que terão uma posição contraria, ainda vale ressaltar que a sua proatividade tem relação com sempre estar buscando novas tendencias para sua área.

4.Um RH estratégico, e aquele que implanta novas politicas, procedimentos, programas motivacionais, visando a satisfação de todos os colaboradores, esperando como resultado: reter seus talentos na empresa, extrair o maximo dos colaboradores, aumentar a produtividade entre outras, tudo sem cobrança mas pela motivação e satisfação deles trabalharem para determinada empresa.



5- O profissional de RH precisa participar da construção do planejamento estratégico, do plano de marketing, enfim, de todas as ações da empresa, pois somente assim conseguirá contribuir, efetivamente, para que as pessoas possam atingir os resultados da organização?
Sim, com base na visão futura da empresa, que o RH irá implantar suas ações. É de suma importancia o RH interagir com as outras áreas afim de que toda a empresa esteja falando a mesma linguagem. Não adianta o RH implantar qualquer tipo de ação, sem ao menos saber aonde a empresa quer chegar e qual caminho ela irá percorrer para isso. Acho que essa será a base para que o RH possa fazer seu plano de trabalho, somente assim atingirá os resultados da empresa como um todo.

6- Afirmativa correta nesse questão, é essencial conhecer três itens
1. o que a empresa é
2. onde quer chegar
3. como fazer para alcançar seu objetivo.
Analisando resultados da empresa, historico dos programas implantados, pois dessa forma a empresa estará trabalhando no mesmo caminho da empresa como um todo e consequentemente suas ações passarão a ser estrategicas.
ALMIR FERREIRA DE SANTANA , julho 07, 2009
...
O paradigma do capitalismo nesse novo século é baseado em flexibilidade, descentralização, criatividade e dinamismo. Uma interpretação teórica instrutiva é o conceito de "destruição criativa", de Joseph Schumpeter, segundo o qual uma inovação tecnológica (como computadores, p. ex.) representa a destruição de milhares de postos de trabalho (como a necessidade de várias secretárias no mesmo escritório), mas que por outro lado cria a necessidade de novos funcionários capacitados e treinados para lidar com essa nova ferramenta (analistas de sistemas, engenheiro de redes, webdesigner, programador, engenheiro de dados). Assim, para um profissional agir dentro desse novo paradigma é preciso que ele esteja atento às declarações de valores, missão e visão da empresa e às inovações no mercado, sempre tendo o cuidado de não transformar a empresa num laboratório de experiências mutantes - dado a velocidade de inovações que ocorrem atualmente. Por isso, conseguir manter o foco dos negócios requer a integração entre os mais diversos profissionais da empresa, nos mais diversos níveis de alocação de responsabilidade. Quanto menos os profissionais compreenderem essa interpretação paradigmática, menos eles estarão preparados para criar um planejamento estratégico integrado que seja realmente eficiente.
Lina Silveira , julho 07, 2009
...
UMA CONCLUSÃO SOBRE O RH ESTRATÉGICO
Foi muito bom ter a participação de vocês a respeito do que é um RH Estratégico. Agora me sinto à vontade para comentar minha opinião sobre isso.
O RH para ser considerado estratégico deve estar alinhado com os negócios da empresa de forma a fazer parte das decisões, estando junto dos gestores a tempo e hora, e não apenas na retaguarda operacional. Se o profissional de RH não se coloca à frente do negócio junto com os demais gestores; perde a possibilidade de se informar melhor para posteriormente liderar e influenciar seus parceiros. Na Europa muitas empresas têm o RH atuando estrategicamente; o que não acontece com tanta freqüência nos Estados Unidos.
Ao longo de minha carreira participei de uma série de acalorados debates a respeito do papel do RH. Ser especialista; consultor interno; estrategista; não importa, são conceitos genéricos que não esclarece qual é realmente o valor agregado do RH para o sucesso do negócio. O que realmente importa são quais os benefícios aportados pelo RH à organização!
As ações realizadas pelo RH como recrutamento; seleção; treinamento; pesquisa de clima e outros conferem à maioria dos profissionais um caráter extremamente operacional não sobrando tempo para as atividades de resultados dos negócios. Pelo que sinto, falta-lhes interesse por ações de negócios e postura como CEO.
Minha sugestão é usar uma alternativa adotada por algumas empresas aqui no Brasil e em vários países do mundo: dividir o RH em burocrático (voltado apenas para rotinas) e o estratégico; onde resultados; lucros; desenvolvimentos de talentos e superação da concorrência é o foco principal .
Ser igual não torna ninguém competitivo. A estratégia é uma questão de diferenciação e não de equalização frente à concorrência. O importante é virar o placar a favor do RH! O que acham?
Silvia Osso , julho 07, 2009
...
Obrigada por vc terem enviado este email muito bom, pois estou fazendo pós-graduação na area de gestao em pedagogia empresarial, contudo preciso destes tipos de emails, também vou ter que elaborar um artigo baseado em tudo isso que mim enviou. Parabéns, vc são otimos.
...
RH Estratégico é para mim Gerir vários sistemas de pensamentos existentes na empresa com o próprio pensamento, tendo em conta as estratégias predefinidas para o efeito sempre não descorando avisão e missão empresarial.

O profissional de RH Estrátégico não só precisa participar no planejamento como também deve planejar especificamente para os RH, porque para alcançar a Missão e objectivos da empresa é necessário que haja pessoal competente que ostente a visão empresarial como desafio da sua carreira e acima de tudo saiba que o seu sucesso depende do sucesso no alcance da missão da empresa
Quydion , julho 07, 2009

Escreva seu Comentario

smaller | bigger

busy
 

Fala RH! - Bibliografia

Silvia Osso

Hoje Consultora Empresarial e Palestrante. Pedagoga, Psicóloga educacional e empresarial (FMU, Sorbonne e FGV). Atuou na área de Desenvolvimento de Pessoal no Unibanco, e durante 25 anos em Desenvolvimento de Pessoas na rede Drogasil.
Clique aqui e saiba mais sobre Silvia OSSO.

Maurício de Paula

Feed RSS


Últimos Posts do Blog

Artigos mais lidos da biblioteca

Últimos Vídeos